10 março 2017

Resenha #146: A Thousand Boy Kisses - Tillie Cole

Título: A Thousand Boy Kisses
Título Original: ---
Autor: Tillie Cole
Série: ---
Páginas: 353
Ano: 2016
Editora: Independente
Sinopse: Um beijo dura um instante.
Mas mil beijos podem durar uma vida.
Um garoto.
Uma garota.
Uma ligação que é forjada em um instante e acarinhada por uma década.
Uma ligação que nem o tempo, nem a distância podem quebrar.
Um vínculo que irá durar para sempre.
Ou, assim eles acreditam.
Quando Rune Kristiansen de 17 anos retorna da Noruega para pacata cidade de Blossom Grove, Geórgia, onde fez amizade com Poppy Litchfield quando criança, ele tem apenas uma coisa em sua mente. Por que a menina que era a metade de sua alma, que prometeu esperar fielmente por seu retorno, cortou-o de sua vida sem uma palavra de explicação?
O coração de Rune foi quebrado há dois anos quando Poppy ficou em silêncio. Quando ele descobrir a verdade, entenderá que a maior dor ainda está por vir.


[...] E meu coração quase explodiu.*

Tempos atrás, a Bru (Um Oceano de Histórias) me indicou esse livro. Pela sinopse, eu sabia que ia sofrer como uma condenada, por isso evitei na época. Recentemente a Tami (Meu Epílogo) comentou dele comigo. Como eu li uns três livros bem amorzinhos seguidos, sabia que essa era a hora de ler. Só digo que nunca li uma história tão bonita e tão dolorosa ao mesmo tempo.

Selinho mais doloroso que recebi.
Vou colar na testa e por no currículo porque, como a Bru disse: se sobrevivemos a esse livro, sobrevivemos a qualquer coisa.
Rune e Poppy se conhecem quando ele muda de Oslo (Noruega) para Blossom Grove (Georgia). Aos 8 anos, a avó de Poppy morre, mas deixando a ela uma grande aventura a ser completada: colecionar mil beijos que quase fazem seu coração explodir.

Quando ambos estão com 15 anos, Rune descobre que vai ter de voltar para Oslo e deixar Poppy. Pouco tempo depois, ela some da vida dele sem dar explicações e ele se entrega a raiva que já vinha sentindo. Aos 17, Rune e sua família voltam para Blossom Grove. Ao confrontar Poppy sobre seu desaparecimento da vida dele, ele vai descobrir que sua dor de ter ficado longe de sua Poppymin pode ser maior ainda.


Dizer que sofri com esse livro foi pouco. Logo no terceiro capítulo, eu estava sofrendo mais que Maria do Bairro feat Paulina, com meu coração em cacos 💔💔💔 E sabia que não iria parar por aí. Fora que eu estava temendo por um final, que se fosse esse mesmo, seria sambar em cima dos meus cacos. Eu até fiz uma analogia com uma certa cena em Como Eu Era Antes de Você: eu estava vivendo num loop infinito dessa cena enquanto lia esse livro. Pense naquela cena que você mais sofreu lendo... Aquela de te deixar em pedacinhos por dentro… Pois assim que me senti lendo A Thousand Boy Kisses.

Tão especial quanto especial pode ser.*

Sim, até agora só dei motivos para não ler esse livro. Pois digo: leiam! A maior mensagem que eu pude tirar de toda essa história é que temos de viver a vida como se ela fosse acabar amanhã; viver intensamente, sem medo de ser feliz. E, se possível, encontrar aquela pessoa cujos beijos fazem seu coração quase explodir e guardar todos dentro de uma jarra. Porque assim você saberá que viveu intensamente.

Corações de luz da lua e sorrisos de luz do sol.*

Eu adorei a Poppy. A menina com certeza pulou feio a fila da sorte, tinha tudo para não seguir em frente, mas ela ignorou todos esses fatos e vivia sua vida intensamente, sempre tratando como uma grande aventura, como sua mamaw (assim que ela chamava sua avó) lhe mostrou. O mundo precisa de mais Poppys.

Rune com certeza foi o personagem que teve um maior crescimento durante a história. Cheio de raiva e mágoas, Poppy conseguiu ver através de tudo isso que o Rune que ela sempre amou ainda existia ali e fez de tudo para ele voltar. Digo que as partes mais dolorosas desse livro foram dele. Além de toda raiva que ele sentia do mundo, principalmente do seu pai, ele teria de adaptar a uma realidade que não queria e nem estava preparado. Quando percebeu que não teria para onde correr, ele tentou deixar toda essa raiva de lado e aproveitar a vida ao lado da sua Poppymin.

Eu já li muitos livros com casais adolescentes de protagonistas, mas nunca li um onde o casal se amava intensamente, com todo ser e alma, como Rune e Poppy se amavam. Todos os que conviviam com eles viam que os dois eram somente um. O amor entre eles é daqueles que se passa a vida procurando e pode acabar não encontrando. Um amor verdadeiro, de uma só alma e um só coração que habitavam dois corpos diferentes.

Poppymin.
O nome perfeito de Rune para mim.
Minha Poppy.
Sua garota.
Para a eternidade.
Para todo sempre.*

A Thousand Boy Kisses é um livro que você poderia ler em um dia, mas não irá conseguir. A dor presente na história é muito palpável e, por algumas vezes, sufocante. Quando faltava alguns capítulos para terminar, eu tive de parar porque não aguentava mais sofrer com esses dois. Fui até ver uns gifs bonitinhos pra ver se ajudava…

Apesar de toda sofreguidão, a escrita da Tillie é linda e poética. O livro é cheio de metáforas lindas que deveriam ser praticadas por todos. Uma certa história que Poppy conta me tocou profundamente e sei que aquilo é verdade.

Essa resenha não chegou nem perto de tudo que senti lendo esse livro. Por isso, leiam. Sofram com ele e assim vocês acabarão a leitura com o desejo de viver tudo aquilo que o coração deseja.

[...] Porque nos lembra que devemos viver. Que a vida é frágil, contudo, nessa fragilidade, há força. Existe amor. Há uma finalidade. Lembra-nos que a vida é curta, que nossas respirações são numeradas e nosso destino é fixo, independentemente de quão duro nós lutamos.
Lembra-nos para não desperdiçar um único segundo. Viva intensamente, ame mais ainda. Persiga sonhos, busque aventuras... capture momentos.
Viva lindamente.*

PS: fiquei sabendo que ele está com lançamento nacional previsto para agora em abril, pela Editora Planeta o/

* Traduções feitas por mim

24 comentários:

  1. Olá Luiza, tudo bem?

    Se não estou enganado já li uma resenha desse livro e foi igualmente positiva, bom saber que a planeta irá lançar esse livro, dica anotada....bjs.


    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi! Quase chorei com sua resenha, imagina lendo kkkk estou torcendo para ser lançado mesmo, no mês do meu aniversário. Bjos <3

    Click Literário

    ResponderExcluir
  3. Lu, eu estou sofrendo só com sua resenha. Nem sei o que acontece, mas estou imaginando o pior. Não sei se vou conseguir ler.
    Essas capas fofas são traiçoeiras, achei que era algo fofo, revoltada aqui. Deveria vir um aviso (só acho).
    Beeijos
    http://lua-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Sua resenha está extremamente maravilhosa, mas a questão é que me parece que irá acontecer o pior. Nunca ouvir falar deste livro, mas ele me parece ser bom de acordo com sua descrição. Ah e eu não sei distinguir também o lado direito para o esquerdo. Ver se pode? kkkk! Adorei o blog, muito sucesso gatinha!
    bloganyduarte.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi, acho que ainda não tinha visto ele por aí!!
    Bom saber que tá chegando aqui e que foi uma leitura boa pra você!
    Dica anotada!

    Beijinhos :*
    Sankas Books

    ResponderExcluir
  6. Oi Lu,

    Assim você acaba com meu core menina, linda resenha heimm... Senti td o que quis passar. E que bom que parece que a editora Planeta irá lançar, já quero o meu!!

    Beijos Mila
    Daily of Books

    ResponderExcluir
  7. Oiii

    Primeiro quero saber onde você baixa esses livros? Você compra o ebook, depois me manda mensagem falando?

    Segundo eu adoro um livro de sofrência hahahaha
    Essa estória até me lembrou um pouco o estilo da Colleen Hoover, então há uma boa chance de eu gostar!

    Beijos

    ooutroladodaraposa.com.br

    ResponderExcluir
  8. Olá!!
    Já estou apaixonada pela Poppy!! Adorei a personalidade dela e ela está mais que certa!! Vamos viver a vida mesmo!
    O livro com certeza entrou pra minha lista <3

    Beijão
    Leitora Cretina

    ResponderExcluir
  9. Oi, Lu.
    Segunda resenha que leio desse livro e já estou chorando porque preciso lê-lo.
    E que amor é esse meu deus?
    Beijo

    Te Conto Poesia ♥

    ResponderExcluir
  10. Oi, Lu!
    Às vezes os livros que mexem muito com a gente tornam ainda mais difícil a tarefa de escrever sobre eles. A sensação é sempre a de que não se falou tudo. Mas acho que é assim mesmo, certa emoções são mais difíceis de serem colocadas em palavras. Eu tenho o ebook há um tempinho, mas ainda não li o livro. Li a resenha da Tami e fiquei com vontade de começar logo, agora veio a sua... A gente gosta de sofrer, né?! Já tô aqui matutando na frente de qual livro ele vai passar.

    Beijos, Entre Aspas

    ResponderExcluir
  11. Oi Luuuu! Já estou preparando os lenços rsrsrs Vc comentou tão bem que quero ler com certeza e fico muito feliz que uma editora brasileira irá lançar porque esse livro tem a cara do sucesso hehehhehehe

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  12. Oi, Luiza.

    Mais um post que me fez rir alto.
    "Maria do Bairro feat Paulina", rsrrsrssrsrsrsrs...

    Já ia te perguntar quando lança no Brasil, mas vi a informação no final da resenha, obrigada por antecipar. Não costumo ler romances adolescentes, mas de vez em quando abro uma exceção.

    Beijos!

    http://www.oquetemnanossaestante.com.br

    ResponderExcluir
  13. Oláá! Tudo bem?
    aiaiai estou com medo dos comentários sobre essa dor louca que você e as outras blogueiras falaram... mas mesmo assim parece tão maravilhoso!!
    beeijo

    http://lecaferouge.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Oi Lu!
    Gente, mas eu não consigo ver como um livro tão fofura consegue destruir alguém assim! kkk
    Desde q vi no blog da Tami, coloquei na listinha, haha
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Nossa estou até com medo de ler esse livro agora rsrs, mas fique bem curiosa e vou dar uma chance.
    Beijos !!!!
    http://infinitomundodoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Não sabia da existência desse livro, adorei os quotes, a capa e a história parece instigante, vou anotar a dica. Beijos

    Taynara Mello www.indicarlivros.com

    ResponderExcluir
  17. Oi Lu,
    Essa é a segunda resenha que leio desse livro e eu estou mega empolgada para conhecer essa história.
    Confesso que a capa também me encanta, rs.
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Olá, Luiza.
    Porque será que a gente gosta de ler livros que fazem a gente sofrer né? hehe. Como não sei ler em inglês vou esperar lançar por aqui, mas com certeza vou querer ler ele.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  19. Oi Lu!
    Ficou na sofrência, então? Esses livros são os melhores, hahaha.
    Linda capa!

    ResponderExcluir
  20. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  21. A Tillie é sempre arrasadora nos livros dela, já li duas séries da autora, e é sempre 50% lindo e 50% é sofrência, mas no final damos um jeito de aceitar tudo, mesmo se é feliz ou triste.
    A Thousand Boy Kisses já estava na minha lista desde quando ela revelou a capa, mas quem disse que eu tive a coragem de ler? tem determinadas épocas que me reservo pra ler esses livros de dramas e ficar chorando pelos cantos da casa. Mas pedi a uma amiga um spoiler do livro e do mesmo modo li milhares de resenhas com spoiler no goodreads, e sei exatamente o que acontece, então acho q não to preparada, mas ainda vou ler suahsuahsuahsua

    Amei a resenha! Com certeza é um livro forte e que vai mexer com meus sentimentos. talvez eu volte aqui pra dizer o q achei quando eu ler.... Super recomendo que leia as outras séries da autora!

    Paradise Books || @ParadiseBooksBr
    xoxo

    ResponderExcluir
  22. Oi
    nossa esse livro parece ser bem emocionante e proporcionar ao leitor vários sentimentos no decorrer da leitura, quando for laçado aqui, quero ver se leio. As vezes é bom ler um livro mais intenso.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  23. Oi, Lu. Eu queria tanto ler o livro mas caramba, depois do seu desabafo seriamente estou pensando em deixar para depois. Eu não quero que essa história seja uma espécia de Raio de Sol, que tava tudo bem e BUM!, fez meu coração ficar em fragalhos. Se tiver morte, pior ainda, eu não tô afim de chorar sabe? Eu já sofri demais com Cinder e Ella... mesmo assim eu não me aguento de curiosidade. Para minha sorte, ou não, o livro ainda não está traduzido, então ainda dá um tempo para eu preparar o meu psicológico.
    Beijo! Leitora Encantada
    Participe do sorteio do blog, ainda dá tempo!

    ResponderExcluir
  24. Oi Luiza.

    Vim direto de sua última postagem para ler sua resenha e dizer que estou com meda de ler esse livro hahaha
    Vou consegui-lo e reservar para a "hora certa".
    Ótima resenha.

    Beijos
    Alana Marques
    http://colecionadoresdelivross.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita e volte sempre!
Deixe seu comentário/opinião; estou muito interessada e ele será respondido assim que possível.
Deixe também seu blog, se tiver, que assim possível farei uma visita :)

Tecnologia do Blogger.