11 maio 2018

Música #23: Foster The People


Que tal conhecer um pouco mais sobre esse meu novo antigo (ou seria antigo novo) vício chamado Foster The People?

Foster the People é uma banda americana de indie pop formada em Los Angeles, Califórnia, em 2009. Atualmente é composto pelo vocalista Mark Foster, o guitarrista Sean Cimino, o tecladista Isom Innis e o baterista Mark Pontius.

Foster fundou a banda em 2009, depois de passar vários anos em Los Angeles como um músico em dificuldades e trabalhando como um escritor de jingle comercial. Depois que a música de Foster "Pumped Up Kicks" se tornou um sucesso viral em 2010, o grupo recebeu um contrato de gravação da Startime International e ganhou uma base de fãs através de pequenos shows e aparições em festivais de música. Depois de lançar seu álbum de estreia, Torches, em maio de 2011, "Pumped Up Kicks" se tornou um hit de crossover na rádio comercial em meados de 2011 e eventualmente alcançou o número três na Billboard Hot 100. O disco também contou com os singles "Helena Beat" e "Don't Stop (Color on the Walls)". O grupo recebeu três indicações ao Grammy Award para Torches e "Pumped Up Kicks".

Mark Foster (nascido em 29 de fevereiro de 1984 em San Jose, Califórnia) graduou-se no Nordonia High School nos subúrbios de Cleveland, Ohio, onde foi reconhecido como um estudante talentoso e participou do coro infantil da Orquestra de Cleveland. Foster é um fã de The Beach Boys desde os 5 anos, afirmando em uma entrevista à revista Beat que "The Beach Boys foi a primeira banda que eu ouvi quando era criança que realmente despertou algo em mim. Eu me lembro de andar em o carro com meus pais e "I Get Around" tocou no rádio e apenas ressoou ".

Com o incentivo de seu pai, Foster mudou-se com seu tio em Sylmar, Los Angeles, Califórnia, para seguir uma carreira na música. Foster trabalhou em vários empregos e, à noite, participou de festas em Hollywood para expandir sua rede social. Ele disse: "Eu me senti como um Hunter S. Thompson de 18 anos. Eu estava mergulhando nesta subcultura de Hollywood Hills e tendo tudo isso. Eu não tinha vergonha de levar meu violão para uma festa. Eu queria ser o centro das atenções. " Ao mesmo tempo, ele alojou-se com o ator Brad Renfro. Foster lutou contra o vício em drogas durante seus primeiros anos em Los Angeles, dizendo: "Ficou muito escuro. Meus amigos pensaram que eu ia morrer. Eu estava cego para isso. Quando eu tinha 19 anos, chegou a um ponto onde eu disse: 'Chega é o suficiente' ... Eu vi que o tempo estava passando por mim. Eu não estava sendo produtivo. "

Várias tentativas de fundar uma banda não tiveram sucesso. Depois de completar 22 anos, ele diz que foi contatado pela Aftermath Entertainment sobre mostrar seus talentos musicais, mas a oportunidade acabou perdendo. Nos anos seguintes, Foster esperava mesas em um café enquanto lidava com o bloqueio de escritor, mas permaneceu em Los Angeles depois de conseguir um emprego como escritor de jingles comerciais para a Mophonics em 2008. Ele disse sobre a profissão: "Eu definitivamente aprendi do ponto de vista comercial o que funciona", e ele creditou isso revivendo sua confiança na performance. A música que Foster escreveu abarcou uma ampla gama de gêneros, mas ele teve dificuldade em conciliar suas composições ecléticas. Ele explicou: "Eu escreveria uma música e seria uma música de hip-hop. Eu escreveria outra e seria muito eletrônica. Outra seria como uma música espiritual, e outra seria uma clássica canção de piano. Eu estava constantemente tentando juntar esses elementos. Eu levei seis anos para fazê-lo." Ele ainda queria fazer parte de um grupo; refletindo sobre uma residência que ele fez em um local tocando música eletrônica, ele disse: "Era só eu e um laptop. Realmente, foi terrível. Eu sabia que precisava de uma banda."

Foster the People nasceu de uma relação nascente com o baterista Mark Pontius, um estudante de cinema que deixou seu grupo Malbec em 2009 para fundar uma banda com Foster. Pontius ficou impressionado com o número e a diversidade de músicas que Foster escrevera até aquele momento, dizendo: "Alguns estavam no violão, e alguns estavam no computador. Mas foi essa coisa realmente incrível de cantor e compositor com uma batida enganosa". e senti que poderíamos ir aonde quiséssemos com isso ". O grupo adicionou um baixista, o amigo de longa data de Foster, Cubbie Fink, que perdeu o emprego em uma produtora de televisão durante a recessão. Mark Foster nomeou originalmente a banda Foster & the People, mas as pessoas ouviram-no como "Foster the People". Eventualmente, ele levou para a imagem carinhosa que evocava de "cuidar" das pessoas, então o nome ficou.

Depois que Foster the People assinou seu contrato com a gravadora, Kredel disse: "O foco era parar tudo e não trabalhar em qualquer marketing ou turnê, mas fazer um álbum que apoiasse 'Pumped Up Kicks'". o grupo a se movimentar e não apressar um álbum que lucraria com a popularidade da música. Isaac Green da Startime disse: "Você não pode controlar tudo, mas pode ser meticuloso com a música". De julho a setembro de 2010, o grupo escreveu um novo material que apareceria em seu álbum de estréia, e escolheram Paul Epworth, Rich Costey e Greg Kurstin para co-produzir o disco com Mark Foster. Em setembro, "Pumped Up Kicks" foi lançado como single de estréia do grupo.

Começando em julho de 2010, o canal Alt Nation da rádio via satélite Sirius XM começou a tocar Pumps Up Kicks, seguido por muitas estações de rádio alternativas, incluindo as estações terrestres de Los Angeles KROQ-FM e KYSR em janeiro de 2011. Mark Foster credita a estreia no Sirius XM com o sucesso da canção, dizendo: “Alt Nation tocou nossa música antes de qualquer outra tomada de rádio no país.” Em 29 de janeiro, a música estreou na Billboard e uma semana depois, estreou na tabela Alternative Songs. Em maio, a faixa estreou no número 96 na Billboard Hot 100, e no final daquele mês, o grupo lançou seu primeiro álbum de estúdio, Torches. O sucesso de "Pumped Up Kicks" e aparições em muitos talk shows noturnos, incluindo Last Call com Carson Daly, The Tonight Show, Jimmy Kimmel Live !, e The Late Late Show com Craig Ferguson, ajudaram a estreia do álbum no número oito. na Billboard 200. Para promover o álbum, o grupo realizou uma turnê nos Estados Unidos e na Europa durante grande parte do segundo semestre de 2011, com a maioria das datas esgotadas. No momento em que o grupo fez uma pausa em dezembro, eles fizeram uma turnê por 10 meses consecutivos.

No Brit Awards de 2012, Mark Foster disse que o segundo álbum do Foster the People seria lançado em 2013. Em junho de 2013, a banda tocou no Firefly Music Festival - bem como em um show secreto no The Troubadour em Los Angeles, tocando quatro novas músicas: "A Beginner's Guide To Destroying The Moon", "Pseudologia Fantastica", "Fire Escape", e "Coming of Age". Seu segundo álbum deveria ser lançado em novembro de 2013, mas a Columbia decidiu adiar o lançamento até janeiro de 2014 porque eles "não queriam que eles estivessem tropeçando em um hurtle muito intenso como aquela competição do quarto trimestre. O disco é tão bonito que nós não queria arriscar a possibilidade de perdê-lo na correria ". Foster disse à Rolling Stone: "Este disco ainda tem a alegria que nosso primeiro álbum fez, mas foi jogado em um buraco e forçado a dançar entre os lobos". Foster disse que o novo álbum, que é "mais orgânico e mais humano", será lançado no início de 2014. Foster também disse à Rolling Stone que, "No primeiro disco, eu estava olhando para a minha visão para o projeto através de um pedaço de vidro opaco", e que o próximo álbum será "uma imagem mais clara do que eu tive na minha cabeça". quando se trata dessa visão ".

O primeiro single, "Coming of Age", foi lançado digitalmente em 14 de janeiro de 2014. O segundo álbum de estúdio do grupo, Supermodel, foi lançado em lojas digitais em 18 de março de 2014. O álbum foi seguido por mais três singles ("Best Friend", "Pseudologia Fantastica" e "Are You What You Want Be?") E uma peça extensa intitulada Spotify Sessions, que incluiu versões gravadas de cinco músicas de seu álbum.

Em 9 de outubro de 2016, Foster the People tocou no Rocking the Daisies Music Festival, tocando três novas músicas de seu terceiro álbum de estúdio: "Lotus Eater", "Doing It For The Money" e "Pay the Man". Em 5 de abril de 2017, a banda anunciou uma turnê mundial programada para começar no verão. Em 27 de abril de 2017, a banda lançou um EP, III, composto de três músicas de seu terceiro álbum de estúdio ("Pay the Man", "Doing It For The Money" e "SHC"). Com este lançamento, foi anunciado que seu próximo álbum completo seria lançado em junho ou julho. Esta também foi a primeira gravação do grupo, pela qual músicos de turnê, Isom Innis e Sean Cimino, foram atribuídos como membros oficiais. Em 13 de junho, a banda anunciou o título e o tracklist do terceiro álbum Sacred Hearts Club, que foi lançado em 21 de julho. A banda terminou o primeiro mês de 2018 tocando ao vivo na região do Pacífico asiático. Em março de 2018, a banda forneceu os vocais em "Ride or Die" de The Knocks.

Quando conheci Foster the People, lembro que o álbum de estreia deles foi um dos mais escutados naquele ano. Então veio o segundo e eu achei ele um desserviço. Ano passado eles lançaram mais um e eu viciei novamente. Dia desses no serviço, achei um show deles em Lollapalooza da vida e voltei a me viciar. O vício voltou com tudo porque até o segundo álbum (aquele que achei ridículo) eu não acho mais tão ruim assim e pelo menos uma vez no vida eu ouço o novo single deles. Agora estou aqui, na espera, torcida e aposta de que eles vêm pra cá no Lollapalooza do ano que vem. Enquanto isso, tem uma listinha aqui das minhas favoritas ever:
- Houdini
- Don't Stop (Color on the Walls)
- Sit Next to Me
- Doing It for the Money
- Pay the Man
- Helena Beat
- Waste
- Are You What You Want to Be?
- Loyal Like Sid & Nancy
- Best Friend
- Coming of Age
- Lotus Eater
- I Love My Friends

- Música favorita - Houdini (faixa 7 do álbum Torches)


- Primeira música que ouvi - Pumped Up Kicks (faixa 2 do álbum Torches)


- Último clipe lançado - Sit Next to Me (faixa 3 do álbum Sacred Hearts Club)


Álbuns
- Torches (2011)
- Supermodel (2014)
- Sacred Hearts Club (2017)

EPs
- Foster The People (2011)
- Spotify Sessions (2014)
- III (2017)

Singles
- Pumped Up Kicks
- Helena Beat
- Call It What You Want
- Don't Stop (Color on the Walls)
- Houdini
- Coming of Age
- Pseudologia Fantastica
- Best Friend
- Are You What You Want to Be?
- Doing It for the Money
- Loyal Like Sid & Nancy
- Sit Next to Me

Fonte: Foster the People

7 comentários:

  1. Olá, Luiza.
    Só para variar não conhecia eles hehe. E confesso que não faz muito meu estilo não. Não gostei da voz do vocalista, pelo menos nesses vídeos que você colocou ai na postagem hehe

    Prefácio

    ResponderExcluir
  2. nossa que delícia ver esse post por aqui! vou por tds essas musicas pra tocar agora pq adoro a banda!

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  3. Oi, Lu!

    Confesso que a única música que sou mais chegada deles é Pumped up kids, imagino que a mais famosinha deles, mas adorei conhecer um pouco mais da banda!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Conheço algumas músicas deles, mas não são bem o género que gosto de ouvir, apesar de gostar de algumas =)

    MRS. MARGOT

    ResponderExcluir
  5. Oi, Lu!
    Eu nunca ouvi falar da banda mas eu adoro uma bandinha indie, com toda certeza vou ouvir. Tomara que eu curta a vibe <3
    Beijos

    http://www.suddenlythings.com/

    ResponderExcluir
  6. Oi Lu, eu não conheci a banda, mas vc sabe que ando morta pra musica atual kkkkk eu ouvi os clipes que vc postou e gostou do som!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  7. Oi, Lu! Tudo bom?
    Help que eu não conhecia essa banda, mas curti MUITO Sit next to me. Vou procurar mais sobre esses moços, com certeza, tô sempre aceitando sugestão pra atualizar minha playlist de velhinha UHUHASUHASUHASUHASUHAS

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita e volte sempre!
Deixe seu comentário/opinião; estou muito interessada e ele será respondido assim que possível.
Deixe também seu blog, se tiver, que assim possível farei uma visita :)

Tecnologia do Blogger.