18 outubro 2016

Resenha #100: Escuridão Total Sem Estrelas - Stephen King (Suma de Letras)

Título: Escuridão Total Sem Estrelas
Título Original: Full Dark, No Stars
Autor: Stephen King
Série: ---
Páginas: 392
Ano: 2015
Editora: Suma de Letras
Sinopse: Na ausência de luz, o mundo assume formas sombrias, distorcidas, tenebrosas. Os crimes parecem inevitáveis; as punições, insuportáveis; as cumplicidades, misteriosas. Os personagens destes quatros contos passam por momentos de escuridão total, quando não existe nada - bom senso, piedade, justiça ou estrelas - para guiá-los. Suas histórias representam o modo como lidamos com o mundo e como o mundo lida conosco. São narrativas fortes e, cada uma a seu modo, profundamente chocantes.


A nota acima foi a média dos quatro contos. 
No fim da resenha tem a sinopse e a nota para cada um separadamente.

Escuridão Total Sem Estrelas foi um dos livros que escolhi para ler nesse mês de outubro. O livro conta com quatro contos. Aparentemente distintos entre si, se formos avaliar mais a fundo, os personagens principais dos contos, em algum momento, se encontraram em um lugar de escuridão total em sua alma.

Seria ironia do destino ou coincidência que o nome do esmalte que estou usando é Chão de Estrelas?

1922 narra a história de um fazendeiro que convence seu filho a ajudar matar a esposa, para que ela não venda as terras herdadas pelo pai. Esse foi o conto que menos gostei. Achei um tanto quanto extenso - quase metade do livro -, mas o final foi surpreendente.

Gigante do Volante conta a história da autora Tess que, ao pegar um atalho para voltar para casa, é estuprada e deixada para morrer. Esse trágico acontecimento a transforma em uma mulher à procura de vingança, que ela mesma se desconhece. Foi a partir desse conto que a leitura começou a melhorar. Achei o plot mais interesse e ele é bem mais curto que o anterior.

Extensão Justa é o que foge um pouco da linha verossímil dos outros livros. Dave Street é um homem com câncer na fase terminal. Um dia, voltando para casa, por brincadeira - ou não - acaba fazendo um pacto. Enquanto sua vida vai melhorando, a de algumas pessoas ao seu redor vai indo de mal a pior. Apesar de ser o conto mais curto, não deixa de ser bom. King conseguiu conectar alguns acontecimentos reais com a nova vida do Dave e que lhe deixa pensando se um tem a ver com o outro.

Um Bom Casamento conta a história de Darcy Anderson que, após 27 anos casada, descobre um terrível segredo sobre seu marido. Último conto e o mais polêmico de todos porque, segundo o que o King diz no posfácio, foi baseado em histórias reais.

Mais uma vez o King, assim como em Joyland, nos mostra que nem sempre os vilões são algo sobrenatural. Enquanto lia, me lembrei bastante do livro O Vilarejo por conta de quem fazia as ações. Nos três livros, os malvados das histórias eram pessoas comuns, sem poderes especiais nem nada, somente movidos por algum sentimento. Em 1922, temos alguém movido pela ganância; em Gigante do Volante, movido pela vingança; em Extensão Justa; movido pela inveja; e em Um Bom Casamento, movido pela decepção.

Dois contos que me deixaram refletindo bastante foram Gigante do Volante e Extensão Justa. Em Gigante do Volante, o que Tess fez foi vingança ou justiça? Afinal, ela foi estuprada e deixada para morrer e sabia que seu estuprador não iria parar. Ela queria fazê-lo sofrer, assim como ele fez com ela, e também garantir que mais nenhuma mulher passasse pelo que ela passou. Eu fiquei me perguntando quantas vezes esse mesmo pensamento já passou pela cabeça de tantas mulheres que sofreram esse tipo de violência? Pior ainda quando seu violentador sai impune dessas acusações.

Já em Extensão Justa, até onde a inveja da vida de outra pessoa nubla os pensamentos e faz cometer atos horríveis? Nesse conto, Dave se sentia bem ao ver a vida de outras pessoas - que ele invejava - irem de mal a pior e ele não sentia nenhum peso na consciência. Aí penso, quantas pessoas justificam seus atos por conta desse sentimento?

No fim das contas, a mensagem que Stephen King quis passar é que todos temos vilões dentro da gente, mas cabe a nós decidir se eles virão à tona ou não.

PS: os contos Gigante do Volante e Um Bom Casamento foram adaptados em 2014. Todos os quatro contos foram escritos em 2010.

1922: O agricultor Wilfred e o filho, Hank, precisam decidir do que é mais fácil abrir mão: das terras da família ou da esposa e mãe.

Gigante do Volante: Após ser estuprada por um estranho e deixada à beira da morte, Tess, uma autora de livros de mistério, elabora uma vingança que vai deixá-la cara a cara com um lado desconhecido de si mesma.
Extensão Justa: Dave Streeter tem um câncer terminal e faz um pacto com um estranho vendedor. Mas será que para salvar a própria vida, vale a pena destruir a de outra pessoa?
Um Bom Casamento: Uma caixa na garagem pode dizer mais a Darcy Anderson sobre seu marido do que os vinte anos que eles passaram juntos.

20 comentários:

  1. Oi, Luiza! Tudo bem?
    Li esse livro no começo do ano e adorei! Eu achei que a cada conto fica cada vez melhor e o meu preferido foi o último - que eu não conseguia largar.
    Adorei a resenha, achei que você passou exatamente aquilo que o King queria transmitir com os contos.
    Concordo com você quanto ao primeiro conto. Por ser um conto, achei 1922 muito extenso. Mesmo sendo legal, ficava entediado às vezes.
    Bjs!

    -Ricardo, Lapso de Leitura

    ResponderExcluir
  2. Oi Luíza!!! Eu simplesmente amo Stephen King e no gênero terror ele é incomparável! Esse ainda não li, mas já quero muito... Adorei a resenha

    Grande beijo, Roberta
    eventualobradeficcao.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Amo suas resenhas e indicações, aposto que esse livro é incrível. ❤

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  4. Olá Luiza,

    O autor é muito conhecido mas, nunca li nenhum de seus livros. Gostei muito da indicação.

    Um beijo,

    www.purestyle.com.br

    ResponderExcluir
  5. Estou doida para ler algo do Stephen King há meses, mas não criei coragem ainda porque sou meio medrosa, haha.
    Mas acho que esses contos eu consigo encarar!
    Fiquei curiosa com as histórias, principalmente da Tess.

    Beijoooos

    www.casosacasoselivros.com

    ResponderExcluir
  6. Tenho muita vontade de ler esse livro, pois sou apaixonada pela escrita do King.
    Art of life and books

    ResponderExcluir
  7. Oi Luiza, tudo bem?
    Menina, que contos tensos e fortes! Eu não leio terror, mas sei o quanto a escrita de Stephen King é boa!
    Bjus
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oi, Luiza!
    Quero tanto ler algum livro do King, tenho muita curiosidade.
    Os contatos que mais me chamaram a atenção foram Gigante do Volante, e Um Bom Casamento, pois foi baseado em fatos reais :O

    Beijos,
    Eli - Leitura Entre Amigas
    http://www.leituraentreamigas.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi oi Miss,
    Adorei a resenha e pensei bastante em alguns contos. Nunca reparei que esse livro era composto por contos. Mas foi muito bom saber. Que bom que gostou...

    Beijoss, <a href="http://www.blogenjoybooks.blogspot.com.br/>Enjoy Books</a>

    ResponderExcluir
  10. Oi Lu!

    Não li nada do King ainda, uma vergonha! Gosto de formato de contos, acho que vou começar com esse! E adorei a unha! Combinou bem com a foto rsrsrsrs

    O que tem na nossa estante

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  11. Oie Luiza =)

    O King é um autor que vivo dizendo que vou dar uma segunda chance, mas sempre acabo deixando para depois.

    Gosto da temática de mistério das obras dele, o problema é que elas sempre acabam indo para o macabro e terror e ai a coisa complica por que sou medrosa XD

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
  12. Oi Lu! Eu gostei bastante deste livro e o último conto o que naus curti. O primeiro me deixou muito agoniada, tamanha a maldade daquele homem.

    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  13. Oi
    o segundo conto parece ser bem interessante, nunca li nada do autor mas tenho uma pequena curiosidade, que bom que curtiu o livro.

    momentocrivelli.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. Oi Luiza,
    Ainda não li nada do King, mas tenho muita curiosidade com os livros dele. Esse contos parecem ser muito interessantes :O
    Fiquei curiosa.
    Bjs e uma ótima noite!
    Diário dos Livros
    Siga o Twitter

    ResponderExcluir
  15. Oi Lu!
    King não dá pra mim. Eu sou mega medroso então, os livros dele passam bem longe da min ha estante, mas a edição desse é linda, sem dúvidas. Ja tinha ouvido falar que esse livro dele é o que tem os contos mais pesados e crus. Imagino a situação D:

    Abraços
    David
    http://territoriogeeknerd.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Oi Lu,

    De terror eu estou fugindooo. hehehe
    Curti ler a sua resenha e saber mais dos contos, porém eu não leria não..

    Beijos Mila
    Daily of Books

    ResponderExcluir
  17. Oie,
    infelizmente nunca gostei dos livros da autor, e não curto livros de terror, mas que bom que curtiu a leitura.

    bjos
    Blog Vanessa Sueroz
    Sorteio Amor Roxo
    Sorteio Um ano Inesquecível

    ResponderExcluir
  18. Para mim, as obras do Stephen King são perfeitas!!! Esse eu nunca li mas essa coisa de que todos temos vilões dentro da gente é muito interessante!
    Já coloquei na minha listinha :)
    Beijos
    BlogCarolNM
    FanPage

    ResponderExcluir
  19. Não conhecia, mas sua resenha despertou um interesse em conhecer.
    Já vi que é daquele livros que a gente fica uma semana pensando depois que acabou de ler.

    www.cupidobrega.com.br

    ResponderExcluir
  20. Olá Luiza,

    Essa é a primeira resenha que leio desse livro e achei bem interessante e me despertou interesse, ainda não li nada do autor, mas quero ler um dia....bjs.

    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita e volte sempre!
Deixe seu comentário/opinião; estou muito interessada e ele será respondido assim que possível.
Deixe também seu blog, se tiver, que assim possível farei uma visita :)

Tecnologia do Blogger.