24 abril 2019

Resenha #383: A Esposa do Soldado - Merline Lovelace (Cherish Books)

Título: A Esposa do Soldado
Título Original: The Horse Soldier
Autor: Merline Lovelace
Série: Garretts of Wyoming #1
Páginas: 332
Ano: 2019
Editora: Cherish Books
Sinopse: Determinada a encontrar seu marido desaparecido, Julia Bonneaux e sua filha partem em uma perigosa jornada ao Wyoming. Mas ao chegar ao Forte Laramie, Julia reencontra o Major Andrew Garret, o homem com quem se casara secretamente seis anos atrás, um espião da união, que a traíra e que ela acreditara estar morto. Agora ela precisa de sua ajuda, e Andrew se vê dividido entre o dever e o desejo, entre os mal entendidos do passado e a promessa de um novo começo.


A Esposa do Soldado me chamou atenção desde a revelação dessa capa maravilhosa. O meu primeiro contato com as histórias da Merline foi bom, mas poderia ter sido melhor.

Devo destacar que foi a primeira vez que li um romance de época situado no velho oeste americano. A história se passa um pouco depois da Guerra da Secessão, com o foco no conflito entre os índios e os homens brancos. Nesse sentido, a Merline fez um trabalho excepcional de ambientação. Nas suas descrições, você consegue visualizar perfeitamente o Forte Laramie, assim como se familiarizar com o dia-a-dia das pessoas que habitam ali.

Julia é uma mulher que passou por várias provações na vida. Determinada a ter notícias do seu atual marido, Julia vai fazer de tudo para sobreviver e cuidar da filha. Apesar da mágoa que Andrew causou, ela ainda sente algo pelo major, causando altos conflitos internos por conta dos sentimentos que ela tem pelo atual marido (que está desaparecido) e o futuro da filha.

Andrew é o mocinho perfeito. Ele é um soldado justo e íntegro, não somente com seu pelotão mas com todas as pessoas que vivem em Forte Laramie. Apesar de seu ressentimento por Julia e tudo que ela causou na sua vida, ele toma para si a função de cuidar da mulher e sua filha enquanto moradoras do forte.


Os personagens secundários também fazem parte do encanto e ambientação que é Forte Laramie, destacando três personagens. Suzanne (filha de Julia) com certeza vai fazer você perder a paciência com seu jeito mimado, mas é bem compreensível sua reação a algo completamente desconhecido na sua idade. Mary Donovan (mulher de um dos soldados) é um exemplo de mulher que adquiriu respeito de um bando de macho, sendo uma ótima amiga para Julia. Andarilha da Lua é um exemplo de mulher indígena que, mesmo com todo preconceito contra sua raça, conseguiu seu espaço naquele lugar.

Apesar de ter gostado da história, tive algumas ressalvas; a principal envolvendo o romance. Achei o desenvolvimento do casal muito novela mexicana: sempre que eles estavam em vias de se acertarem, algo acontecia. Esse detalhe me deixou um pouco decepcionada, visto que esperava que a autora trabalhasse mais a questão do passado amoroso entre Julia e Andrew. No início da história, vemos que há muito ressentimento e mágoa entre os dois e, pra mim, esse deveria ser o ponto de desenvolvimento do romance entre os dois.

Outro detalhe são as cenas bem explícitas de uma situação que Julia passa. Eu fiquei bastante chocada com a descrição e os detalhes do acontecimento e creio que poderia vir um aviso de gatilho. Entendo que a autora que mostrar a crueldade dos homens naquela época, pós-guerra mas ainda lutando pelo seu território, porém deveria ter um pouco de cuidado.

No fim das contas, A Esposa do Soldado foi uma ótima experiência. Ainda não havia lido nenhum romance de época com um cenário diferente do britânico e quero muito repetir a experiência, principalmente com o próximo livro da série.

13 comentários:

  1. Oi Lu!
    Gosto quando a ambientação do livro é feita em lugar e período fora do que costumamos ver! Tbm achei essa capa bem linda!
    Ótima resenha, deu pra ter noção dos pontos fracos pela sua experiência de leitura!
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Oi, Lu
    A Esposa do Soldado não me chama muito atenção por enquanto, acho que por causa da ambientação nos EUA, eu não curto muito. É uma pena que a autora não tenha sabido desenvolver o relacionamento do casal, isso me deixa mais desanimada ainda para ler.
    Beijo!

    http://www.capitulotreze.com.br/

    ResponderExcluir
  3. É realmente a capa é muito bonita e chama a atenção! Adoro história de soldados.

    Beijos
    Pâmela Sensato

    ResponderExcluir
  4. Olá, Luiza.
    Eu vou ler esse livro assim que der. Eu amei essa capa e achei o enredo interessante. Acho que todo livro que tem algum gatilho para alguma coisa deveria ter um aviso porque é muito perigoso que alguém leia sem ter sido avisado antes.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  5. Oi Lu, td bem?
    Esse livro parece ser daqueles que dá um nervoso e ao mesmo tempo a experiência é boa!
    beijos
    www.somosvisiveiseinfinitos.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oi Lu,

    Estou vendo bastante livros interessantes dessa editora. Acho legal ler livros com uma pegada diferente dos que estamos lendo sempre e isso me fez ficar interessada pela história.
    Bjs e uma boa semana!
    Diário dos Livros
    Conheça o Instagram

    ResponderExcluir
  7. Oi, Lu! Tudo bom?
    Meu deus que isso que tu citou de cena absurda sendo extremamente detalhada já fiquei HMMMMMMMMMMMMMMMMMMM PROBLEMATIZARIA PACAS. Vou passar longe só por isso, acho extremamente necessário mesmo em casos com ambientação histórica.

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oi Lu, tudo bem?
    Pelo visto a mocinha é estuprada, né? Odeio esse recurso e pego ranço de quem acha que é necessário usar disso pra mostrar a crueldade da época. Acho que esse livro vou passar. :(
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  9. Oi Lu!
    Nunca li nada sobre o livro e confesso que a trama em si nao me chama atenção. Nao curto muito romance com essa pegada.

    Abraços
    David
    http://territoriogeeknerd.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Oie Lu =)

    Vi esse livro em uma post de lançamentos no blog da Tamy e ele tinha me chamado bastante a atenção. Sua resenha me deixou ainda mais curiosa para conhecer a obra, pois ela parece realmente possuir todos os ingredientes que adoro em livros do gênero.

    Beijos;***
    Ariane Reis | Blog My Dear Library.


    ResponderExcluir
  11. Oi Lu!! Eu gosto de casai novelas mexicanas, confesso kkkkkk mas a questão das cenas explícitas de crueldade me fazem passar a leitura, eu realmente não gosto....

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  12. Amei sua resenha Lu, vi uma outra resenha desse livro e ela não era nada positiva, depois de ler a sua fiquei bem curiosa para conhecer essa obra!

    https://www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  13. Oi
    fiquei conhecendo um pouco do livro pelo poste do Dreamcast, até fiquei interessada pelo que falou, apesar de ter essa cena explicita que já tenho uma ideia do que seja, mas parece ser, quem sabe se um dia tiver chance eu lei a história.

    http://momentocrivelli.blogspot.com

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita e volte sempre!
Deixe seu comentário/opinião; estou muito interessada e ele será respondido assim que possível.
Deixe também seu blog, se tiver, que assim possível farei uma visita :)

Tecnologia do Blogger.