02 fevereiro 2018

Filme #33: Maze Runner - A Cura Mortal


Título Original: Maze Runner - The Death Cure
Sinopse: No terceiro filme da saga, Thomas (Dylan O' Brien) embarca em uma missão para encontrar a cura para uma doença mortal e descobre que os planos da C.R.U.E.L podem trazer consequências catastróficas para a humanidade. Agora, ele tem que decidir se vai se entregar para a C.R.U.E.L e confiar na promessa da organização de que esse será seu último experimento.
Elenco: Dylan O'Brien, Kaya Scodelario, Thomas Brodie-Sangster, Giancarlo Esposito, Rosa Salazar, Aidan Gillen, Walton Goggins, Ki Hong Lee, Will Pouter, Patricia Clarkson, Dexter Darden, entre outros
Duração: 142min
Roteiro: T.S. Nowlin
Produção: Wyck Godfrey, Marty Bowen, Joe Hartwick Jr.
Direção: Wes Ball


Depois de muito tempo de espera, eis que a saga Maze Runner chega ao fim. Passou-se tanto tempo que eu até desisti de ler o último livro #shameonme Então, fui pro cinema só com meu conhecimento mesmo de espectadora de adaptação e digo que foi um FILMÃO DA PORRA.


A melhor coisa desse filme é o ritmo constante de tiro, porrada e bomba. É adrenalina e emoção do começo ao fim, com muitas e muitas cenas de ação e explosão. Então, claramente eu amei demais porque né.. vocês já sabem que amo muito de paixão. OK que teve umas duas cenas que achei um tanto forçadas na barra que é gostar de adaptações, mas isso a gente releva.

Eu vi alguns comentários sobre furos na história. Particularmente, eu achei que fechou bem o que foi apresentado. O primeiro filme foi bem fiel ao livro; já o segundo foi para uma linha que me deixou ???? quando fui assistir. Não sei esse filme ficou fiel ao livro, mas pra mim ele fechou bem todas as pontas.

Claramente eu não podia deixar de falar do meu mozão Dylan O'Brien. Não tenho nada a reclamar; é só um comentário para exaltar o quanto amo esse homem num personagem badass. (Motivo pelo qual assisti aquela bomba chamada American Assassin) (Tão bomba que nem me dei o trabalho de aprender o nome em português) Meu amor pelo Dylan começou lá em Teen Wolf; tanto que só continuei a série só por causa dele. Na época, eu assisti tudo quanto foi filme que ele participou até chegar em Maze Runner. Thomas foi o primeiro personagem dele que não achei com alma de Stiles. Comentário nada a ver, mas eu tenho certeza que esse menino vai longe.


Outro parágrafo para exaltar Brenda (Rosa Salazar) aka mulherão da porra. Eu já gostava da personagem no livro/filme passado e aqui meu amor continua. Eu só queria que ela tivesse um pouco mais de destaque, mas ok. Gosto muito do relacionamento pai e filha entre ela e o Jorge (Giancarlo Esposito).


Desde o primeiro livro, eu sempre tive um pé atrás com a Teresa (Kaya Scodelario) e tudo foi confirmado no livro/filme anterior. Eu sou daquele tipo de pessoa que odeia um personagem, mas também dou uma de psicóloga e tento entender o que se passa em sua mente. Achei interesse mostrar um lado tanto arrependido da Teresa assim com lados desesperados e frustados pelo fulgor se espalhar, como em Janson (Aidan Gillen) e Ava (Patricia Clarkson).

Tanto Teresa quanto o resto da WICKED faz o que faz visando um bem maior. É aquela "matar mil para salvar milhões". Certo isso? Claramente que não. Então entra aquela questão, até onde a humanidade está disposta a ir para salvar a própria humanidade? Fica aí o questionamento.


Claramente, nem só de tiro, porrada e bomba vive A Curta Mortal. Também temos mortes - algumas desejadas e outras nem tanto - assim com a volta dos que não foram. Não vou mentir que eu nem lembrava mais de um certo personagem, mas sua volta foi mais do que produtiva. Já quanto às mortes.. Nossa, teve uma que eu pensei que nunca ia chegar. Eu só ficava DIE, DIE, DIE!!!!! e nada. Até que veio, de uma forma bem dramática até e fazendo algo produtivo.

Eu poderia ter dado escândalo para o filme, mas tirei meio gatinho por conta da reta final. Repito mais uma vez novamente e de novo, não li o livro, mas senti que a sequência final foi um tanto prolongada. Por umas três vezes achei que o filme ia terminar, mas não.

No fim das contas, valeu a pena esperar esse tempo todo pelo filme. Fechou bem toda a saga, sem decepcionar.


Considerações finais
- Eu e minha casa servimos ao Dylan O'Brien


- Nunca mais existirá um personagem com nome mais icônico que Caçarola


- Thomas Brodie-Sangster usa o mesmo Renew da Avril Lavigne. Entra ano, sai ano, e é a mesma cara de menino-moço. (Mas nesse filme dá pra ver a idade já está chegando)

Já rola ver as ruguinhas
- Havia até esquecido que menina Kat McNamara participava dessa saga.
- Falando nela, que peruca hein? Tão ruim quanto a atuação dela no começo da série Shadowhunters.
- Vamos a mais momentos de apreciação de Dylan O'Brien que nunca é demais.


20 comentários:

  1. Oi! Eu só assisti o primeiro filme e li somente o primeiro livro de Maze Runner. O pessoal sempre fala muito bem por aqui, e confesso que nem sei porque não vi/li os outros ainda. Adorei as considerações finais, HAHAH!

    Beijo!
    www.controversos.com

    ResponderExcluir
  2. Oi, Lu!
    Eu li os 3 livros e o último me deixou com muitas perguntas não respondidas.
    Muitas.
    Gosto muito da série, mas não teve o desfecho que eu queria.
    Quem sabe o filme teve, porque o filme dois ficou muito diferente do livro dois.
    De qualquer modo, também amo o Dylan gracinha <3
    E nunca gostei da Teresa, hahahaha.
    Nunca. Mesmo que tudo tenha sido explicado.
    E a morte que você queria era a dela, né?
    Hahahahahahaha.
    Vou tentar assistir esse final de semana.
    Que bom que gostou do filme!

    Beijooos

    www.casosacasoselivros.com

    ResponderExcluir
  3. Olá, Luiza.
    Eu me decepcionei muito com os livros. Teve horas que até dormi de tão chata que era a história. Mas dai veio o filme e assisti por causa do Dylan. Mas achei tão chato quanto o livro e nem continuei assistindo. Mas quem sabe um dia eu termino a série hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  4. Quero muitoooo assistir! Mas tenho que rever os outros filmes porque não lembro de muita coisa. Fico feliz em saber que vale a pena ir assistirrrr

    Beijos
    Próxima Primavera

    ResponderExcluir
  5. sempre tive curiosidade com maze runner, mas ainda nao assisti nem ao primeiro filme,curti saber de mais esse lançamento

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  6. Oi
    Não acompanhei a saga, mas parece ser muito legal, vou colocar na minha lista de filmes ;) Adorei a postagem
    Beijinhos
    Renata
    Escuta Essa

    ResponderExcluir
  7. Oi Lu! Tudo bom?
    A morte que tu tava esperando é a do prédio em chamas lá no finzinho? COMO EU URREI NAQUELA CENA. Ainda prefiro a morte do livro bc of reasons (e porque é mais CHUPAAAAAA) mas foi uma cena ótima. Dramática e tal, e cof cof merecida cof cof
    Eu comemorei mas ainda tava quebrada por dentro por causa da outra morte. Aquilo lá nem todos esses anos na indústria vital do fandom de Maze Runner me preparou direito. Doeu e ainda tá doendo </3
    Achei o filme maravilhoso; a trilogia é bem distante dos livros, mas ambas são incríveis. Chorei muito quando acabou porque deixou aquele aperto no coração que todo fim de distopia bom tem que deixar. JÁ TÔ COM SAUDADE.

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  8. Não vi nenhum deles ... e as criticas em cima desse não foram muito boas, quem sabe em um futuro eu não veja!

    https://clebereldridge.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Helloo, Helena! Tudo numa nice?!
    Ah, que linda resenha de Maze Runner. Eu adorei essa adaptação e confesso que bateu uma saudade antes mesmo de o longa acabar. Você já sabe que eu chorei, mas quero ressaltar de novo - sobretudo com aquela morte específica. Temos que dividir um pouco porque também considero o Dylan Mozão e amo demais o cara. Assisti quase tudo dele só porque gosto de acompanhá-lo. Torço para que ele tenha papéis maiores em outras coisas daqui para frente. Só não assisti esse último filme de ação que ele protagonizou.
    Enfim, achei que foi um bom final para a trilogia.
    Beijin...
    Alana Gabriela | Books and Stuff

    ResponderExcluir
  10. Não vejo a hora de ver esse filme! Acompanho a saga e sei que é um filmão!

    Ótimo post!
    beijo, até a próxima visita!
    >>> https://gilustre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oi Luiza tudo bem?
    Uma vez um amigo me chamou para assistir o segundo filme quando lançou no cinema, mas eu queria primeiro ler os livros, e me prometi ler os livros mas acabei esquecendo e aí até hoje não li, e fiquei com medo da sua resenha ter um spoiler e acabei não lendo toda hihi, mas tô empolgada já que você disse que era babadíssimo!
    Beijos <3

    Estante Clássica

    ResponderExcluir
  12. Oie,

    Amiga que filmão (não assisti, mas os boy tão de parabéns!) já vou incluir na minha lista aqui.

    Abraços...

    https://submundosliterarios.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Ahhh Lu, não me bata! A minha experiência não foi tão positiva, mas as partes dos tiro, porradas e bomas eu curti, tb adoro umas cenas de ação <3 Amei os gifs hehehehehehe

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  14. Oi
    quero assistir esse filme, que demorou mais saiu, gostei dos outros e que bom que gostou e que ele fechou as pontas, tmbém não li os livros mais quero muito, olha o único motivo por ter assisti o primeiro filme foi o Dylan, pois como não amar ele, mas gostei bastante do primeiro quando assisti.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Oi Lu,
    Eu não gostei do último livro, então não te julgo por não ler, rs.
    Quero assistir por motivos de Dylan O Brien. Claro.
    HAHAHAHAHAHA
    E por incrível que pareça, minha personagem favorita é a Teresa!
    beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Eu só assisti ao primeiro filme da saga e achei muito empolgante. Vou me atualizar para acompanhar o desfecho.


    Beto


    www.blogcoisasstriviais.blogsppot.com

    ResponderExcluir
  17. Garota não consigo nem controlar minha animação. Já entrei no post animada porque ia ter muito Dylan mas aí você fala de American Assassin, ou seja mais Dylan. Socorro, preciso muito assistir esses filmes. E esse último GIF, é pra morrer. Eu acho que eu tinha um infarto se o Dylan falasse 'It's okay baby, pra mim'', hahahah
    Beijo!

    Sorriso Espontâneo

    ResponderExcluir
  18. Oi Lu!
    Um LACRE DE FILME e eu ri demais com sua resenha, mas adorei os pontos.
    Teresa atraso de vida, acho muito justo o final dela. Inclusive queria. Muito chata pra caralho. Já tinha antipatia no livro, no filme então. Brenda é a rainha da porra toda.
    Sobre o final, eu discordo um pouco, porque no livro, na realidade, e assim enrolado mesmo. Eles pelam muito pra escapar vivos de lá. No livro é ainda pior, porque eles são jogados no labirinto de novo, ai tem alem da galera, os monstros. Eu achei bem legal a forma como adaptaram, apesar da gigantesca mudança, então sim, os ultimos momentos quase que meu coração sai na boca.
    E sobre a Kat: NÃO DA UMA DENTRO KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

    Abraços
    David
    http://territoriogeeknerd.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Adorei a trilha sonora, uma parte fundamental do filme. Aidan Gillen está impecável no filme Maze Runner Ele sempre surpreende com os seus papéis, pois se mete de cabeça nas suas atuações e contagia profundamente a todos com as suas emoções. Adoro porque sua atuação não é forçada em absoluto. Vi Rei Arthur a lenda da espadasuas expressões faciais, movimentos, a maneira como chora, ri, ama, tudo parece puramente genuíno. Seguramente o êxito do rei arthur filme de deve-se a participação dele, porque tem muitos fãs que como eu se sentem atraídos por cada estréia cinematográfica que tem o seu nome exibição. Além, acho que a sua participação neste filme de ação realmente ajudou ao desenvolvimento da história. Acho que é um dos melhores filmes que ele fez.

    ResponderExcluir
  20. Dos filmes pós apocalípticos este talvez tenha sido um dos mais interessantes que eu já assisti. Nunca achei o roteiro dos três cem por cento, mas o que se fez a partir disso foi muito bom. Tem bastante adrenalina, nos remete de fato a um mundo devastado, os efeitos especiais são ótimos, a cenas de ação convincentes e os atores jovens - meus Deus são perfeitos. Destacar só um deles seria uma injustiça e eu não vou fazer isso. Não saberia dizer qual dos três filmes eu gostei mais, mas o terceiro - além de ter me divertido, com certeza foi o que mais me emocionou.

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita e volte sempre!
Deixe seu comentário/opinião; estou muito interessada e ele será respondido assim que possível.
Deixe também seu blog, se tiver, que assim possível farei uma visita :)

Tecnologia do Blogger.