25 setembro 2018

Resenha #317: Professor Feelgood - Leisa Rayven

Título: Professor Feelgood
Título Original: ---
Autor: Leisa Rayven
Série: Masters of Love #2
Páginas: 492
Ano: 2018
Editora: Independente
Sinopse*: O que uma garota pode fazer quando um homem que tem inúmeros tons de errado se sente oh-tão-certo?
A ambiciosa editora de livros Asha Tate é uma romântica sem esperanças. Apesar de seu histórico medíocre com homens, ela acredita em desmaiar, suspirar e no amor eterno de verdadeiras almas gêmeas. Claro, sexo é bom, mas ela não é alguém que já foi impulsionado por seus desejos animais.
Até agora.
Quando Asha tropeça no escaldante Instagram feed de alguém chamando a si mesmo Professor Feelgood, ela cai no desejo pela primeira vez. Não só ela é deixada ofegante sobre o corpo insano do professor, mas sua poesia cheia de angústia sobre perder seu amor verdadeiro fala diretamente com sua alma.
Desesperadamente precisando de um best-seller para sua editora em dificuldades, Asha sabe que o potencial do professor de vender para seus milhões de seguidores leais pode ser a linha de vida de que seus chefes precisam. No entanto, a tinta é quase seca em um negócio de livro antes que ela perceba que ela cometeu um erro terrível. Claro, o professor é incrivelmente talentoso e mais sexy do que qualquer homem tem o direito de ser, mas o homem por trás da persona não é quem ela imaginou. Na vida real, ele é intenso, arrogante e irritante, e sua incrível capacidade de irritá-la transforma seu projeto dos sonhos em um pesadelo total.
Saber que o professor é tudo o que ela não quer em um homem deve ajudar Asha a ignorar seus impulsos ocasionais para montá-lo, mas ela rapidamente descobre que uma química explosiva e indesejada pode fazer pessoas inteligentes fazerem coisas estúpidas.


Se você não leu os livros e/ou resenhas anteriores, não se preocupe
Essa resenha é livre de spoilers

Professor Feelgood é o segundo livro da série Masters of Love. As histórias são independentes, mas seria bom ler na ordem bonitinho porque os personagens fazem parte do mesmo círculo. Aqui, a protagonista é Asha Tate, irmã de Eden (protagonista de Mister Romance).

Asha Tate trabalha numa editora chamada Whiplash Publishing. Determinada a conseguir a promoção dos seus sonhos, Asha precisa de uma história incrível e diferente para apresentar para seus chefes. Eis que entra o Professor Feelgood.

Professor Feelgood é o pseudônimo de um cara no Instagram que, nas legendas das suas fotos, posta poemas/poesias (nunca aprendi a diferença) sobre a mulher amada, seja a falta que ela faz na sua vida, seja a dor que ela causou quando foi embora, ou seja o quanto ele era feliz ao lado dela.

"Amar alguém é a coisa mais fácil do mundo. Fazê-los nos amar de volta é a parte difícil."*

Asha move mundos e fundos para convencer o Professor a assinar um contrato com eles, para publicar um livro inspirado nos poemas de suas postagens. Quando Asha conhece a pessoa por trás do pseudônimo, ela vai perceber que trabalhar com o Professor não vai ser tão fácil quanto imaginava, além de ter que enfrentar fantasmas do seu passado.

Conhecemos um pouco de Asha no livro anterior. Assim como Eden, ela é uma moça bem humorada, divertida, língua afiada e não leva desaforo pra casa. Mas, diferente de Eden, Asha é uma romântica incurável, que sonha em encontrar sua alma gêmea e viver aquele amor para o resto da vida. Enquanto isso não acontece, ela vai sonhando com o tal Professor Feelgood.

São as palavras dele que me matam. Suas palavras às vezes doces, às vezes tristes, sempre sexy sobre amor e perda parecem ignorar meu cérebro e falar diretamente para minha alma.*

Claramente eu não vou revelar a verdadeira identidade do Professor, mas devo dizer que ele virou crush antes mesmo de colocar um rosto ao sujeito. Para o mundo, ele parece ser um cara bem mal-humorado, introspectivo, mas em seu perfil como Professor Feelgood, ele escancara sua dor de perder a pessoa amada para todos verem. Eu devo dizer que, um cara que escreve o que ele escreve e não tem vergonha de chorar em público, vira crush automaticamente. Ou seja, o cara é um unicórnio.


Asha e Professor possuem um passado com lembranças boas e ruins. O que eu mais gosto na Leisa é como ela consegue equilibrar o engraçado com o drama nas suas histórias, e aqui não é diferente. A relação entre Asha e sua nova estrela da literatura é cheia de farpas, diálogos irônicos, atração e uma pequena lavagem de roupa suja para poderem seguir em frente. Juntando tudo isso, temos um casal com uma química maravilhosa.

"Amar você não é uma escolha. É quem eu sou."*

Temos também participações de Max, Nannabeth, Moby Duck e Eden. A amizade entre as duas irmãs é o que há de mais precioso na história, assim como a relação de ambas com sua avó. Moby Duck e Max seguem roubando as atenções e o meu coração.

"E depois houve o pobre e perfeito Peter que você largou porque ele se depilava".
"Ei, você não tem que olhar para as sobrancelhas perfeitas o tempo todo. Era desanimador como elas sempre estavam arqueados. E ele tinha zero cabelo abaixo da cintura. Quero dizer, vamos lá. Eu não me importo dos caras apararem lá, mas ele tirou tudo. Eu tentei ignorar isso, mas era como namorar o Ken."*

De personagens novos, temos Joanna e Serena. De início, eu fiquei meio assim com Joanna e suas histórias de white rich girl, mas com o tempo ela foi me conquistando por conta da sua amizade sincera e super apoio a Asha. Serena é aquele tipo de mulher sucedida que todas nós almejamos ser. Ela sabe ser rígida com Asha na hora certa, mas também sabe ser amiga da subordinada, acreditando e apoiando. Por favor, alguém dê um livro a essas duas mulheres. (E ao Toby também porque ele merece, esse anjo maravilhoso!)

Assim como em Mister Romance, a dita “crise” que sempre afeta o casal na reta final não é necessariamente focada no casal. Eu acho bem legal isso porque em 90% dos romances, sempre acontece algo que o casal se separa e depois voltam. Pelo menos até agora, não foi isso que aconteceu. Como no livro anterior, a problemática envolve algo fora da vida do casal que, de certa forma, acaba sendo afetado mas que não precisa um término para tudo se resolver.

“Nós tentamos ser inimigos. É uma merda. Nós tentamos ser amigos e isso não é suficiente. O que eu sinto por você não é mais platônico. É primitivo.”*

Professor Feelgood foi tão bom quanto seu anterior, deixando muitas saudades. Um terceiro livro já está a caminho e se chamará Doctor Love. E termino essa resenha com minha poesia favorita do Professor Feelgood.

"Se as pessoas fossem cores, então ela seria amarelo brilhante, como o sol.
Eu ficaria cinza como o céu antes de uma tempestade.
Mas sempre que eu estava com ela, era como se estivesse em pleno sol, brilhante e feliz.
Eu também era amarelo.
Eu gostava de ser amarelo.
Eu tentei ficar assim quando ela foi embora. Para manter sua luz dentro de mim.
Mas eu sempre fui feito de nuvens de tempestade e, eventualmente, ela desapareceu
e o cinza desceu novamente.
Às vezes, eu seguro minha mão até o sol
e o calor sempre me lembra de como costumava sentir
quando eu segurei seus dedos entre os meus"*

Resenhas anteriores
Livro 1 - Mister Romance

* Traduções feitas por mim

11 comentários:

  1. Oi Lu!
    KKKKKKKKKKKK MORTO COM ESSA DO CARA SER UM UNICORNIO KKKKKKKKKK JESUS!
    Quando vi a capa que tu postou no insta eu imaginei que era um pornozao kkkkkkk. Essas capas com esses titulos sempre me remetem a isso, mas ate que a sinopse e interessante. Claramente que essa Asha sou eu na vida, sendo Alice ao extremo Kkkkkkk.

    Abraços
    David
    http://territoriogeeknerd.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Oii Lu.
    Menina, voce acredita que até hoje ainda não li Mister Romance??
    Mas fico feliz em saber que tanto esse livro como o anterior foram bem elaborados a ponto de não precisarem seguir o clichê do genero.
    Se um dia eu ler espero gostar.
    Beijo.

    Blog: Fantástica Ficção

    ResponderExcluir
  3. Oi Lu
    eu ameeeei Mister Romance e qro muito esse livro
    suas resenhas sempre despertam minha curiosidade!

    Bjoooos
    muitospedacinhosdemim.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi Lu,

    Ganhei um panfleto da editora como inicio desse livro e parece ser bem interessante.
    Achei criativo da autora criar uma crush que escreve poesias no instagram e tem esse ar todo sexy.
    Bjs e uma boa semana!
    Diário dos Livros
    Siga o Instagram

    ResponderExcluir
  5. Oi Lu, pela resenha eu já acho que vou curtir, mas preciso ler o primeiro antes rsrsrs

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  6. Oi Lu! Li "Mr. Romance" esse ano e amei tanto a história, principalmente Max Riley, que fiquei super triste quando terminei o livro, mas quando fiquei sabendo que haveriam outros livros nessa linha comecei a dar pulinhos de alegria... e o que a tua resenha fez? Me levou a mais pulinhos de alegria, porque vou ADORAR essa história!!!! Ah, Leisa, porque faz isso conosco? Eu preciso ler esse livro e conhecer esse unicórnio, hahahahah, porque Max já foi apaixonante demais, quero ver o que esse querido professor reserva!
    Beijos
    http://espiraldelivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Amei a resenha. Fiquei ainda mais na vontade de ler. Amei os poemas certeza que vou gosta desss professor.

    ResponderExcluir
  8. Oi, Lu! Tudo bom?
    SOCORRO O CARA É UM UNICÓRNIO ASUHASUHUHASUHASUHASUHAS aparentemente não é o tipo de livro com macho babaca, então já tem um pouco da minha curiosidade e respeito. E se tem bom humor bem escrito, tem minha total atenção!
    Nunca li nada da Leysa, mas vou deixar anotado pra procurar essa série.

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  9. Oi, Lu
    Acho que vi que a Mari leu esse livro e também adorou. Eu fico muito animada quando tem continuação e nossos personagens favoritos aparecem de novo. Achei que a Asha ficava com alguém na França, não? Meio confusa aqui haha mesmo assim já quero ler!
    Beijo
    http://www.suddenlythings.com

    ResponderExcluir
  10. Oi, Lu

    Eu tenho Mister Romance em inglês, no Kindle, e em português que comorei na Bienal, mas nem li. É lerdeza que chama?
    Fui ver o preço do ebook e tá mais de 10, não pago mais que isso. Então quando surgir um cupom aí eu compro e tomo vergonha pra emendar as leituras.

    Beijos
    - Tami
    https://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  11. Oi, Lu!
    MENINA, eu ainda to tentando me segurar quando lembro do namorado da francês da Asha, senhor, que tiro hahahaha adorei sua resenha e só me deu vontade de ler o livro novamente hahaha
    Beijinhos,

    Galáxia dos Desejos

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita e volte sempre!
Deixe seu comentário/opinião; estou muito interessada e ele será respondido assim que possível.
Deixe também seu blog, se tiver, que assim possível farei uma visita :)

Tecnologia do Blogger.