21 março 2017

Resenha #149: O Visconde Que Me Amava - Julia Quinn (Arqueiro)

Título: O Visconde Que Me Amava
Título Original: The Viscount Who Loved Me
Autor: Julia Quinn
Série: Bridgertons #2
Páginas: 288
Ano: 2013
Editora: Arqueiro
Sinopse: A temporada de bailes e festas de 1814 acaba de começar em Londres. Como de costume, as mães ambiciosas já estão ávidas por encontrar um marido adequado para suas filhas. Ao que tudo indica, o solteiro mais cobiçado do ano será
Anthony Bridgerton, um visconde charmoso, elegante e muito rico que, contrariando as probabilidades, resolve dar um basta na rotina de libertino e arranjar uma noiva.
Logo ele decide que Edwina Sheffield, a debutante mais linda da estação, é a candidata ideal. Mas, para levá-la ao altar, primeiro terá que convencer Kate, a irmã mais velha da jovem, de que merece se casar com ela.
Não será uma tarefa fácil, porque Kate não acredita que ex-libertinos possam se transformar em bons maridos e não deixará Edwina cair nas garras dele.
Enquanto faz de tudo para afastá-lo da irmã, Kate descobre que o visconde devasso é também um homem honesto e gentil. Ao mesmo tempo, Anthony começa a sonhar com ela, apesar de achá-la a criatura mais intrometida e irritante que já pisou nos salões de Londres. Aos poucos, os dois percebem que essa centelha de desejo pode ser mais do que uma simples atração.
Considerada a Jane Austen contemporânea, Julia Quinn mantém, neste segundo livro da série Os Bridgertons, o senso de humor e a capacidade de despertar emoções que lhe permitem construir personagens carismáticos e histórias inesquecíveis.


Se você não leu os livros e/ou resenhas anteriores, não se preocupe. 
Essa resenha é livre de spoilers

E o projeto Um Ano com os Bridgertons vai indo de vento em popa. Geralmente o segundo livro cai na maldição do segundo livro, mas graças a todas as forças do universo, desde o ano passado isso não vem acontecendo comigo #amem Com O Visconde que Me Amava não foi diferente.

Antes de começar propriamente a resenha, realmente aqui não tem spoilers do livro anterior. Maaaas... eu super recomendo ler os livros na ordem - apesar das histórias independentes - porque uma sucede a outra e você pode levar alguns spoilers sim.

Se eu tivesse nascido no século 19, com certeza eu seria uma Kate da vida: uma dama que tem uma postura completamente errada ao se sentar (minha mãe vive reclamando do modo como me sento), não tem saco para fazer sociais em bailes e manter conversa fiada, fora alguns tiques quando está nervosa e/ou ansiosa. Assim como várias outras mocinhas, Kate tem uma personalidade bem determinada, um tanto teimosa algumas vezes e, assim como eu, sabe que às vezes é melhor ficar calada para evitar estresse desnecessário. (Só Zeus sabe quantos assassinatos já cometi mentalmente)

Kate já estava acostumada com a ideia de não se casar e nem batia mais cabeça com isso, apesar de Mary (sua madrasta) e Edwina (sua meia-irmã) ainda terem esperanças dela arranjar um pretendente. Enquanto isso, Kate só queria arranjar um partido que fizesse sua irmã feliz e esse altruísmo foi o que mais gostei nela.

Anthony foi um mocinho que me deu menos nos nervos do que Simon. Durante o livro, vamos percebendo o quanto a morte do seu pai afetou sua vida. Afinal, Edmund era, praticamente, seu melhor amigo. Então, fica difícil não se simpatizar com o cara, ainda mais com toda a devoção à sua família.

O que me estressou um tanto em Anthony foi o fato de que, apesar de saber que tinha uma chama (como ele mesmo colocava) entre ele e Kate, ele preferia dar voz à razão e essa de se casar com alguém que não despertasse alguns sentimentos nele. Mas é como já dizia Renato Russo: quem um dia irá dizer que existe razão nas coisas feitas pelo coração? (Se você também leu cantando, bate aqui ✋)



Kate e Anthony estavam tão preocupados “se odiando” que não percebiam o quanto eram parecidos. Assim como o fato de terem alguns demônios a serem exorcizados. Sem querer querendo, um ajuda o outro a superar alguns fatos do passado, o que faz com que, além do amor, nasça uma amizade entre os dois.

Adorei a relação entre Kate, Mary e Edwina. Apesar de não ser sangue do sangue, Mary trata Kate como uma filha de verdade, sempre querendo o melhor pra ela, como sua mãe biológica iria querer. Também é lindo de se ver a relação entre Kate e Edwina, uma querendo o melhor de tudo para outra, mesmo que isso signifique ter de fazer alguns sacrifícios.

Outro fato que me chamou atenção nesse livro é como um casamento era acordado. Realmente era um acordo. Em boa parte dos romances de época, algumas vezes vemos mocinhas querendo casar por amor e a família apoiando. Outros já começam com o casamento arranjado. É no mínimo interessante esse processo, que era algo tão natural naquela época. As meninas debutam na sociedade e toda a família espera que se arranje um casório logo na primeira temporada. Os homens, ao escolher uma esposa, parece que estão escolhendo um produto na prateleira - quero essa! - e pronto, casório arranjado. O melhor de tudo é ver como tudo isso mudou em dois séculos #amentothat

Desde O Duque e Eu, eu tinha algumas dúvidas, mas aqui eu tive certeza que Colin vai ser o meu irmão favorito de todos. As cenas que ele está presente são as melhores, principalmente os sentimentos não tão bons que ele desperta em Anthony. Eu me acabo de rir com essas picuinhas. E vou falar: está pra nascer família mais competitiva, viu?

Nossa querida Lady Whistledown continua com a mesma língua afiada. Recentemente, descobri que Julia escreveu dois livros de uma série chamada Lady Whistledown. Esses livros são formados por contos e foram escritos em parcerias com outras autoras,  Com certeza vou dar uma averiguada - depois que descobrir quem é essa Gossip Girl do séc XIX.



Li em algumas resenhas que esse livro tem uma pegada de Megera Domada, mas a primeira coisa que me veio na cabeça foi o filme Dez Coisas Que Odeio em Você. Se você foi vizinh@ do Patrick Estrela nos últimos 20 anos, deixa-me situar: no filme, temos um carinha que é apaixonado por uma mocinha, mas o pai só deixa ela namorar quando a irmã mais velha já estiver namorando; eis que entra um quarto elemento no melhor estilo bad boy, com a missão de conquistar a irmã mais velha. OK que o plot é um tanto diferente daqui - já que Anthony queria ser bem visto por Kate para casar com Edwina - mas no fim das contas, depois de alguns empecilhos da vida, tudo acabou em amor e final feliz 💙

Antes eu me arrependia de não ter conhecido essa família logo quando os livros foram lançados, mas vi que fiz uma ótima escolha porque não iria aguentar ficar órfã até que saísse outro livro. E eu já estou ansiosa pela história do Benedict, que já vi tem um ar de Cinderela.


Um Ano com os Bridgertons
Livro 1 - O Duque e Eu (The Duke and I) ✔
Livro 2 - O Visconde que Me Amava (The Viscount Who Loved Me) 
Livro 3 - Um Perfeito Cavalheiro (An Offer From a Gentleman)
Livro 4 - Os Segredos de Colin Bridgerton (Romancing Mister Bridgerton)
Livro 5 - Para Sir Phillip, Com Amor (To Sir Phillip, With Love)
Livro 6 - O Conde Enfeitiçado (When He Was Wicked)
Livro 7 - Um Beijo Inesquecível (It’s In His Kiss)
Livro 8 - A Caminho do Altar (On The Way to the Wedding)
Livro 9 - E Viveram Felizes para Sempre (The Bridgertons: Happily Ever After)

21 comentários:

  1. Parece ter uma ótima leitura.

    http://www.blogsecretplace.com/

    ResponderExcluir
  2. Oi Lu,

    Òtima resenha Lu, só de ler deu vontade de fazer esse projeto também, adorei a comparação com o filme 10 coisas que odeio em vc, eu nunca li nada da autora, então acho que vou me aventurar no primeiro da série!

    Beijos Mila
    Daily of Books

    ResponderExcluir
  3. (sim, eu li cantando kkk). Disse no final do ano passado que investiria em uma série de romances de época, até agora não me decidi por qual começar, pois são tantas maravilhosas ♥
    Adorei essa mocinha, eu gosto e me identifico com as que fogem das tradições.
    (também tinha o hábito de sentar com as pernas abertas. Minha bisa corrigiu isso fácil fácil com sua muleta. Sim, ela batia sem piedade nas minhas pernas).
    Beijos
    http://lua-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Olá, Lu!
    Adorei a resenha. Li "O Duque e Eu" e amei! Ansiosa para conhecer essa história. Anthony me chamou a atenção quando li o primeiro volume.
    Gosto quando os personagens parecem se odiar no princípio e adoro livros com acordos, hahah, apesar de achar que são coisas bem clichês nos livros, eu amo.

    Beijão
    Leitora Cretina

    ResponderExcluir
  5. ótima resenha, adorei sua forma de escrever! Não sou muito chegada a livros de época, mas os romances da arqueiro são todos incríveis, então tenho certeza que é uma leitura que vale a pena!

    http://www.leitorasvorazes.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Eu li cantando sim, bate aí o/ hahahha. Adorei a resenha e parabéns por ter conseguido falar do livro 2 sem spoilers do livro 1, é meio complicado, né? Nunca li nenhum dos livros dessa série, mas sempre vejo muitos elogios e gostei bastante da resenha, fiquei curiosa pela leitura!
    Um beijão,
    Gabs do likegabs.blogspot.com ❥

    ResponderExcluir
  7. Lindo demais esta resenha e livro, :D

    Um beijo,

    www.purestyle.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oi, Lu! Caramba, todo mundo é apaixonada por esse livro e eu também mas eu li há tanto tempo que não lembro de quase nada :/ Eu sou mais chegada ao terceiro, mas esse também conquistou meu coração. É tão legal quando vemos dois personagens que se odeiam ficando juntos! Eu torcia muito para que o Anthony visse o potencial da Kate e parasse de enrolação.
    E sim, eu li o verso cantando!!!
    Beijo, Leitora Encantada

    ResponderExcluir
  9. Oie
    Que legal que vc está lendo a série, sou fã da Julia Quinn e tenho muita vontade de reler.

    Beijinhos
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Aaawn amo demais *U*

    Beijos,
    www.thalitamaia.com

    ResponderExcluir
  11. AAA, amei sua resenha Lu!
    Eu só li O Duque e eu por enquanto, preciso continuar a série! As histórias de Anthony e Colin são as que eu mais quero conferir ;)
    10 coisas que eu odeio em você <3
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Oi lu, tudo bem???
    Menina amei essa resenha e sim li a frase da música cantando rs. Você é demais ri horrores... assim como você quero ler toda a série este ano... ainda não comecei, mas já planejei tudo certinho para ler a partir de Abril, só tenho até o livro 3, mas vou receber um dinheiro extra e vou comprar o restante, assim não terei mais desculpas... sua resenha ficou maravilhosa... Xero!!!

    http://minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Nunca li romances de época, mas confesso que tenho lido resenhas da Julia Quinn (inclusive a sua) que tem me dado certa curiosidade em começar a ler os livros dela.
    Achei interessante você comentar sobre os casamentos arranjados. Acredito que não era algo tão triste quanto nós achamos que era. Haha, mas é claro que é bem legal ter nossa liberdade de escolha hoje em dia.
    Beijo, www.apenasleiteepimenta.com.br ~Neste mês tem post todo dia no Blog~
    Participe do Concurso e Concorra a um Mídia Kit

    ResponderExcluir
  14. Oi Lu!! O Visconde que me amava é o meu preferido da série, tenho uma queda de penhasco pleo Anthony <3 E dei muita risada com todos eles jogando! Não sabia desses dois livros da Julia, acredita? Já querooooo logo ler!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  15. Olaa! Tudo bem?
    Gostei de saber que você também está no comecinho da série (me sinto menos alienada nessa vida com todo mundo que já leu todos hehehe). Eu só não li nenhum ainda.. mas comprei o 1 e o 2! E vamos ver se consigo passar esse ano aí com os Bridgestones também :))
    Morri de rir aqui com os assassinatos mentais.. também cometi esses crimes, confesso! Hahha
    Beeijo

    http://lecaferouge.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Oi Lu! Este e O Duque são os meus favoritos da série. Não que os outros não sejam ótimos, mas os dois primeiros foram os mais empolgantes.

    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  17. n costumo ler muito livros de épocas mas esse parece ser muito interessante :D
    http://geysecofferri.blogspot.com.br/2017/02/resenha-zaful-loja-online.html#comment-form

    ResponderExcluir
  18. Oi, Lu

    Até agora li apenas quatro livros, e dos quatro esse é o que eu menos gosto. Amo a Kate, também acho que eu seria uma Kate da vida, ou uma Penélope, mas detestei o Antony! Achei ele hipócrita nivel um milhão, pois condenava tanto as atitudes se Simon e agia até pior! Hipócrita de marca maior.
    Colin é mozão, mas o livro dele é menos sobre ele do que qualquer outra coisa! Hahahah
    Sobre Dez Coisas Que Eu Odeio em Você, ele também é baseado em A Megera Domada. :)

    Beijos
    - Tami
    http://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hmm... verdade... eu havia me esquecido disso hahahhaha

      Excluir
  19. Oie,
    adoro os livros da autora, mas faz tempo que não leio mais esta série. Acho que li até o 4 ou 5 não me lembro

    bjos
    Blog Vanessa Sueroz
    Canal no youtube

    ResponderExcluir
  20. Ai essa série é toda amor! Eu entendo o medo da maldição dos segundos livros, acontece com frequência, mas Julia Quinn é tão maravilhosa <3
    Meu irmão favorito é o Colin com certeza, e o livro dele é um dos melhores por trazer taaaaaantas novidades. Mas meu favorito mesmo de coração é o da Eloise, Para Sir Phillip Com Amor, espero que você continue amando a série tanto quanto eu <3

    Beijos

    http://www.paradisebooks.com.br/

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita e volte sempre!
Deixe seu comentário/opinião; estou muito interessada e ele será respondido assim que possível.
Deixe também seu blog, se tiver, que assim possível farei uma visita :)

Tecnologia do Blogger.