25 julho 2017

Resenha #190: Depois do Fim - Daniel Bovolento (Outro Planeta)

Título: Depois do Fim
Título Original: ---
Autor: Daniel Bovolento
Série: ---
Páginas: 224
Ano: 2016
Editora: Outro Planeta
Sinopse: Como fica a minha vida depois de você? Como é que a gente faz para esquecer alguém? Os primeiros vestígios do fim, as despedidas, deixar alguém, ser deixado, o recomeço, a necessidade de se acostumar a viver sozinho de novo, os flashbacks, as ligações de madrugada, a falta que persiste, os novos encontros, os velhos encontros, a gente encontrando a gente, um mundo novo surgindo, a luz no fim do túnel. Em Depois do fim, Daniel Bovolento conta a trajetória de todo mundo que terminou alguma coisa e tem que aprender a lidar com as diferentes dores e superações de quem perdeu um amor. São 50 textos em que se misturam crônicas e desabafos sobre recomeço, aprendizado e a esperança de um novo final feliz. “Cada um de nós encontra uma maneira diferente de encarar o fim. Cada um de nós passa por fins diferentes, por mais que tenhamos tido histórias parecidas.”


Depois do Fim reúne 50 crônicas cujo assunto principal é término de relacionamento. São crônicas que, em sua boa parte, falam sobre a dor do término, o vazio que fica, a necessidade de superação...

Eu li todo esse livro praticamente em uma tarde. A linguagem do Daniel é bem jovial, por assim dizer, e sua escrita é bem fácil. Em vários, me senti como se tivesse conversando cara a cara com ele. Vai ser difícil você não se identificar com algum. Eu mesma me identifiquei com vários, porém foram três textos que selecionei como favoritos.


Em Cometi o pecado de ficar bem, o assunto principal é quando a pessoa não entra na fossa infinita depois de um término. Em Carta a quem já foi muito importante para mim vemos alguém se lembrar com carinho e afeto sobre aspectos do último relacionamento, que terminou de forma amigável. E esses dois textos basicamente refletem o que eu passei quando meu namoro acabou.

Já a terceira crônica tem como título (Des)Classificados e fala sobre essa cobrança da sociedade em cima de uma pessoa solteira. O fato é que muita gente não aceita que você é feliz sozinho. Por isso que super discordo da frase "É impossível ser feliz sozinho". Para você ser feliz com outra pessoa ao seu lado, primeiro você tem que ser feliz consigo mesmo. Como eu digo: não temos que procurar alguém para nos completar; temos que procurar alguém para acrescentar.

O texto mais "triste" que achei foi Esperança é a tortura que mais dói. Esse texto fala sobre como a pessoa tenta explicar para seu cachorro que o relacionamento acabou e a outra pessoa não vai mais voltar. Que dózinha do doguíneo, gente...

Como podem ver, os textos não são sofrência pura. A maioria sim aborda os sentimentos pós-término, mas alguns também falam sobre a superação do vazio, os bons momentos que passaram juntos, o que o outro acrescentou em sua vida... Ou seja, vemos textos sobre relacionamentos que terminam bem e sobre os que terminam mal.

No sábado, vai rolar Planeta de Leitores com o Daniel, onde ele vai falar sobre esse trabalho, e eu estou super ansiosa para esse bate-papo.

11 comentários:

  1. Oi Lu, bem legal o que o livro aborda, esse tema é forte e fiquei bem curiosa para conferir.
    Depois que terminei meu namoro de quase 5 anos e não namorei mais, preferi ficar na minha, se pintar alguém muito bem, mas senão, não tem problema tb, gosto da minha cia, gosto de estar sozinha!
    Adorei a proposta do livro!

    Beijos Mila
    Daily of Books

    ResponderExcluir
  2. Olá Lu!
    Não sabia muito sobre esse livro, mas a capa tinha chamado bastante minha atenção.
    Gostei bastante de saber que são crônicas e o tema é muito bom para reflexão.
    Já vou colocar na minha lista!
    Beijos!

    Books & Impressions

    ResponderExcluir
  3. Oi oi Lu!
    Essa é a segunda resenha que leio sobre o livro, e fiquei com mais vontade de conhecer! Amei as fotos e toda a forma que vc usou para falar sobre o livro e não dar nem um pingo de spoiler.

    Beijoss, Enjoy Books

    ResponderExcluir
  4. Esse livro parece bem bacana! O segundo trecho que escolheu, achei sensacional e não podia concordar mais!

    Beijo!
    Cores do Vício

    ResponderExcluir
  5. Oi, Lu!
    Amo livro de crônicas. É sempre uma leitura bem rapidinha e prazerosa!
    E com esse aí não parece ser diferente!
    Não conhecia o autor e o livro, o tema que ele foi uma cartada boa!

    Beijinhos :*
    Sankas Books

    ResponderExcluir
  6. Oi
    primeira resenha que leio desse livro e que bom que gostou dele, parece ter ótimos textos.
    Só pelo que falou de Des)Classificados já me identifiquei.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Quando eu vi que a obra continha vários contos sobre términos, eu já pensei em sofrência pura mesmo haahah mas bom saber que é bem pelo contrário, e que o autor também aborda situações como quando o término é amigável, e a forma como a sociedade impõe que as pessoas encontrem a sua metade da laranja. Solteiros podem, e devem ser felizes sozinhos!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oi Lu!! Faz tanto tempo que não leio crônicas, mas gosto bastante! Também curti o tema delas e o fato de não ser uma sofrência hehehehe Acho que é um tipo de leitura diferente do que ando lendo, gostei da dica!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  9. Oi Luiza!
    Eu gosto de ler crônicas mas o assunto desse livro não me interessou... Esse eu passo!

    Beijos,
    Sora | Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  10. Oie
    Eu adoro livros de contos, mas te confesso que esta temática não me atrai, prefiro os romances.

    Beijinhos
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Achei bem legal a proposta, depois do termino é esse tipo de coisa que a gente precisa ler! Bem legal a capa tbm

    Beijooos
    Le Duo

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita e volte sempre!
Deixe seu comentário/opinião; estou muito interessada e ele será respondido assim que possível.
Deixe também seu blog, se tiver, que assim possível farei uma visita :)

Tecnologia do Blogger.