28 setembro 2016

Resenha #94: O Teste - Joelle Charbonneau (Única)

Título: O Teste
Título Original: The Testing
Autor: Joelle Charbonneau
Série: The Testing #1
Páginas: 320
Ano: 2014
Editora: Única
Sinopse: No dia de formatura de Malencia ‘Cia’ Vale e dos jovens da Colônia Cinco Lagos, tudo o que ela consegue imaginar – e esperar – é ser escolhida para O Teste, um programa elaborado pela Comunidade das Nações Unificadas, que seleciona os melhores e mais brilhantes recém-formados para que se tornem líderes na demorada reconstrução do mundo pós-guerra. Ela sabe que é um caminho árduo, mas existe pouca informação a respeito dessa seleção. Então, ela é finalmente escolhida e seu pai, que também havia participado da seleção, se mostra preocupado. Desconfiada de seu futuro, ela corajosamente segue para longe dos amigos e da família, talvez para sempre. O perigo e o terror a aguardam.
Será que uma jovem é capaz de enfrentar um governo que a escolheu para se defender?


Quando Malencia “Cia” Vale é convocada para comparecer e fazer O Teste, ela sabe que não vai ser um caminho muito fácil. Antes de partir, seu pai revela algumas lembranças da época que fez O Teste e isso a deixa mais preocupada ainda. Cia irá fazer de tudo para chegar ao final do Teste, mas sem passar por cima de seus princípios.


Quando comecei a ler esse livro, eu fiquei com bastante medo de encontrar uma protagonista à la Katniss ou Tris, mas, graças a Thor, não foi isso que aconteceu. Até porque eu comprei o box todo e tals... Apesar de parecer bem trouxa e ingênua para as pessoas que a conhecem, Cia se mostrou, desde o início, uma menina bastante inteligente e esperta durante toda essa provação. E é bem perceptível seu amadurecimento durante a leitura.

O foco de Cia é sobrevivência e acabou. Por mais que, infelizmente, ela inicie um romancezinho com um dos candidatos, ela sabe que esse não pode ser o foco. E foi isso que mais gostei nela. Em certos momentos, ela realmente se revolta por conta dos, como ela coloca, dramas sentimentais e coisas de machão do boyzinho lá. Eu quase fiz uma dancinha da vitória no ônibus quando li isso. Se antes eu já gostava dela, depois disso que ela passou a figurar entre mocinhas que não merecem receber meu ódio. Pode até parecer insensível da minha parte, mas fazer ceninhas de ciúmes não vai garantir sobrevivência de ninguém. Vamos conseguir terminar isso vivo e depois se pensa em romances. Só acho.

Tomas sabe que esta não é hora ou lugar para draminha sentimentais. Sobrevivência - passar no Teste - tem de vir primeiro.

Esse Teste que mais parece uma entidade porque todo mundo tem medo dele, eu classifiquei ele como o primo rico e malvado do ENEM. Nesse Teste, você não ganha somente uma dor da coluna e um bumbum quadrado de tanto tempo sentado; você pode perder sua vida.

Desde o começo, percebemos que Cia era uma menina bastante esforçada e estudiosa, sempre tendo como alvo participar d’O Teste e poder ajudar seu governo se reestabelecer. Sim, já vimos esse plot em algumas outras distopias, mas o lance é como o autor desenvolve.

- Eu parto amanhã de manhã. Por que me dizer isso agora? Que bem pode fazer?
Meu pai não ergue a voz para encontrar a minha. - Talvez nenhum. Talvez Flint esteja certo e nossos sonhos sejam apenas alucinações. Se há, porém, uma chance de que não sejam, é melhor que você saiba. Melhor que você vá para Tosu City preparada para questionar tudo o que vê e tudo o que encontra. Isso pode ser a diferença entre sucesso e fracasso.

Diferente de outras distopias mais famosas, aqui não temos o Teste como uma forma de opressão. Esse Teste é feito para selecionar pessoas para ajudar a reerguer o país que foi devastado na guerra. Não que justifique alguns acontecimentos, mas gostei de ver que aqui, essa seleção foi criada com o propósito de melhorar o futuro da população e não oprimir.

Eu creio que essa trilogia sofre um certo preconceito por conta de tantas distopias que já foram lançadas. Isso é uma injustiça já que, me baseando nesse livro, a trilogia parece ser bem boa, melhor e merecia um destaque maior que uma certa aí que não vou citar nomes.

Se eu pudesse resumir esse livro em uma frase, seria algo do tipo Legend feat Jogos Vorazes versão nerd. Aos fãs de distopias, recomendo essa. Aos que acham que é mais do mesmo, recomendo mesmo assim porque O Teste nem tudo é mais do mesmo.

19 comentários:

  1. Oie, tudo bom?
    Eu estou com esse livro no meu kindle, e ainda não li ele (minha lista está muito grande e o tempo muito curto... rsrs)

    Gostei muito da resenha, acho que tenho que ler esse livro!!

    Beijos,
    Juh
    http://umminutoumlivro.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Que resenha maravilhosa, já quero conhecer essa história! Um super beijo.

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  3. Oi. Eu já ouvi falar muito bem dessa distopia e o fato da personagem principal não ser irritante com essas questões do amor, me deixa com mais vontade ainda de ler o livro. Ele já está na minha lista, falta só a coragem para começar a ler.
    Beijo, Visite o Leitora Encantada

    ResponderExcluir
  4. Oi, Luiza, tudo bem?
    Adorei essa resenha! Amo a trilogia O Teste por infinitos motivos e acho que você conseguiu passar muito bem o que eu senti lendo também.
    É uma distopia diferente de tudo e isso é muito bom.
    Abraços!

    -Ricardo, Blog Lapso de Leitura

    ResponderExcluir
  5. Essa é uma trilogia bem conhecida da editora Única. Já olhei várias vezes para ela com vontade de ler, mas não li ainda. Acho que deve ter bastante reviravoltas ao longo dos livros :)

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oi Lu!
    Menina, eu tbm comprei o box todo, tem que gostar né? hahahah
    Mas adoro distopias, é díficil algum livro não me agradar nesse gênero.
    Fiquei feliz com o q vc falou sobre a protagonista e a questão de "melhor o futuro" ;)
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Tenho muita vontade de ler essa série, eu adoro distopias, mas ainda não tive oportunidade de iniciar essa leitura. Gostei muito da sua resenha, adorei a comparação dos personagens hahaha gostei de saber que essa distopia mostra um lado diferente, já quero!

    Obrigada pelo carinho. Beijos :*
    Claris - Plasticodelic

    ResponderExcluir
  8. Oi Lu, eu amei este livro e amei o segundo volume, só falta ler o terceiro e finalizar. Espero que seja com chave de ouro!
    Concordo com tudo que disse, Cia tem uma personalidade ímpar, e toda a provação que passa é de deixar de queixo caído.

    Eu tb não sei pq essa trilogia não teve tanta visibilidade, talvez seja isso de saturação mesmo, depois de divergente e jogos vorazes..

    Beijos Mila
    Daily of Books

    ResponderExcluir
  9. Oi Lu, tudo bem?
    Eu não curto muito ler distopias, mas você foi tão eloquente em sua resenha que conseguiu despertar meu interesse. Ainda mais por saber que a mocinha não é chegada a mimimis, o que detesto. Vou colocar na lista e quando tiver oportunidade eu compro para conferir.
    Bjus
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
  10. Olá, tudo bem? Não costumo ler distopias, apesar de me interessar por alguns livros do tipo. "O teste" parece ser ótimo, não sabia do que se tratava até ler sua resenha. Agora já quero ler, haha!

    Beijos,
    Duas Livreiras / Sorteio de 3 KITS

    ResponderExcluir
  11. Olá, Luiza.
    Confesso que estou nesse time ai, não dos preconceituosos, mas dos que não quiseram ler porque era mais uma no meio de tantas parecidas hehe. Mas agora fiquei interessada. Ainda mais sabendo que a intenção é melhorar e não oprimir o povo hehe.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  12. Oi, Luiza!
    Não conhecia O TESTE e nunca li livro algum dessa editora, acredita?
    Gostei demais do que li, viu. E gostei da capa também. Imagine fazer um teste e ser responsável pela reconstrução de um mundo devastado pela guerra?!
    Socorro, viu!!

    Bjux.
    Diego, Blog Vida & Letras
    www.blogvidaeletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Oi Lu

    Vc está certa em relação ao preconceito, eu olhei a capa e a sinopse e pensei "mais uma distopia" rsrsrs mas se é bom acho que vale a pena sim, mesmo pq parece ter elementos bem diferentes!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  14. olá tudo bem?

    até hoje li poucas distopias, tenho receio um pouco, mas
    esse me interessou , vou colocar na listinha de desejados que está enorme rsrsr beijos

    Taynara Mello | Indicar Livros
    http://www.indicarlivros.com/

    ResponderExcluir
  15. Eu adoro distopias, mas nunca li as mais famosas, tipo Jogos Vorazes e Divergente (mas pretendo ler). Já ouvi falar desses livros e fiquei super interessada, principalmente por ser um pouco diferente do que estamos acostumados a ver nas distopias de agora, como o governo querendo apenas ferrar todo mundo.

    Já leu Estilhaça-me e Fragmentada? São duas trilogias incríveis também, recomendo. <3

    Adorei o post, beijo!
    literarizandomomentos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. Oie,
    hahaha adorei o seu resumo, realmente ele lembra muuuuito jogos vorazes.
    Li este livro não faz tanto tempo e gostei bastante, mas me desanimei com o restante da série.

    bjos
    Blog Vanessa Sueroz

    ResponderExcluir
  17. Oiiee Lu!!

    ASUHAUSHUASHUASHAS Ri muito com o "Primo rico e malvado do ENEM", das distopias eu só li Jogos Vorazes é muuuiiitoo tempo depois da febre! Tbm achei interessante a premissa ser melhorar e reerguer o país ao invés de oprimir... Parece que as distopias só querer pagar de "anti-sistema/governo", achei um diferencial muito interessante!!

    Cia (que nome diferente né?) parece ter uma falsa menina ingênua, será que estou enganada? Parece bem decidida e realista, mas ao mesmo tempo 'simpática'.

    Realmente, não vi outras resenhas dessa trilogia, vou procurar e quem sabe eu coloco na wish list! :3

    Parabéns pela resenha, está muito divertida!

    Bjs :*


    EntreLinhas Fantásticas ~ Tem Sorteio no Nosso Instaaaa!! \o/

    ResponderExcluir
  18. Oi Lu! Esta trilogia é bem legal e ainda acho que a autora poderia escrever um quarto livro para explorar determinados assuntos que tinham potencial para uma abordagem maior. Lembro que li e fiquei muito tensa, sempre achando que a Cia ia morrer na próxima página.

    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita e volte sempre!
Deixe seu comentário/opinião; estou muito interessada e ele será respondido assim que possível.
Deixe também seu blog, se tiver, que assim possível farei uma visita :)

Tecnologia do Blogger.