02 outubro 2018

Resenha #319: O Jogo do Amor/"Ódio!" - Sally Thorne (Universo do Livros)

Título: O Jogo do Amor "Ódio!"
Título Original: The Hating Game
Autor: Sally Thorne
Série: ---
Páginas: 400
Ano: 2017
Editora: Universo dos Livros
Sinopse: Sally Thorne surge na cena literária apresentando um ambiente de trabalho hilário e sensual em uma comédia sobre aquela conhecida linhazinha tênue entre o amor e o ódio.
Lucy Hutton e Joshua Templeman se odeiam. Não é desgostar. Não é tolerar. É odiar. E eles não têm nenhum problema em demonstrar esses sentimentos em uma série de manobras ritualísticas passivo-agressivas enquanto permanecem sentados um diante do outro, trabalhando como assistentes executivos de uma editora. Lucy não consegue entender a abordagem apática, rígida e meticulosa que Joshua adota ao realizar seu trabalho. Ele, por sua vez, vive desorientado com as roupas coloridas de Lucy, suas excentricidades e seu jeitinho Poliana de levar a vida.
Diante da possibilidade de uma promoção, os dois travam uma guerra de egos e Lucy não recua quando o jogo final pode lhe custar o trabalho de seus sonhos. Enquanto isso, a tensão entre o casal segue fervendo, e agora a moça se dá conta de que talvez não sinta ódio por Joshua. E talvez ele também não sinta ódio por Lucy. Ou talvez esse seja só mais um jogo.


Foi engraçado como comecei a ler O Jogo do Amor/”Ódio!”. Eu não lembro exatamente como cheguei a esse livro, mas vi a sinopse e algumas resenhas e decidi dar uma chance. Apesar de algumas considerações, foi o romance mais fofo que li esse ano.

Lucy Hutton e Joshua Templeman se odeiam, e todo mundo na empresa que trabalham sabem disso. Seus chefes sabem disso. Quando surge uma promoção, esse ódio parece se multiplicar por mil. Mas ambos vão descobrir que a linha entre o amor e o ódio é mais tênue do que imaginaram.

A história é narrada por Lucy em primeira pessoa e creio que isso é uma das melhores coisas desse livro. Ok que eu queria uma visão do Josh, mas Lucy com seus pensamentos e metáforas fazem com que a história seja fofa, leve e bem fluída.

Lucy é uma moça gentil, de bom coração e dedicada ao que faz. Ela também tem algumas inseguranças no tocante de seu emprego na B&G. Lucy ama o que faz, porém o cargo é um pouco diferente do que ela realmente queria fazer. E ainda tem o fato de Joshua Templeman ser o pior colega de escritório. Quando Lucy descobre um outro lado de Josh, seus sentimentos também começam a mudar, mas nós vemos que eles sempre estiveram ali. Nos primeiros capítulos, quando ela ainda o “odeia”, já é bem perceptível em algumas narrações e diálogos que é outro sentimento que predomina entre os dois.

Josh entrou fácil fácil na lista de crushes literários de 2018. O cara parece ser a Elsa em pessoa, mas, junto com Lucy, vamos descobrindo um cara completamente diferente das primeiras impressões. Por baixo de todo gelo e indiferença, existe um cara fofo, gentil, ao mesmo tempo que também existe uma insegurança e timidez.


Se há uma palavra que possa descrever Lucy e Josh juntos, a palavra é fofura. O relacionamento entre eles foi bem desenvolvido, principalmente da parte da Lucy. Nas demonstrações de carinho e afeto da parte de Josh, percebemos que ele já era apaixonado por Lucy. Já para Lucy isso tudo era muito novo. Josh soube expressar seus sentimentos de forma aberta, mas sem pressão, dando o espaço necessário para Lucy se acostumar com essa nova dinâmica entre eles.

Um detalhe que eu achei bem fofo e engraçado era quando Josh chamava Lucy de Moranguinho. Isso tudo porque os pais dela tem uma fazenda de morango e Lucy não é exatamente a pessoa mais alta do mundo. Não vou mentir que eu sempre imaginava a boneca Moranguinho quando esse apelido saia da boca de Josh, mas o modo apaixonado como ele sempre se referenciava a ela por ele me deixava muito ITI MALIA SEU FOFO!

O livro só não ganhou escândalo por dois motivos. O primeiro são os capítulos mais longos que o normal em um livro com essa temática. Confesso que quase desisti nos primeiros, mas segui firme e forte, não tendo nenhum arrependimento.

O segundo fator foi a problemática da promoção que ambos estavam concorrendo. OK que a autora deu muito enfoque no desenvolvimento entre eles - não reclamo, achei tudo maravilhoso porque o foco maior do livro é realmente o romance -, porém achei que ela deveria ter desenvolvido mais a resolução desse detalhe. Como a Mari (Galáxia dos Desejos) comentou na resenha dela, ficou tudo muito ata, ok, vamos seguindo o baile. Mas são detalhes que não atrapalham a leitura e nem o ritmo da história. A escrita da Sally é bem fácil e fluída, ainda mais com os pensamentos e opiniões de Lucy.

O Jogo do Amor/”Ódio!” é aquele típico clichê do casal que se odeia, mas que vai te deixar suspirando ao final da história, querendo um pouco mais.

8 comentários:

  1. Oi Lu! Ah, esse livro ❤❤❤❤
    Se tem um livro que agradeço por ter persistido na leitura foi esse, porque quase deixei de lado no início que foi um pouco chato e arrastado, mas que desenvolvimento lindo e maravilhoso! Aqueceu meu coração, com certeza, tenho vontade de reler o livro a cada resenha que leio. É uma indicação certa para quem procura um romance fofo!
    Beijos
    http://espiraldelivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Oii Lu.
    Eu sempre fico mais feliz quando as problemáticas são resolvidas com detalhes.
    Mas eu gosto de capítulos longos (não sei porque).
    Então, pelos seus sim e pelos não acho que gostaria ao livro.
    Beijos.

    Blog: Fantástica Ficção

    ResponderExcluir
  3. Oiii Lu

    Eu tb não gosto de capitulos longos, deixam o livro bem cansativo e se for de inicio tb me dá vontade de desistir, ainda bem que vc seguiu firme porque ao final a história te ganhou. eu achei bem fofurinha e vou anotar a dica pra ler futuramente.

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Lu, já estou bem curiosa com esse livro, capítulo longos demais me incomodam mesmo, mas ainda assim acho que vou curtir!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  5. Oi, Lu
    Eu comecei a ler mas parei porque fui dando prioridades a outras obras, mas com certeza vou voltar, eu adoro um livro assim, eu tenho certeza que vou amar e já sinto inveja da Lucy!
    Beijo
    http://www.capitulotreze.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi, Lu! Tudo bom?
    Ai, queria tanto ter gostado desse livro </3 acho que meu santo não bateu com a narrativa. Não me conquistou pra eu achar a história legal, e olha que eu AMO hate to love. E os personagens também, fiquei bem nhé.
    Quem sabe quando sair um filme, eu dê uma chance de novo :v

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oi, Lu!
    aaaaaaaaaaaa Joshua muito amor da vida <3
    Eu também ficava suspirando quando ele a chamava de Moranguinho! Eu adorei esse livro, mesmo com o problema da promoção do final.
    Beijinhos,

    Galáxia dos Desejos

    ResponderExcluir
  8. Oi Lu!
    Pelo visto euma leitura rápido, gostosa e divertida. Essas brigas entre gato e rato sempre prendem nossa atenção, hahahah...

    Beijoooo 💓

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita e volte sempre!
Deixe seu comentário/opinião; estou muito interessada e ele será respondido assim que possível.
Deixe também seu blog, se tiver, que assim possível farei uma visita :)

Tecnologia do Blogger.