30 janeiro 2018

Resenha #249: Our Dark Duet - Victoria Schwab (Greenwillow Books)

Título: Our Dark Duet
Título Original: ---
Autor: Victoria Schwab
Série: Monsters of Verity #2
Páginas: 510
Ano: 2017
Editora: Greenwillow Books
Sinopse*: Kate Harker é uma menina que não tem medo do escuro. Ela é uma garota que caça monstros. E ela é boa nisso. August Flynn é um monstro que nunca pode ser humano, não importa o quanto ele tenha ansiado por isso. Ele é um monstro com uma parte para jogar. E ele vai jogar, não importa o custo.
Quase seis meses depois que Kate e August se aliaram, a guerra entre os monstros e os humanos é uma realidade aterradora. Em Verity, August se tornou o líder que ele nunca quis ser, e na Prosperity , Kate tornou-se a implacável caçadora que sabia que poderia ser. Quando um novo monstro emerge das sombras - aquele que se alimenta do caos e traz os demônios internos da vítima - atrai Kate para casa, onde ela encontra mais do que esperava. Ela enfrentará um monstro que ela pensou que matou, um garoto que ela achava que sabia, e um demônio próprio.


ATENÇÃO! Se você não leu os livros e/ou resenhas anteriores, pode conter spoiler

"Estou assustada."*

Our Dark Duet começa em um pouco mais de seis meses do final de This Savage Song/A Melodia Feroz. Tanto Kate quanto August estão lidando com as consequências dos acontecimentos que marcaram e mudaram completamente suas vidas.

Kate continua com a mesma personalidade forte e decidida que já conhecemos, que agora caça monstros em outra cidade. Apesar de tentar evitar, ela não consegue não se apegar a um grupo de pessoas que a ajuda na caçada aos monstros. Creio que essa preocupação com os amigos foi a única coisa que mudou em Kate; de resto, pra mim ela continua a mesma personagem que conhecemos e gostamos.

Já com August, o buraco é mais embaixo. August está tentando lidar com as consequências do que fez ao mesmo tempo que agora tem que ser o líder da FTF. Ou seja, ele tem que ser o monstro que todos acreditam que ele seja e isso o destrói por dentro, já que vai contra tudo que ele acredita e deseja ser. Porém, para que a população de Verity esteja segura, ele faz esse sacrifício.

"Eu sei que dói", disse ela. "Então, faça valer a pena".
"Como?"
"Não desistindo", disse ela suavemente. "Se apegando, raiva, ou esperança, ou seja o que for que o mantenha a lutar".*

Junto a tudo isso, temos um novo monstro na cidade, diferente de todo monstro que já encontraram. Um monstro sem forma, nem rosto, mas muito mais cruel e que se alimenta de toda violência e caos gerados, se apossando da mente humana. Agora imagina o estrago que esse monstro faz em Verity, que é a manifestação do caos?


Como eu estava conversando com um amigo que leu o livro junto comigo, essa duologia da Victoria foca mais na metáfora da violência e o caos que gera do que qualquer outra coisa. Desde o livro anterior vemos como cada ato de violência gera um tipo de monstro, o que não é algo que vai muito longe da nossa realidade. Quantas pessoas tomaram um rumo obscuro na vida por causa de um passado violento?

O mundo se dividiu entre o certo e o errado, inocente e culpado. Era para ser uma linha simples, uma divisão limpa, mas não era.*

Uma relação que adorei ver foi Sloan com Alice. Sendo Sloan o monstro de Callum e Alice, o de Kate, vemos os dois num relacionamento meio deturpado de pai e filha e tenho certeza que isso foi proposital da Victoria. A todo momento, nas cenas dos dois, eu me pegava imaginando que aquele tipo de interação seria o mesmo entre Kate e seu pai (tirando algumas partes), caso o destino fosse diferente.

Algo que já é característico da Schwab - pelo menos nos seus livros como V.E. - é o fato dela colocar qualquer tipo de romance em segundo plano. Nesse caso, foi a total falta de romance. Kate e August tinham tudo para ser mais um casal YA pra torcer e vibrar, mas o fato da Schwab não explorar esse lado achei bem tendência. Afinal, minha gente… o circo tá pegando fogo, os monstros estão matando todo mundo.. Quem é que tem tempo pra ficar de namorico?

Temos também alguns personagens novos, que só vieram para adicionar. Apesar de aparecem pouco, são bem desenvolvidos quando se trata de suas relações com Kate e August. Dou destaque para um personagem de gênero não-binário. Gosto muito como a Schwab insere essa diversidade em suas histórias sem ser algo forçado.

Assim como no livro, Victoria vai preparando o caminho, com os acontecimentos de forma gradual pra quando chegar mesmo o tiroteio. A última parte é ação, tiro, porrada e bomba até o final do livro. E que final, senhores! Apesar de eu já ter tomado um breve spoiler de como terminaria, isso não afetou o fato de que sofri horrores, como mostra a figura abaixo.


Se comparado com This Savage Song, Our Dark Duet é bem mais pesado na descrição de algumas cenas. Os ataques e a forma cruel como acontecem são bem escritas e gráficas, deixando você sem ar, como se tivesse levado um soco. Mas o que me impactou mesmo e me deixou enojada foi a obsessão de Sloan com Kate. Não entrarei em detalhes por motivos de spoiler, mas beira a psicopatia ligada ao prazer.

Our Dark Duet é o final satisfatório e emocionante de uma história que mostra como a violência pode gerar monstros piores do que imaginamos.

[...] ela conhecia um segredo: existem dois tipos de monstros, o tipo que caça nas ruas e o tipo que vive em sua cabeça. Ela pode lutar contra o primeiro, mas o segundo é mais perigoso. Está sempre, sempre, sempre um passo a frente.*

Resenhas anteriores
Livro 1 - This Savage Song


* Traduções feitas por mim

17 comentários:

  1. Oi, Lu.
    Que pena que não tem mais desse livro, eu já aqui fazendo meu shipp da Kate e do August, mas fazer o que né? Ainda assim quero ler o primeiro livro, acho que essa metáfora de violência, caos e seres humanos é muito legal e foi bem explorada nas histórias. Estou torcendo para gostar!
    Beijos
    http://www.suddenlythings.com

    ResponderExcluir
  2. Bom dia! Tudo bem com vc?
    Não conhecia o livro, e me interessei bastante por ter essa cooisa de fantasia.
    Obrigada por comentar no meu blog.
    Volte sempre!

    MIIISTO QUENTE

    ResponderExcluir
  3. Oie
    Parece ser uma boa série, curti a trama. Quero ler.

    Beijinhos
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Não conhecia a série mas achei interessante a premissa. Não sei se leria pois minha vibe não ta muito essa, mas to querendo mudar isso haaha

    Beijos
    Próxima Primavera

    ResponderExcluir
  5. Oi Lu,

    Estou com o primeiro livro para ler já algumas semanas, a história parece ser bem interessante, fico feliz que tenha gostado.
    Bjs
    http://diarioelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Ooi, Lu!
    Li bem por cima, porque quero ler a série, começando do primeiro, claro.
    Tenho certeza que vou ficar igual a você no fim do livro, porque eu sempre me envolvo demais, hahaha.
    Coração mole!
    Ainda não me aventurei pela escrita da Schwab, mas sei que vou gostar.

    Beijoooos

    www.casosacasoselivros.com

    ResponderExcluir
  7. Olá, Luiza.
    Não vejo a hora de lançar esse livro aqui. Quero muito ler o resto da história. Como romântica que sou esperava que eles ficassem juntos nesse hehe. Mas acho que concordo com você. Dias atras até li um livro onde a coisa tava pegando e a mocinha ainda tinha tempo até de ter ciumes. Como assim? hehe

    Prefácio

    ResponderExcluir
  8. Oi Lu, mesmo com a falta de romance eu me interesso, gostei de outro livro da autora e quero muito ler ainda A melodia feroz!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  9. Uau! Ainda não conhecia o livro, embora não seja um gênero que me atrai, gostei muito da trama!
    Sua resenha esta muito boa, gostei muito da postagem ❤️
    Beijão,

    Jardim de Palavras

    ResponderExcluir
  10. Oi Lu! O mais espantoso é que os humanos, alguns pelo menos, são bem piores que os ditos monstros nesta série. Eu não vejo a hora de ler.

    ResponderExcluir
  11. Oi, Lu!
    Eu não li a resenha porque podia conter spoilers, então acabei deixando para quando ler o primeiro volume hahaha
    Mas adorei a imagem com as suas reações durante a leitura haha
    Beijinhos,

    Galáxia dos Desejos

    ResponderExcluir
  12. Oi Lu, tudo bem???

    Menina do céu que resenha ein... o lado bom que é uma duologia e confesso que estou ficando muito curiosa para ler, sério!!! Graças a vc e a Verônica haha Xero!

    https://minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oi Lu, tudo bom?
    Confesso que passei um pouco correndo sua resenha porque tô roendo os dedos (já roí as unhas tudo) de ansiedade por esse livro! Só no aguardo da Seguinte anunciar pré-venda pra comprar correndo.
    Fico tão, tão feliz por ter sido um fim digno. Essa história merece todo tiro, porrada e bomba que possa causar na gente KJASNFASBUOGASBUOGAOUAG

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  14. Olá Luiza,

    Essa série parece interessante, fiquei bem curioso, anotei a dica....bjs.


    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Oi Luiza!
    Não vejo a hora desse livro sair aqui no Brasil.Acho que sai no primeiro semestre,oremos kkkkkkkkkk
    Adoro o fato da Victoria deixar o romance de lado nos livros.Ou tem total ausência dele,ou então ele simplesmente existe sem fazer parte total das suas histórias.Acho que precisamos de mais livros assim.
    Beijos!

    http://livreirocultural.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Oii Lu, não li a resenha com medo de pegar spoilers pq ainda não li o primeiro livro, mas pelo visto vc amou o livro né, eu quero muito ler a série, só preciso de tempo hahahaha
    -Beijos,Carol!
    http://entrehistoriasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita e volte sempre!
Deixe seu comentário/opinião; estou muito interessada e ele será respondido assim que possível.
Deixe também seu blog, se tiver, que assim possível farei uma visita :)

Tecnologia do Blogger.