28 outubro 2016

Resenha #103: Senhorita Aurora - Babi A. Sette

Título: Senhorita Aurora
Título Original: ---
Autor: Babi A. Sette
Série: ---
Páginas: 454
Ano: 2016
Editora: Independente
Sinopse: Nicole é uma jovem bailarina brasileira e está prestes a realizar seu sonho: estrear no papel principal em uma peça na Companhia de Ballet de Londres. Tudo estaria perfeito se não fosse pela presença de um dos seus diretores: o temido Sr. Daniel Hunt. Um maestro prodígio de temperamento difícil, com um humor sombrio e que desperta em Nicole sentimentos contraditórios.
Porém, quando uma tempestade de neve os isolam em uma mansão centenária, eles terão que encarar de frente não apenas os segredos que atormentam Daniel, como uma paixão proibida que nasce entre os dois.
Uma história sobre amor e superação. Um romance intenso, tocante e perturbador que mostra que todos merecem uma segunda chance, até mesmo alguém com fama de monstro


Ainda não havia lido nada da Babi, mas sempre vi muitos elogios. Então aproveitei o seu mais novo lançamento para dar uma conferida. Como já viram pela nota, não foi muito bem o que eu esperava, apesar de ter criado bastante expectativas.

Primeiramente, eu vou logo pedindo desculpas se posso ofender alguém, mas quem já me conhece sabe que sou bastante sincera (o que nem sempre é bem recebido), principalmente se algo me incomoda.

Ok.. comecemos pelo menos pior. Eu senti falta de descrições sobre o balé, principalmente dessa apresentação alavanca-carreira da Nicole. Por ter o balé como pano de fundo, pensei que teriam bem mais cenas de apresentações e afins, já que todo mundo respira balé na história.

Nicole é uma personagem fácil de se identificar, por conta da sua história de vida. Desde pequena, ela se esforçou bastante para chegar onde chegou no balé, com sua mãe fazendo das tripas coração para ajudá-la a realizar seu sonho. Mas, era só Nicole chegar perto de Daniel, que ela se tornava um tanto imatura, o que dá pra relevar já que ela tem 18 anos - eu mesma não tinha muita maturidade nessa época.

O mesmo já não posso dizer de Daniel. Além de ter achado ele bem bruto e grosso algumas vezes, no auge dos seus 26 anos, chega a ser tão - se não mais - imaturo quanto Nicole em certas ocasiões. Eu não acho que perdas e sofrimentos na vida justifica ações grosseiras com outras pessoas, principalmente com aquelas que são ditas o amor da vida.

Eis então que entramos em loop infinito até quase o fim do livro: eles se gostam - ele tem um segredo que ELE usa como desculpa para não ficar com ela - eles se pegam loucamente - ele lança os cachorros em cima dela, tentando magoa-la - ela diz que vai embora - ele se arrepende - rolam lágrimas - ela perdoa - eles ficam de bem por um tempo - bota casaco tira casaco - voltemos ao 4 passo. Essa parece ser a fórmula não mais “secreta” do sucesso de vários NAs, o que eu já esperava algo, vide a sinopse. Não vou dizer que não li vários livros com esse algoritmo. Li vários, mas li também alguns que não seguem esse ritmo, principalmente de uns tempos pra cá. Posso dizer que essa premissa está saturada, mas ainda há quem curta.

Até aí tudo "bem", se não fosse por um certo acontecimento que me deixou de queixo caído e sem acreditar que eu realmente havia lido aquilo. O pior que, em todas as resenhas que li até agora desse livro, parecem ter ignorado esse fato e simplesmente não comentaram nada. Nadica de nada, nothing, nada, rien, nichts. Eu creio que não foi intenção da autora passar o abuso que eu entendi por aquele acontecimento, mas foi algo que realmente me deixou decepcionada e que caracterizei sim como abusivo da parte de Daniel. Não sei se o pior foi o que aconteceu ou o modo como foi esquecido rapidamente - tanto por parte da Nicole como de vários leitores. Eu não irei falar o que foi por questões de spoilers, então quem quiser saber, mande um recadinho do coração que eu explico.


Ok... Só pra não dizer que só estou focando no lado negativo, eu achei bem interessante e diferente o que atormenta Daniel. Deu pra perceber que a autora pesquisou bem sobre o assunto - e ela comenta sobre isso na nota. Também gostei muito de como a Nicole reagiu quando Daniel contou e a deixou fazer a escolha de ficar com ele ou não. Se eu estivesse no lugar dela, realmente não sei o que faria, mas ela nem cogitou em deixá-lo. Assim como percebe-se que ela pesquisou bastante sobre balé e regência de orquestra.

Quanto à escrita, foi o que já havia lido em outras resenhas de outros livros da Babi: uma escrita poética, fluída e bem leve. Fora que amei a playlist, principalmente por motivos de Kings of Leon e Adam Lambert. Apesar de ler lido no ebook, a diagramação no início dos capítulos e as sapatilhas no meio foram bem fofas.

Pelo que soube, esse foi um dos primeiros livros que Babi escreveu, mas somente agora ela está lançando. Bom, isso pode explicar os pontos negativos que descrevi ali em cima.

No fim das contas, Senhorita Aurora não foi um livro que funcionou muito bem pra mim, mas estou disposta a dar outra chance a essa autora tão bem falada e querida dos leitores.

26 comentários:

  1. Helloo, Lu! Tudo numa nice?!
    Ah, eu queria ler a sua resenha desse livro, ainda bem que tu fez para eu entender o que aconteceu. A verdade é que essa receita de NA na verdade já está meio saturada mesmo. Eu lia alguns bem poucos desse gênero antes, mas fiquei cansada dos clichês: o segredo que ele esconde, como a mocinha fica apaixonada e blá blá blá. Enfim, por isso que deixei de ler romances e estou focando em outras coisas. Confesso que o primeiro livro (publicado) da autora já me deixou com um pé atrás porque pela sinopse e resenhas que eu li (que foram muitas) parecia algo stalkeagem e crazyness level weirdo.
    De qualquer maneira acredito que ia me decepcionar por não ter uma abrangência maior do balé porque eu realmente gosto disso e quereria ver um pouco dessa parte - foi um dos motivos de eu ficar curiosa. E essa parte do abuso é realmente séria. As vezes acontece mesmo de um autor escrever algo e não ter a ciência da dimensão da situação que criou para um lado bom ou ruim. Mas de qualquer forma, mesmo não lendo nada autora, eu simpatizo com ela e torço para seu sucesso.
    Beijin...
    http://piecesofalanagabriela.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Nunca ouvi falar da escritora, confesso que ao ler a sinopse me deixou com vontade de adquirir o livro, o fato do balé e do romance envolvente e tal... Mas, depois que vi sua opinião na resenha já não tive tanta vontade, a não ser só pela curiosidade.. O fato do abuso, é bem preocupante. Tem gente que romantiza esse tipo de situação mas nem se da conta da escrita... Primeira vez no seu blog e já estou apaixonada, vou voltar mais! <3 Seguindo já!

    Beijos!

    - Blog Vitoria Martini

    ResponderExcluir
  3. Amei sua resenha, esse livro foi um dos que eu mais gostei de ver por aqui. Parece que ele é bem emocionante e cheio de suspensa, já quero ler! ❤

    Blog Minuto de Bobeira

    ResponderExcluir
  4. Eu tenho lá minha cota de curiosidade com a escrita da Babi A. Sete, especialmente da sua produção de livros de época. Mas não gosto de mocinhos que não sabem o que querem e maltratam o psicológico das meninas... me da agonia eu fico com vontade de ir lá na menina e dizer: "DEIXA ESSE MANÉ! HÁ VIDA ALÉM DO ROMANCE!", se bem que se as mocinhas fizessem o que digo a elas para fazer elas iam chegar aos 30 solteiras, tipo como eu, e não haveria romance... kkkkkk

    Pandora
    O Que Tem Na Nossa Estante

    ResponderExcluir
  5. Morri de curiosidade! Que resenha é essa menina? Pode me dando spoilers ai pelamordedeus!
    Eu confesso que mesmo já estando cansada da mesmice que os NA trazem eu ainda tento, tenho esperança de encontrar algo realmente novo que me faça dizer "CARAMBA AINDA BEM QUE NÃO DEIXEI PASSAR", mas está cada vez mais difícil, você passa a leitura toda esperando um grande segredo ou algo realmente diferenciado, mas no final é... só mais do mesmo! Frustante! Não conheço a autora, mas já ouvir falar de seus livros. O que posso dizer é que talvez eu até tentaria ler esse livro, sou persistente e muito curiosa (me conta esse negocio do abuso, fico chocada quando as leitoras aceitam certas atitudes dos mocinhos e ainda acham super romântico!) e preciso dizer que a capa está lindona. Amei sua resenha, melhores resenhas são as sinceras como a sua!

    Beijos
    Dani Cruz
    www.blogemcomum.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oi Lu! Nossa, estou realmente em choque rsrsrs. É a primeira resenha negativa que leio sobre a obra.
    Eu não li ainda, e tendo você colocado todos esses pontos, fiquei mega curiosa para ler e averiguar se irei gostar como a maioria dos leitores ou se também não irá funcionar pra mim.
    Volto aqui para te contar depois.
    Beeijos
    http://lua-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi Lu!
    Uma pena que vc n gostou tanto! Gostei de ler sua opinião. Eu tbm ainda n li nada da Babi, mas esse livro dela nem estava na minha lista. Fiquei curiosa com o que vc falou, então me conta o spoiler dps? hahahah
    Eu gosto de NA's, e tem algumas autoras que conseguem sim fazer a diferença nesse gênero, mas acho que, realmente, existem outras maneiras de se construir um enredo NA, pq td mundo foca na msm coisa? rsrs
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Oi Luiza, tudo bem?
    Menina... Uma pena que o livro não funcionou pra você. Mas entendi seu ponto de vista e concordo com alguns lances que colocou. Eu gostei muito do livro! Me emocionei, fiquei p da vida com Daniel, várias e várias vezes, e também me irritei algumas vezes com a Nicole, mas no geral, gostei muito da história e da escrita da Babi, já que este foi meu primeiro contato. Muito bom poder ler sobre outra maneira de ver a mesma história.
    Bjus
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
  9. Eu nunca li nada da autora, acredita?! Sempre tive vontade, mas a fila de parceria não me deixa focar em leituras desejadas, aff. Não sabia que este livro tinha sido escrito antes dos outros...

    Van - Retrô Books
    http://balaiodelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Eu ainda não assisti mais deve ser bom gostei da resenha,
    bom final de semana, obrigado pela visita.
    Blog:https://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/
    Canal:https://www.youtube.com/watch?v=DmO8csZDARM

    ResponderExcluir
  11. Ahhh, é tão bom quando pegamos um livro que nos enriquece de cultura, uma pena que a autora não explorou muito isso e não colocou muito do balé.. Histórias com playlist são boas :)

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  12. Olá

    Realmente, parece um Romance interessante, rsrs

    Conhecendo seu blog, abraços

    ResponderExcluir
  13. Oi, Lu! Bom ler sua opinião sincera. Eu já li algumas outras resenhas a respeito desse livro e todas foram só elogios. Tinha ficado com vontade de ler por conta dessa mistura do delicado do balé com o sombrio do personagem masculino, mas pela sua resenha vi que o balé é meio deixado de lado. Isso do abuso é bem sério, também não lembro de ter lido nada sobre isso em outro lugar. Às vezes acho que as pessoas têm romantizado demais certas situações e não enxergam o que elas significam de verdade.

    Beijos, Entre Aspas

    ResponderExcluir
  14. Moçaaaaa, que babado kkkkkkkkk
    Essa autora tá no topo das paradas e fiquei até surpresa de ver sua nota.
    Nunca me interessei tanto, agora vou mais devagar mesmo rs

    Beijinhos :*
    Sankas Books

    ResponderExcluir
  15. Oi Lu,

    Estava ansiosa pra ler sua resenha! Eu ainda acho que esses livros, como O erro, O acordo, Belo Desastre, parece ser mais YA do que NA, mas ainda não li Senhorita Aurora então não tenho nem o que dizer, apenas que lerei e talvez odeie o protagonista como você rsrsrsrsr E adorei a polêmica, acho que relações abusivas precisam ser discutidas pelos blogueiros sim!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  16. Olá, este não é o tipo de livro que goste de ler, mas é sempre bom termos várias analises e opiniões de coisas que desconhecemos :)

    *XoXo
    Helena Primeira
    Helena Primeira Youtube
    Primeira Panos

    ResponderExcluir
  17. Oi, Luiza! Tudo bem? Eita! :O Eu também sempre leio elogios para a Babi, então confesso que fiquei meio surpreso com sua resenha. Mas pelo que vi... Não ia gostar dessa obra também não.

    Abraço

    https://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. oi tudo bem?

    eu também, não concordo com os autores, que tentam colocar um rótulo, em que os personagens que sofreu algumas perda, precisam ser brutos e ignorantes, acho que não justifica. Não conhecia a autora, mas estou deixando de lado esse gênero. último que li foi Minha Julieta. Mas adorei sua resenha, justificativas excelentes beijos

    Taynara MEllo| Indicar Livros
    www.indicarlivros.com

    ResponderExcluir
  19. OOOOOOI LUIZA

    confesso que achei estranho você comentar que, embora o pano de fundo seja o ballet, não há muitas infos sobre G_G tipo... soa como se não houvesse tido pesquisa o suficiente de parte da autora, né? estranho...

    beijo
    beinghellz.com

    ResponderExcluir
  20. Oi Luiza!
    Não li o livro, mas sinceramente eu cansei de livros que romantizam os relacionamentos abusivos. Como esse parece ser assim, vou ficar longe dele!

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  21. Adorei sua resenha, super sincera e bem explicadinha. Não sei, mas quando li a sinopse esse livro já não me atraiu :(
    Beijos
    BlogCarolNM
    FanPage

    ResponderExcluir
  22. O seu blog tá um amooor 💙
    Amei a resenha, parabéns.
    Beijos
    Lendo Com Ela

    ResponderExcluir
  23. O seu ponto de vista é muito importante.Porque como que alguém escreve uma história sobre balé, mas não escreve sobre? ahahaha ai ai.
    Mas a história me cativou um pouco mesmo assim.Clichês são sempre bem vindos <3

    beeeijão <3
    http://www.carolhermanas.com.br/

    ResponderExcluir
  24. Olá, eu estava bem animada para ler esse livro, por a autora já ter um certo renome, mas depois de ver a sua resenha estou repensando a minha decisão. Eu gosto de romances do tipo, mas o mocinho não precisa ser grosso, detesto isso.

    petalasdeliberdade.blogspot.com

    ResponderExcluir
  25. Oi Lu! Li A Promessa da Rosa e gostei bastante, agora este novo eu coloquei no Kindle mas não comecei. Só vi elogios e agora a sua resenha foi uma que fugiu a regra das demais e me desanimou um pouco. Acho que vou deixar a leitura para depois.

    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  26. Oi Lu, nunca li nada da autora, mas o tema bailarina me chama muita atenção, adoro demais, pena que a autora não focou nos detalhes, cheguei até lembrar de uma série que vi na fall season 2015, se chama FLESH AND BONE, já viu? É estilo Cisne Negro.

    Beijos Mila

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita e volte sempre!
Deixe seu comentário/opinião; estou muito interessada e ele será respondido assim que possível.
Deixe também seu blog, se tiver, que assim possível farei uma visita :)

Tecnologia do Blogger.