14 junho 2018

Resenha #288: Jovens de Elite - Marie Lu (Rocco Jovens Leitores)

Título: Jovens de Elite
Título Original: The Young Elites
Autor: Marie Lu
Série: The Young Elites #1
Páginas: 304
Ano: 2016
Editora: Rocco Jovens Leitores
Sinopse: Bestseller do The New York Times com excelente repercussão entre público e crítica, Jovens de Elite é o primeiro de uma série de fantasia ambientada na era medieval e protagonizada por jovens que desenvolvem estranhas cicatrizes e poderes especiais ao sobreviverem a uma febre que dizimou boa parte da humanidade.
Entre eles está Adelina, que, após se rebelar contra o destino imposto a ela por seu pai, encontra um novo lar na sociedade secreta Jovens de Elite, vista por alguns como um grupo de heróis, por outros como seres com poderes demoníacos. Heroína ou vilã? Num mundo perigoso no qual magia e política se chocam, Adelina descobre o lado sombrio de seu coração.
Da mesma autora da aclamada trilogia Legend, Marie Lu, Jovens de Elite é o início de uma saga arrebatadora. Perfeita para fãs de histórias de fantasia medieval como Game of Thrones, com vilões dignos de Star Wars e X-Men.

 

Sou fã da Marie Lu desde a trilogia Legend. Seus livros são daqueles que eu vou de olhos fechados sabendo que não irão me decepcionar. Com Jovens de Elite foi assim.

Em um mundo que ainda se recupera de uma epidemia chamada febre do sangue, vive Adelina. Ela, assim como uma renca de jovens, foi vítima da doença, ficando com cicatrizes - não só físicas, mas também psicológicas como vemos no avançar da história. Os sobreviventes dessa febre do sangue são chamados de malfetto (malfetti no plural). Alguns malfetti, a febre do sangue deixou mais que cicatrizes e uma marginalização da sociedade; alguns adquiriram poderes e esses são chamados Jovens de Elite.

Depois de uma sequência de acontecimentos, Adelina descobre ser uma Jovem de Elite. À medida que ela vai aprendendo a dominar os seus poderes, ela se vê no meio de uma guerra travada entre a coroa e os Jovens de Elite, sem saber em quem realmente confiar e quais são seus planos.

Engraçado como sempre vemos nas fantasias a jornada do herói, mas não aqui. A jornada de Adelina é a jornada de uma anti-heroína quase beirando mesmo a vilania e Marie Lu deixa isso claro desde o começo. É bastante claro que os poderes de Adelina se alimentam da raiva e ódio que ela carrega dentro de si e vice-versa. A pessoa que ela mais se importa no mundo é sua irmã Violetta, mas ainda assim vemos um ressentimento dela em relação à irmã.


Confesso que achei Adelina bem porre no começo. Porre do tipo chata mesmo, toda cheia de mimimi, segredinhos e logo se apaixonando pelo seu salvador da pátria. Ao longo da história, vemos Adelina tomar decisões que irão acarretar em sérios acontecimentos, marcando assim o início de sua verdadeira jornada. Porém, ainda fiquei esperando aparecer aquela Adelina badass que todo mundo comenta e tanto venera. Espero que não demore muito a aparecer.

Os personagens secundários foram bem importantes para a história. De certa forma, eles ajudaram a moldar Adelina, seja de forma positiva ou negativa. De todos, eu gostei muito do Rafaelle e sua bússola de moralidade. Teren é um personagem que ainda vai dar um tanto de trabalho e prevejo algo nada agradável no seu futuro por conta dessa obediência cega à rainha.

O livro é quase todo narrado por Adelina em primeira pessoa, mas temos alguns capítulos narrados por Rafaelle, Enzo e Teren em terceira pessoa. A escrita da Marie Lu é bem direta, sem rodeios, mas ao mesmo tempo super envolvente e viciante. Como vi em muitas resenhas, não é a história mais original do mundo, mas a autora consegue te prender.

Porém, teve um detalhe que não me deixou dar escândalo para o livro: a ambientação. Eu já sou acostumada com a narração da Marie Lu, sei que ela não se demora muito em descrições e afins, mas aqui isso deixou um pouco a desejar. Vamos sabendo sobre os malfettos, febre do sangue, Jovens de Elite e afins em informações contadas por Adelina, mas tudo muito jogado. Outro detalhe que faltou aprofundamento é justamente o mundo que se passa a história. Informações sobre os reinos também são jogadas na história por outras pessoas e eu fiquei meio perdida em certos momentos.

Jovens de Elite foi um livro bom, que cumpriu seu papel introdutório nessa trilogia que tanto promete. Com o gancho do final da história, eu estou com expectativas lá em cima para Sociedade da Rosa.

16 comentários:

  1. Oie
    Eu adoro os livros da Marie Lu e ainda não tinha prestado atenção nesta série. Gostei do enredo e fiquei curiosa para conhecer os livros. Mesmo com suas ressalvas a história parece ser boa.

    Beijinhos
    https://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Oi, Lu
    Já ouvi falar muito desse livro mas não tenho interesse em ler. Eu sou muito fácil pra detestar personagens principais se elas forem chatas demais, e acho que Adelina já estaria na minha lista negra.Beijos!
    http://www.suddenlythings.com/

    ResponderExcluir
  3. Oiii!
    Eu já vi essa capa circulando por aí, mas confesso que nunca me interessei muito para ler. A história, vendo agora por sua resenha, parece realmente ser boa! Os Delírios Literários de Lex

    ResponderExcluir
  4. Oie Lu =)

    Tenho curiosidade em ler os livros da Marie Lu, pois sempre leio boas resenhas das obras dela. Mas com tantas séries para acompanhar, fica difícil acrescentar mais uma a lista gigante rs...

    Beijos ;***
    Ane Reis. | Blog My Dear Library

    ResponderExcluir
  5. Oiii Lu

    Realmente a Marie Lu peca um pouco na ambientacão... uma pena porque Os Jovens de Elite tinah tudo pra nos trazer um universo bem interessante, mesmo assim acho esse livro maravilhoso, justamente por Adelina ser tão contraditória, alternando entre bem e mal, ela é uma incógnita até o fim. Eu pretendo ler a ultima parte, Estrela da Meia noite este mês, espero que seja um bom desfecho.


    Beijos


    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  6. Oi, Lu!

    Gostei muito da escrita da autora em Warcross e vejo muitos elogios à Jovens de elite. Adorei sua resenha e saber mais da história e pretendo conferir a obra em breve! De fato não é lá algo extremamente original, mas que a história tendo potencial, prende fácil a atenção.

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Oi Lu! Eu não acompanho essa série, mas todo mundo adora a autora e essa tal de Adelina, tanto que tenho vontade de ler só por causa dessa personagem rsrsrs

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  8. Oi Lu! Eu não li Legend, comecei a ler Marie Lu por esta série e adorei cada um dos livros. Eu gosto muito do Raffaelle. A Adelina é uma coisa ruim, se prepara que é no próximo livro que ela mostra as garras. Bjos!!!

    ResponderExcluir
  9. Oi Lu!
    Eu me surpreendi muito com essa trilogia, não vou mentir. Quando me arrisquei a ler esse primeiro livro eu nem tinha lido nada da autora e nem a sinopse desse. Só sabia que se tratava de uma fantasia e achava as capas lindas. Bem, nada de decepção. Eu acho q a Marie Lu trabalhou bem demais os elementos da trama, principalmente quando se leva em conta que ela faz você simpatizar, mesmo que não seja toda hora, com uma vilã, porque a Adelina é isso. Eu gostei pacas <3 Ansioso é pra me arriscar em Legend.

    Abraços
    David
    https://territoriogeeknerd.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Oi, Lu!
    Depois de Legend, essa autora me deixou piradinha para ler os outros livros dela hahaha
    Eu tenho visto algumas pessoas falando dessa série e quero dar uma chance. Parece ser ótima também.
    Beijinhos,

    Galáxia dos Desejos

    ResponderExcluir
  11. Oi, Lu

    Gostei da personagem beirar quase a vilania. Nunca li nada da autora, mas a trilogia Legend está na minha TBR há 84 anos.
    E que pena que a ambientação deixou a desejar dessa vez...

    Beijos
    - Tami
    https://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  12. Oi, Lu! Tudo bom?
    Eu gosto da Adelina exatamente por ela ser um porre :v bem anti-heroína filha da p&%%$ mesmo que não tá nem aí com nada além dela e do poder. BEM CHAOTIC MINHA FILHA ASJKFUOBGABASGUOBGO
    Quero saber o que tu vai achar o Magiano meu bebezão precioso <3
    Essa saga dela é bem mais sucinta no quesito descrição/ambientação. Também senti um pouco de falta disso quando li o 1, mas depois me acostumei com o estilo.

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  13. Oi, Lu! Tudo bem?

    Eu acho que foi aqui que já ouvi você falar desta autora (não sei por alguma resenha ou por algum post de indicação), mas me lembro de você falando bem dela. Justamente por isto tenho muita curiosidade em conhecer a escrita da autora e por mais que eu não esteja numa vibe de livros com gêneros deste tipo, fiquei bem interessada, principalmente por você dizer que ela é uma anti-heroína, mas me incomodou saber que ela se apaixona já de cara (não gosto disso).
    De qualquer forma, me interessei muito, e espero lê-lo e gostar tanto do trabalho da autora quanto você gostou.

    Beijos,
    Magia é Sonhar

    ResponderExcluir
  14. Oi Lu, sua linda, tudo bem?
    Eu fui a um evento em que essa trilogia foi apresentada. Achei muito interessante, pois o primeiro original não foi aceito pela editora, eles pediram para ela reescrever justamente sob o ponto de vista da protagonista e colocando ela como alguém má. Ainda não li Legend, acredita? Mas quero ler as duas trilogias. Adorei sua resenha!!! Saudades de vir aqui!!! Estou voltando aos pouquinhos depois da minha recuperação. Tive que diminuir o ritmo.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Oi Lu!

    Então, esse livro já está na minha lista de desejados e admito que esperava que seria mais surpreendente do que parece ser.
    Gostei que vai contar a história de uma quase anti-heroína/vilã, porque nunca li nada parecido com isso.
    Espero que a sequencia seja mais emocionante e ganhe nota máxima.

    Beijos
    http://espiraldelivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  16. Oi Lu!
    Ainda não li nenhum livro dessa autora mas tenho vontade. Pena que justo a protagonista é chatinha.

    Beijos,
    Sora | Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita e volte sempre!
Deixe seu comentário/opinião; estou muito interessada e ele será respondido assim que possível.
Deixe também seu blog, se tiver, que assim possível farei uma visita :)

Tecnologia do Blogger.