10 janeiro 2018

Filme #31: Me Chame Pelo Seu Nome


Título Original: Call Me By Your Name
Sinopse: O sensível e único filho da família americana com ascendência italiana e francesa Perlman, Elio (Timothée Chalamet), está enfrentando outro verão preguiçoso na casa de seus pais na bela e lânguida paisagem italiana. Mas tudo muda quando Oliver (Armie Hammer), um acadêmico que veio ajudar a pesquisa de seu pai, chega.
Elenco: Armie Hammer, Timothée Chamalet, Michael Stuhlbarg, Amira Casar, Esther Garrel, entre outros
Duração: 131min
Roteiro: James Ivory
Produção: Luca Guadagnino, Rodrigo Teixeira, James Ivory
Direção: Luca Guadagnino


Quando soube que Armie Hammer iria estar em Call Me By Your Name, eu decidi que iria assistir esse filme de qualquer forma. Gente, eu tenho uma crush nível penhasco pro inferno nesse cara desde A Rede Social. E quem nunca assistiu um filme por causa de uma crush, que atire a primeira pedra.

Fiquei sabendo que seria adaptação de um livro (resenha aqui), então decidi ler o livro antes e foi a melhor coisa que fiz na vida. Terminei o filme orgulhosa que foi uma adaptação bem fiel e digna. Por isso digo que, sobre esse filme, O HYPE É REAL. Repito, O HYPE É REAL.

Esse gif representa minha reação ao terminar de assistir o filme
O que mais me surpreendeu no filme foi justamente o cara que me fez querer assistí-lo. Sempre achei o Armie com um ator bem padrão hollywoodiano, de fazer papeis só de branco hetero machão top na balada #sextou. Ou seja, um ator que nunca me passaria na cabeça de fazer um papel como o de Oliver. Quebrei a cara pois ele está maravilhosamente bem; tão confortável no personagem que bateu o peso na consciência por ter pensado algo assim.


Timothée Chamalet (que pra sempre chamarei de Elio porque nunca vou conseguir pronunciar o nome dele direito) entregou um Elio tão maravilhoso quanto o personagem no livro. Ele conseguiu passar todas as nuances e sentimentos do personagem que, pra mim, não poderia ter outra pessoa no papel a não ser ele. Guardem esse nome que ele ainda vai longe.


A verdade é que os dois atores estavam bem seguros mesmo nos papéis. Conseguiram passar toda a paixão e química dos personagens. Mais ainda, eles conseguem fazer você querer se apaixonar realmente pelos dois caras na vida real. Eu mesma me apaixonaria fácil fácil. (E olha que eu tenho um bloco de gelo no lugar do coração)

Você quer química, @? Sente só o impacto!
Em termos de adaptação eu não tenho nada a reclamar, o que é um milagre porque tem sempre algo que eu procuro nas coisas para reclamar e vocês sabem. Claro que modificaram algumas coisas e adicionaram outras, mas em questão de história e essência do livro, foi tudo muito bem feito. Em algumas cenas e diálogos, me vinha a passagem do livro na cabeça e não existe sensação melhor quando isso acontece.


No livro, a história é narrada por Elio, então temos a visão dele de tudo. Apesar disso, dá pra conhecer alguns personagens, porém dois eu não tinha muita opinião formada e eram os pais dele. É vendo o casal que descobrimos a fonte dessa alma maravilhosa que é o menino Elio. Confesso que não sabia muito o que esperar desses personagens, mas adorei tudo sobre eles.


O filme não é bom só por causa da história e/ou atores. Tudo nele te deixa maravilhado. A fotografia em tons pastel dá um ar melancólico e rural, como eu imagino que seja o interior da Itália. O corte das cenas feito em certos momentos também colaboram com o clima da história. E nem vou falar do figurino e do cenário maravilhoso em si. Terminei o filme com vontade de pegar uma bicicleta e sair andando por lá mesmo.


Espero do fundo do coração que eu tenha convencido a assistir esse filme. Call Me By Your Name não é só mais um filme hypado por abordar uma história de amor entre dois homens; ele realmente merece todo o hype e indicações dos prêmios, pois ele mostra uma história de amor de verão que poderia ter acontecido comigo ou com você, com qualquer pessoa em qualquer lugar do mundo.

Me chame pelo seu nome e eu te chamarei pelo meu
O filme está com estreia nacional prevista para o dia 18 de janeiro.



Considerações finais
- Filme tão maravilhoso que já assisti várias vezes
- Momento apreciação do Armie porque um saque é um saque, né mores


- Como disse uma amiga minha, pra um homão de 1,96 Armie até que tem as pernas finas. Ninguém é perfeito, mas continuo amando assim mesmo.
- Quando me perguntam se gostei do filme


- Mais alguns gifs sobre esses bebês que quero proteger para todo sempre

18 comentários:

  1. Oi Lu, tudo bem?
    Estou bem curioso para ver esse filme.
    Blog Entrelinhas

    ResponderExcluir
  2. eu ja tava super curiosa com o livro, e com certeza quero assistir o filme que está msm super bem falado

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  3. Reparem no olhar de "estou sendo seduzido" do Elio no quarto gif KKKKK Eu adorei!
    Eu não sou fã de filmes LGBT, acho que ainda não estou preparada mentalmente pra ver a maioria dos meus amigos serem retratados lá, vai saber, mas eu estou caindo de amores pelos personagens que mal conheço <3
    Vou tentar assistir o filme!
    Beijos
    Suddenly Things

    ResponderExcluir
  4. Olá, Luiza.
    Me mate mas nem conhecia esse ator hehe. Mas já assisti filmes só por causa de ator, mas os meus estão bem velhinhos já hehe. Não sei se assistiria esse filme, não me interessei muito por ele.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  5. Pelas imagens que você colocou, a fotografia parece realmente maravilhosa!
    Ainda não conhecia o filme, mas fiquei muito curiosa pra assistir.
    Beijos

    Blog Lua Soares | Instagram Me segue lá <3

    ResponderExcluir
  6. Oi Lu!
    Nunca tinha ouvido falar sobre o filme ou o livro, mas já quero! E que bom que você mordeu a língua sobre o ator :p Se realmente fosse só do tipo padrão, não teria feito tão bem o personagem.
    Beijos

    www.lendoeapreciando.com

    ResponderExcluir
  7. Oi Lu, nunca tinha lido nada sobre o filme e nem tinha vontade de assistir, depois da sua postagem deu vontade de ler e de assistir.. rsrs

    Beijos Mila
    Daily of Books

    ResponderExcluir
  8. Oie
    Fiquei com vontade de ler o livro, e o filme pelos teus comentários parece ser muito bom. A fotografia parece boa tbm, quero assistir.

    Beijinhos
    https://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oie Lu =)

    Ahh! Já quero assistir esse filme *-*
    Também tenho um bloco de gelo no meu coração, então acho que esse pode ser o filme que pode derreter ele um pouco rs...

    Beijos ;***
    Ane Reis. | Blog My Dear Library.

    ResponderExcluir
  10. O filme parece mara! Amo filme que retrata a diversidade >< Vou anotar na minha lista
    Beijos

    www.estiilocarol.com

    ResponderExcluir
  11. Não sabia da existência desse filme, mas até que parece interessante...

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  12. Oi Lu, tudo bem?
    Eu não sabia deste filme, mas fiquei completamente apaixonada pela resenha que tu fez e quero assistir sim, assim que eu tiver a oportunidade, como ainda vai estrear por aqui, terei tempo de assistir... amei. Xero!!

    https://minhasescriturasdih.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Aiii Lu o hype do pêssego é real hohohoho super quero assistir e me apaixonar, na verdade já pelos gifs estou apaixonada <3 parece mesmo maravilhoso!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  14. Oi Lu, tudo bom?
    Eu tô rindo a vida do comentário sobre as pernas finas do Armie, vou fazer análise disso quando assistir o filme (chocadaney que ele tem 1,96??? QUE HOMÃO).
    Eu tô bem ansiosa pra conferir esse filme. A história em si me deixou curiosa, e quero ver como vão abordar a questão do relacionamento entre os dois. Parece maravilhoso!

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  15. Oi Luiza!
    Que bom que a adaptação foi fiel. Acho que as alterações são normais, até porque são mídias diferentes, linguagens diferentes. É preciso que a história seja adequada a isso. Tem coisas que funcionam nos livros que simplesmente não funcionam nas telas. Mas essa parece ser uma historia tão bonita, pelos comentários que tenho lido, que é maravilhoso que a essência tenha se mantido.
    Mas e aí? Leio primeiro ou assisto primeiro? hehe
    Beijos,
    Alem da Contracapa

    ResponderExcluir
  16. Oi, Lu

    Eita que ele tem as pernas finas mesmo, misericórdia, no último gif da pra ter uma ideia! Hahahahaha
    Eu queria ler o livro primeiro e participei de umas promos aqui e ali, mas não rolou se ganhar.
    A história parece legal e eu tô curiosa pra saber o lance dos pêssegos, vi que até deram um pro ator novinho autografar! Hahahahahaha

    Beijos
    - Tami
    http://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  17. Oii Lu, nunca tinha ouvido falar nem do filme e do livro, mas vc falou tão bem que eu quero ver, mas antes vou ler o livro hahahahaha o livro sempre vem primeiro.
    -Beijos, Carol!
    http://entrehistoriasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita e volte sempre!
Deixe seu comentário/opinião; estou muito interessada e ele será respondido assim que possível.
Deixe também seu blog, se tiver, que assim possível farei uma visita :)

Tecnologia do Blogger.