01 maio 2018

Resenha #275: Império de Tempestades - Sarah J. Maas (Galera Record)

Título: Império de Tempestades
Título Original: Empire of Storms
Autor: Sarah J. Maas
Série: Throne of Glass #5
Páginas: 364/322
Ano: 2017
Editora: Galera Record
Sinopse: (Tomo 1) Antes de serem traídos pelo atual rei, os Galathynius reinaram em Terrasen por séculos. E agora Aelin deseja recuperar a coroa e voltar a seu trono de direito... Mas o caminho até lá é longo e sinuoso. Amigos serão perdidos, lealdades serão quebradas e alianças inesperadas surgirão. Com a vida e poder jurados ao povo que está determinada a salvar, a antiga assassina, conhecida como Celaena Sardothien, colocará a própria segurança em risco para proteger os seus. Mas a única salvação está numa relíquia enterrada nas ruínas de um velho pântano.
(Tomo 2) Aelin Galathyius sobreviveu a prisão, à perda de amigos e amores, às traições. Agora deve vencer seu maior medo para salvar o mundo. Com a vida e poder jurados ao povo que está determinada a salvar, a antiga assassina, conhecida como Celaena Sardothien, colocará a própria segurança em risco para proteger os seus. Mais que nunca, Aelin precisa de Rowan, de Dorian e de todos os aliados para conseguir descobrir a localização da relíquia sagrada capaz de banir de seu mundo a ameaça valg e os horrores libertados em Morath. Chegou a hora de levantar os exércitos de Erilea. De cobrar velhas dívidas... é hora de marchar contra o mais supremo dos males. E confiar na pureza de seu coração para trazer a luz.


ATENÇÃO! Se você não leu os livros e/ou resenhas anteriores, pode conter spoiler

Começo essa resenha falando com tranquilidade que Império de Tempestades virou meu livro favorito de toda essa série.

Primeiro vou falar do que não gostei e isso tem o nome de Rowaelin. Não que eu não goste dos personagens. Gosto da Aelin e também gosto do Rowan, mas os dois a quilômetros de distância um do outro. OK, dona Sarah, você quer colocar romance? Ótimo, mas saiba o tempo, tá legal? Por muitas vezes me incomodou bastante umas melações entre os dois em tempos e lugares desnecessários. Tipo, gente, a guerra tá comendo lá fora e vocês só querendo se comer??? Prioridades nessa vida… Houve duas cenas específicas que eu fiquei bem wtf is going on porque realmente não cabia no clima e sentimento dos acontecimentos anteriores.

Fora esse pequeno desabafo do parágrafo anterior, que livro, senhores!!! Acho que eu não tinha ficado animada com nenhum livro dessa série como fiquei com esse. Começava a ler e não queria parar de jeito algum. A história está mais ágil, as cenas de batalhas são incríveis e muito bem escritas. Além disso, temos altas revelações e participações de personagens maravilhosos. Os capítulos finais são de deixar qualquer um devastated feat altos tiros feat para o mundo que eu quero descer!!!!

Por personagens maravilhosos, vamos começar falando do mais novo dono e proprietário do meu coração, Dorian motherfucker Havilliard. Quem viu o Dorian láááá nos primórdios da série nunca iria imaginar a volta que o mundo dá e como o personagem estaria agora. Depois de tudo que meu bebê passou em Rainha das Sombras, nada mais justo ele ser o personagem mais poderoso atualmente dessa série #falocomtranquilidade. Fora que gostei de saber mais sobre a sua magia, já que havia sido pouco explorada nos livros anteriores.

Ainda falando nos machos, acho que o mais apagadinho é o Aedion. Eu curto o personagem; acho que ele traz um equilíbrio à impetuosidade da Aelin, mas com tanta gente nesse livro, acho que a Sarah esquece de dar um pouco de espaço pra ele. Ainda mais que nesse livro temos mais três machos feéricos compartilhando a cena: Lorcan, Fenrys e Gavriel (sendo esses dois últimos impossíveis para euzinha distinguir)


Agora sim vamos falar da parte que importa: o mulherio que manda nessa bagaça toda.

No livro passado, fomos apresentados a Elide. Apesar de se mostrar uma mulher de estrutura frágil, agravado ainda por sua deficiência, a lady de Perranth compensa na inteligência, determinação e raciocínio rápido. É muito gratificante e maravilhoso acompanhar o arco de crescimento da Elide nesse livro. Ela está determinada a encontrar Aelin e não vai deixar que nada e nem ninguém interfira no seu caminho.

Claramente, dona Sarah casamenteira colocou Lorcan em seu caminho e as interações dos dois são no mínimo cheias de farpas e engraçadas. Elide já passou por tanta coisa na vida que não vai ser um simples macho feerico que vai fazer ela tremer nas bases do medo. Mas já em outras…

Outra personagem que tem um desenvolvimento incrível é Manon. Altas tretas e revelações rodeiam a personagem e me fizeram entender porque ela é uma das preferidas dos fãs. Aelin e ela batem muito de frente justamente por terem a personalidade forte, mas no estado que se encontra, Manon sabe quais batalhas lutar e uma contra a rainha de Terrasen não é uma delas.

Claro que eu não poderia deixar de falar de Lysandra. Ressuscitada das cinzas no livro anterior, Lysandra foi responsável por uma das melhores sequências que já li em toda a série. Eu fiquei com o coração (e outras partes) na mão, morrendo de medo pela personagem. Eu fiquei tão envolvida em tudo que nem percebi que três capítulos haviam se passado.

Voltando a dona Sarah casamenteira, vemos casais se formando a torto e a direito nesse livro. Diferente do que aconteceu com Aelin e Rowan, ela soube desenvolver e nos convencer do lance entre cada um. Tanto que podemos distinguir o sentimento primário que ocorre em cada um deles, o que não aconteceu com Aelin e o príncipe feérico. Eu sempre vou ficar com a sensação de que a Sarah pulou uma etapa entre os dois, mas vida que segue, ne nom…

Agora um pronunciamento que eu tenho que tirar de mim, mas que pode ser considerado spoiler. Então, se quiser, podem pular o próximo paragrafo.

Socorro o que foram as cenas entre Manon e Dorian??? Misericórdia, Nossa Senhora dos Ships!! A química entre os dois jorrava das páginas, as interações… Gente do céu, fazia tempo que eu não me topava com um ship tão quente em uma série de fantasia. E é desse mesmo jeitinho que eu espero que ocorra meu Nessian. Não aceito menos, dona The Monha!!!

Com certeza as melhores cenas de ação da série se encontram nesse livro. Todas muito bem escritas e vistas de vários pontos de vista (dá vontade, né ACOWAR?), fazendo com que você se sinta presente no momento, sofrendo e torcendo junto. Os capítulos finais são de tirar o fôlego porque é uma sequência de tiro, porrada e bomba. Mesmo eu sabendo de altos spoilers da história, eu não estava preparada para tudo isso.

Alguns dias atrás, a autora anunciou o título do último livro da série. Vamos ver o desfecho (até agora) da história de Aelin em Kingdom of Ash (Reino de Cinza, em tradução literal), com previsão de lançamento internacional previsto para outubro desse ano. Enquanto isso não acontece, eu vou me entretendo com os acontecimentos do meu filho Chaol em Torre do Amanhecer Raiar do Sol Alvorecer.

Ao final de Império de Tempestades, eu tive a certeza que a melhor coisa não foi largar a série depois de Coroa da Meia-Noite, pois a partir daí eu só tive surpresas e empolgação a cada livro.

Resenhas anteriores
Livro 1 - Trono de Vidro (Throne of Glass)
Livro 1.5 - A Lâmina da Assasina (The Assasin's Blade)
Livro 2 - Coroa da Meia-Noite (Crown of Midnight)
Livro 3 - Herdeira do Fogo (Heir of Fire)
Livro 4 - Rainha das Sombras (Queen of Shadows)

11 comentários:

  1. Oi Lu,
    Não li porque acabei de comprar o livro 1 e vou ler em breve!!!!
    Estou ansiosa, a Sarah J Mass está me prendendo nos seus livros e olha que eu nem sou uma grande fã de fantasia, rs.
    Beijos
    https://estante-da-ale.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oiii Lu

    Eu larguei a série já no primeiro livro, não gostie de Trono de Vidro nadinha e depois de ler resenhas decepcionantes de Coroa da meia noite acabei desistindo de vez. Não descarto um dia retomar a saga pra ver se melhora, mas por enquanto quero começar a outra série da autora, que pra mim talvez funcione melhor.

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  3. Confesso que fiquei um pouco confusa, mas, é que não conheço essa série. Isso não deixa de me aguçar a curiosidade, rs. Gostei!

    Beijoooo ❤️

    ResponderExcluir
  4. me perdoe não vou ler a resenha, pois o livro está na minha lista e não quero spoilers, preciso de tempo para começar a ler :)
    http://blogradioactive.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi Lu!
    Eu também to mega ansioso pelo desfecho, embora tenha medo dela cagar devido ao tanto de coisa que ficou faltando fechar nesse livro. Império de Tempestades é espetacular e eu espero um ritmo muito melhor que esse no proximo que vai ser o último.
    Sobre Rowalin, nem é gente. Ignora. Eu passei batido no romance desses dois. Ninguém merece. Agora DORIAN E MANON. NOSSA QUE HINO! MELHOR PARTE DESSE LIVRO EVER. SO VEM MEU SHIPPER!

    Abraços
    David
    http://territoriogeeknerd.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi, Lu!

    Ainda não li a série, mas pela sua resenha bem escrita e detalhada e repleta de elogios, imagino que esse volume seja tão bom quanto os anteriores hahaha

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Ahhh Lu como eu leio spoiler adorei a nossa senhora dos ships rsrsrsrs Eu não acompanho a série como vc sabe, mas vc ainda vai me fazer ler o primeiro livro rs

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  8. Oi
    eu ainda não li nada da autora e tenho vontade, sempre falam mega bem dessa série, que bom que gostou desse, apesar do romance ter acontecidos no momento que não devia, ainda quero ler os livros;

    http://momentocrivelli.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Oi, Lu
    Acho que vi você comentando sobre esse livro no stories, ou foi outro? Agora fiquei confusa. Só li um livro da autora até agora e não animei muito de ler outros, mais pelo gênero mesmo porque a escrita dela é muito boa.
    Beijos
    http://www.suddenlythings.com/

    ResponderExcluir
  10. Não conhecia, porém espero ler em breve :)

    a-cacheada.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Oi, Lu

    Então, pulei a resenha porque, dependendo da minha experiência com Corte de Espinhos e Rosas, vou partir pra Trono de Vidro.
    Que bom que foi bom não abandonar, podia fazer a mesma coisa com A Rainha Vermelha! Hahahahaha

    Beijocas
    - Tami
    http://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita e volte sempre!
Deixe seu comentário/opinião; estou muito interessada e ele será respondido assim que possível.
Deixe também seu blog, se tiver, que assim possível farei uma visita :)

Tecnologia do Blogger.