Filme #60: Vice

Share:

Título Original: ---
Sinopse: Na juventude, Dick Cheney (Christian Bale) se aproximou do Partido Republicano ao ver na política uma grande oportunidade de ascender de vida. Para tanto, se aproxima de Donald Rumsfeld (Steve Carell) e logo se torna seu assessor direto. Com a renúncia do ex-presidente Richard Nixon, os poucos republicanos que não estavam associados ao governo ganham imediata importância e, com isso, tanto Cheney quanto Rumsfeld retornam à esfera de poder do partido. Décadas depois, com a decisão de George W. Bush (Sam Rockwell) em se lançar candidato à presidência, Cheney é cortejado para assumir o posto de vice-presidente. Ele aceita, mas com uma condição: que tenha amplos poderes dentro do governo, caso a chapa formada seja eleita.
Elenco: Christian Bale, Amy Adams, Steve Carell, Sam Rockwell, Tyler Perry, Eddie Marsan, entre outros
Duração: 134min
Roteiro: Adam McKay
Produção: Brad Pitt, Dede Gardner, Jeremy Kleiner, Adam McKay, William Ferell, Kevin J. Messick
Direção: Adam McKay


Vice conta a vida e trajetória política de Dick Cheeney (Christian Bale), vice-presidente no governo George W. Bush, com um roteiro altamente político e sarcástico.

Por mais que eu tenha um eterno ranço da fuça do Christian Bale (sempre existiu e depois das acusações que ele espancou a mãe e a irmã só piorou), não nego que ele é um dos atores mais versáteis de Hollywood nos últimos tempos. Sua atuação consegue passar o que o Dick Cheeney real deve ser (já que até esse filme, nem sabia quem era este ser): um homem ambicioso, ardiloso, astuto e disposto a tudo para ter um grande poder político.

Porém, quem roubou a cena nesse filme foi a fada injustiçada nas premiações, Amy Adams. Amy faz o papel de Lynne Cheeney. Apesar do início conturbado do casamento, Lynne é a maior parceira e pessoa de confiança de Dick. Não há nada que ele faça, sem que ele peça sua opinião e aval. Tudo bem que muitos irão dizer que ela não teve muito tempo de cena, mas fada é fada e é isto.

O roteiro do filme percorre desde o começo da carreira de Dick até o seu momento como vice-presidente dos EUA na época do 11 de setembro. Não sei até onde é verdadeiro ou não as atitudes e decisões de Dick mostradas no filme, que levou ao início da guerra no Iraque. Nesse detalhe eu fiquei um tanto perdida porque 1- só lembro mesmo dos ataques e da guerra per se (já que eu tinha uns 9 anos na época), mas pesquisando vi que ele é um dos vice-presidentes mais famosos dos EUA e 2- com certeza quem é estadunidense vai entender melhor o passo-a-passo de tudo isso, visto que a organização política deles é bem diferente da brasileira.

Entretanto, o tal roteiro também muito próximo de uma realidade que vivemos no nosso cenário político. Após Bush convidar Cheeney para ser seu VP e ele conseguir com que o futuro presidente lhe dê poder em áreas bastante sensíveis, vemos como ele consegue manipular o tal “presidente” para que suas ações sejam postas em prática. Leis são modificadas de qualquer forma; notícias e comentários não tão confiáveis são utilizadas como base e justificativa para decisões.

Apesar da ressalva do roteiro, eu gostei como Adam alternou cenas com filmagens reais, desde a época de Nixon (quando começou a carreira de Cheeney) até o 11 de setembro e a guerra no Iraque. E com certeza a maior surpresa do filme foi uma cena pós-crédito. Sim, Marvel fazendo escola. Muito interessante como a discussão na cena contrasta com tudo que foi apresentado no filme. Por essa eu realmente não esperava.

Vice teve oito indicações nesse Oscar. Além da indicação para Melhor Filme, ele foi indicado em: Melhor Direção (Adam McKay), Melhor Ator (Christian Bale), Melhor Atriz Coadjuvante (Amy Adams), Melhor Ator Coadjuvante (Sam Rockwell), Melhor Roteiro Original, Melhor Montagem, Melhor Maquiagem e Cabelo. Das oito indicações, venceu somente na categoria Melhor Maquiagem e Cabelo.

Maratona Indicados Oscar 2019 Melhor Filme:
- A Favorita (The Favourite)
Bohemian Rhapsody
Green Book - O Guia (Green Book) (vencedor)
Infiltrado na Klan (BlacKkKlansman)
Nasce Uma Estrela (A Star Is Born)
Pantera Negra (Black Panther)
- Roma
Vice


Considerações finais
- De cara como o Sam Rockwell ficou a cara do Bush
- Miraram na Lynne, mas a Amy ficou a cara mesmo da Hillary Clinton
- Christian Bale, te abomino e é isto
- Nunca uma música caiu tão bem num trailer como The Man, do The Killers

9 comentários:

  1. Eu e meu marido amamos ver filmes assim, ainda não tinha visto nada sobre esse, mas agora que li seu post é impossível não querer assistir!

    https://www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Lu

    Não é o tipo de filme que gosto de assistir
    Tb n vou c a cara do Christian Bale hehehehehe

    Bjoooos
    muitospedacinhosdemim.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oi Lu!
    Eu não vi nenhum dos indicados a melhor filme fora Pantera Negra. Tinha me animado com Green Book e A Favorita mas vi uns comentarios que me desanimaram. Esse em particular não faz meu tipo.

    Abraços
    David
    http://territoriogeeknerd.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Oi, Lu!

    Admito que não costumo assistir filmes do gênero e também não me interessei muito :( e pelo visto a história também tem suas falhas

    xx Carol
    https://caverna-literaria.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Oi Lu, vc acredita que não vi Vice? Mas o Italo gostou bastante da atuação do Bale, achei até que fosse levar o Oscar! Mas ainda vou conferir!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  6. Oi Lu
    Sendo bem sincera, a maioria dos filmes indicados ao óscar geralmente são uma merda, eu não curto a maioria, acho que só pelo fato deles tratarem de algum tema interessante, vira um sucesso mesmo sendo chato e chato. Eu não assistiria Vice, e é isso. haha
    Beijo!

    http://www.capitulotreze.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi, Lu

    A Amy ficou a cara da Hillary mesmo! Hahahaha
    Agora ela é o novo DiCaprio, quando essa mulher ganham um Oscar a internet vai cair!

    Beijos
    - Tami
    https://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  8. Confesso que eu nao conhecia ese filme, parece ser bom!! <3 | NicenessBeauty

    ResponderExcluir
  9. Oi LU!
    Eu não costumo ver filmes sobre política, mas lendo sua resenha fiquei muitíssimo curiosa.
    Não conhecia sobre a história desse ex vice presidente dos EUA e achei bem interessante. Será que o filme retratou bem a verdade? Se tudo for realmente verdade, ou em grande parte verdade, deve ser uma história interessante de saber de alguém que foi tão importante na história de uma grande nação, como os Estados Unidos.
    Beijos!

    BorboletraInstagram

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita e volte sempre!
Deixe seu comentário/opinião; estou muito interessada e ele será respondido assim que possível.
Deixe também seu blog, se tiver, que assim possível farei uma visita :)