05 julho 2016

Resenha #71: Confess - Colleen Hoover (Atria Books)

Título: Confess
Título Original: ---
Autor: Colleen Hoover
Série: ---
Páginas: 306
Ano: 2015
Editora: Atria Books
Sinopse*: Auburn Reed tem toda a sua vida traçada. Seus objetivos estão à vista e há nenhum espaço para erros. Mas quando ela entra em um estúdio de arte em Dallas em busca de um emprego, ela não espera encontrar uma profunda atração pelo artista enigmático que trabalha lá, Owen Gentry.
Pela primeira vez, Auburn assume um risco e coloca seu coração no controle, apenas para descobrir Owen está mantendo importantes segredos de serem revelados. A magnitude de seu passado ameaça destruir tudo que é importante para Auburn, e a única maneira de obter sua vida de volta nos trilhos é cortar Owen dela.
A última coisa Owen quer é perder Auburn, mas não consegue convencê-la de que a verdade às vezes é tão subjetivo quanto a arte. Tudo o que ele teria de fazer para salvar seu relacionamento é confessar. Mas neste caso, a confissão poderia ser muito mais destrutivo do que o pecado em si.


“Me diga algo sobre você que ninguém mais sabe”*

Eu nunca pensei que a CoHo poderia me fazer sofrer mais do que sofri em O Lado Feio do Amor. Pois lá vai a mulher e me escreve Confess.

Auburn Reed é uma mulher de 20 anos que se muda para Dallas, com alguns planos traçados. Quando ela se vê precisando de um pouco mais de dinheiro, ela aceita um emprego na galeria de artes de Owen Gentry.

Os dois se envolvem rapidamente, mas, por conta de alguns segredos dos passados de ambos, eles tem de se afastar para não prejudicar o futuro de cada um. Mas será que o destino vai deixar isso acontecer?

Em Confess eu sofri do começo ao fim como em O Lado Feio do Amor, mas por motivos diferentes. Os dois têm um passado trágico - que não irei falar o que é pois são confissões de ambos durante a leitura. Maaaaaas, não se engane que nesse passado reside alguém que partiu o coração deles e que eles têm medo de se entregar de novo e aquele blá blá blá todo. Auburn e Owen perderam pessoas importantes em suas vidas e a consequência dessa perda permanece até hoje. O que me fez sofrer nesse livro foi o sacrifício que ambos fazem - principalmente Owen - para que possam reparar essas perdas algum dia.

Eu li algumas resenhas comentando que Auburn e Owen se apaixonaram rápido demais. Não é segredo de ninguém que eu abomino isso numa história, mas aqui eu não acho que eles se apaixonaram rápido demais. Eu acho que eles tiveram uma conexão que se transformou em algo a mais.

Eu acredito que, para cada pessoa desse mundão, assim como você e eu, existe alguém que você tem uma conexão que é difícil de explicar, uma pessoa que te entende melhor do que sua própria família algumas vezes. Sabe aquela expressão “parece que se conhecem desde sempre”? Aquele seu amigo que, só com uma troca de olhares, já entende tudo? Aquela amizade que nasceu do nada e que hoje é uma das melhores coisas da sua vida? Então, esse tipo de conexão.

Eu não me sinto perdida com ele, nem um pouco, porque é a primeira vez que sinto como se alguém realmente tivesse me achado.*

Não necessariamente essas pessoas terminam em algum relacionamento amoroso - essa conexão pode nascer entre amigos, pais/mães com filhos/filhas, avós/avôs com seus netos/netas e por aí vai. Resumindo, estamos destinados a encontrar alguém que nos entende, sem julgar e nem recriminar. Então, eu acho que isso que aconteceu com Auburn e Owen. O que ocorreu de primeira foi essa conexão que, mais tarde, se transformou em amor.

“Existem pessoas que você encontra e começa a conhecer e existem pessoas que você encontra e já conhece”*

O que completa o livro são as confissões, vindas de alguns leitores anônimos, e as pinturas inspiradas por elas, feita pelo artista Danny O’Connor. Eu sou uma pessoa muito tapada quando se trata de pinturas e mal sei as famosas, como Capela Sistina, Última Ceia, Mona Lisa e por aí vai, mas gente… As pinturas desse livro dá vontade de pegar todas e pendurar na parede do quarto. Uma mais linda que a outra. Essas duas abaixo são as minhas preferidas. (Não vou dizer a que confissões pertencem. Descubram por vocês mesmos)


Sobre as confissões, eu achei bem interessante esse aspecto no livro. Tem algumas confissões bem fofas e que te fazem pensar que a humanidade ainda tem conserto. Mas tem algumas que me fizeram entender porque Owen as coloca numa caixa na qual ele nunca mais quer ler.

“‘Toda vez que como fora, eu pago a refeição de alguém secretamente. Eu não posso me permitir isso, mas eu faço porque me faz sentir bem imaginar o que aquele momento deve ser para eles, saber que um completo estranho acabou de fazer algo por eles sem esperar algo em troca’”*

Só teve uma coisinha que eu não gostei. Eu acho que Colleen deveria ter escrito o Owen confessando seu maior segredo para Auburn. Fiquei super curiosa pra saber como seria a reação dela. Tenho certeza que seria bem emocionante. Mas, como ele mesmo disse, essa não era uma confissão dele para ele falar, apesar de ter moldado todo o futuro dele.

O final é um dos finais mais lindos que já li em toda a minha vida. Assim como o prólogo. Não tem como você não deixar de ser tocado por essas duas partes do livro. Fora que quase no final tem uma reviravolta que você não esperava, mas fica torcendo pra tudo dar certo.

Confess é um livro sobre conexões e confissões. Mesmo não querendo, confessar algo pode fazer com que sua vida se torne bem melhor e alivia o peso do passado.


* Traduções feitas por mim

29 comentários:

  1. Oi Lu, sua linda, tudo bem?
    Lá vem você trazendo mais uma obra que ainda não chegou aqui me deixando ansiosa para que chegue logo!!! O livro parece ser lindo, mas acho que vou chorar mesmo com essas confissões, achei criativo, diferente e bem triste. Sua resenha ficou ótima!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oie,
    nossa não conhecia o livro, mas já gostei pela capa.
    Adorei sua resenha, me deixou curiosa. Claro que vai para a lista de desejados

    bjos
    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oláá Lu,
    Nossa, só leio resenhas maravilhosas sobre os livros da Collen Hoover e este parece ser ainda mais incrível....
    Amei a quote: “Existem pessoas que você encontra e começa a conhecer e existem pessoas que você encontra e já conhece” ^^
    Bjoos


    Jovem Literário

    ResponderExcluir
  4. Oie Luiza =)

    Mais um livro da Colleen para minha lista. E não sei por que já prevejo que vou precisar de lenços para acompanhar a leitura rs...

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
  5. E cada vez mais a blogosfera me joga para cima da Colleen e eu vou com cada vez mais lenços na mão... E sim, bem que eu queria Confess em português, acho que esse livro me faria bem!

    Pandora
    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  6. Oi Luiza!
    Eu amei sua resenha, me deixou muito curiosa!
    E que pinturas lindas, isso tá msm dentro do livro? *O*
    Preciso ler mais Colleen Hoover, rs.
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Não conhecia o livro,entretanto,fiquei curiosa para ler.
    Parabéns pela resenha.

    www.paginasempreto.blogspot.com.br

    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Luiza do céu, comofaz agora pra segurar a vontade de ler esse livro??? Essa Colleen não se contenta mesmo em destroçar nosso coração uma vez, ela quer fazer isso de novo e de novo! Depois de tantos livros dela, a gente pensa que nem vai se abalar mais, porém contudo todavia o que acontece é bem o contrário disso né? Amei a resenha, to louca pra saber quais são essas confissões!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Olá, Luiza.
    Só li um livro da autora até agora e preciso remediar isso. Eu também não gosto muito desse amor olhou, amou. Mas te entendo sobre isso das conexões. Coma Olivia, minha amiga de blog aconteceu isso. A gente se conheceu e já era melhores amigas. Isso tem 11 anos j´[a. E o engraçado é que a gente se vê uma vez por ano e quando se vê é como se tivesse sido ontem.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  10. Oi, Luiza! Gostei bastante da premissa do livro e sua resenha me deixou beeem curiosa. Achei muito legal as confissões terem sido enviadas pelos leitores e a ideia de transformá-las em pinturas. Ainda não li nada da autora, mas as resenhas que leio a respeito dos livros dela são sempre muito positivas.

    Beijos, Entre Aspas

    ResponderExcluir
  11. Com certeza quero ler esse livro, desde que li "Caso Perdido" admirei a autora.
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Confess da Collen Hover? Uau!

    Sua resenha TOP, arrasando sempre!
    Gostei muito. E pretendo ler... quando estive na versão em português, porque meu inglês está meio precário! :D

    Beijos,
    Danny
    Irmãos Livreiros

    ResponderExcluir
  13. Oi
    já quero ler esse livro, espero que ele seja publicado aqui, parece ser uma história bonita e sua resenha me deixou mega curiosa para ler esse livro, quero conhecer esses personagens.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Oie, tudo bem?
    Eu amo a Colleen, então nem leio as sinopses antes de ler algum livro dela hahaha. Pelo o que você comentou dele, tenho certeza de que é mais um que vou amar.

    ResponderExcluir
  15. Ai que capa escandalosa, tá me chamando! Adoro histórias que dão uma reviravolta, sempre pega a gente de surpresa, não é mesmo?! Já está adicionado na lista gigante!

    Beijo <3
    www.leitorasvorazes.com.br

    ResponderExcluir
  16. Oi Lu, tudo bem???
    Menina do céu.... que resenha maravilhosa... nem sei se esse livro já veio para o Brasil, mas se não veio precisa... adorei a premissa... os pontos que você levantou, simplesmente tudo... é bem do jeito que gosto de uma história... com seu drama e romance... e claro que a CoHo como você chama... tinha que arrasar em mais um livro...não é atoa que ela é minha diva das divas...
    Somente agora que reparei que só te segui no IG... corrigi isso... então estou te seguindo nas redes sociais que vi aqui no blog... Xero!!!

    https://minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Parece ser muito bom esse livro, adorei.
    Beijoos.
    www.amordeluaazul.com.br

    ResponderExcluir
  18. Oi Lu...
    Essa mulher tem o poder de destruir meu coração.
    E como assim não pode contar sore o passado dos dois Lu, assim fiquei ainda mais curiosa rs.
    Já vou preparar o lenço.
    Beijo

    Te Conto Poesia ♥

    ResponderExcluir
  19. Oie,
    Eu ainda não li nada da autora. Preciso reverter essa situação logo!!!
    Amei a resenha.

    Beijos,
    Juh
    http://umminutoumlivro.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  20. Olá, Lu.
    Esse parece ser um livro que transborda sentimentos e segredos, o que deve deixar alucinados os leitores que gostam de romance.
    Parece ser uma boa leitura, apesar de não ser tanto o meu estilo. Porém, talvez eu dê uma chance em um futuro próximo.

    Desbravador de Mundos - Participe do top comentarista de julho. Serão quatro livros e dois vencedores!

    ResponderExcluir
  21. Eu ainda não conhecia o livro, se eu visse a capa não sei se compraria, mas pela sua resenha, com certeza vou comprar, deve ser muito bom!
    Beijos
    BlogCarolNM
    FanPage

    ResponderExcluir
  22. Olá Lú!
    Eu adoro a CoHo ❤️
    Cada livro dela me surpreende de uma forma e acredito que com essa não será diferente! Não conhecia esse, mas já vou procurar para comprar!

    Parabéns pela resenha! Só me deu mais vontade de ler o livro ❤️

    www.booksimpressions.com.br

    ResponderExcluir
  23. Olá, tudo bem? Que capa mais linda! Eu quero muito ler algo da Coollen, mas eu sempre acabo deixando os livros dela de lado para fazer outras leituras... Preciso mudar isso logo! Adorei a indicação!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
  24. Como assim eu não conhecia esse livro? Pela sua resenha parece ser sensacional, sem contar que as ilustrações são maravilhosas! Já quero ler, vou colocar na minha listinha ^^
    Um beijão,
    Gabi do likegabs.blogspot.com ♡

    ResponderExcluir
  25. Não li ainda O Lado Feio do Amor e nem Confess. Mas pelo que leio por ai, e comprovando na sua resenha, ela é muito boa e tem uma escrita ótima. Quero em breve ler um dos dois que pelo visto são ótimos :D

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  26. Olá, acabei de conhecer o seu blog, mas já adorei.
    Esse livro parece ser muito criativo e as imagens que você colocou são muito inovadoras.
    Abraços!
    umlivroabertoig.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  27. Olá Luiza,
    A Arte de capa do livro é simplesmente linda e a premissa do livro também é muito boa.
    Agora você mexeu com meus nervos com essa tal de confissão do Owen, fiquei super curiosa.

    Beijos da Camila.
    http://cabinedeleitura1.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  28. Oi Lu, tudo bem??? Eu não sou muito de NA por causa dessa premissa: segredos, segredos. Sempre tem um segredo. E na maioria das vezes é uma coisa tão blé :P Mas fico feliz que dessa vez não seja assim ;)
    Mesmo assim, eu não leria. Collen é muito blé pra mim hahahhah
    Beijooos
    profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  29. Oi, vc pode por favor me explicar o final do livro? Pq eu estou pirando literalmente! Eu não entendi aquele final com o Owen falando da pintura e da conexão dele com o Adam. Por favor, please, socorro!!! Eu to morrendo 💔

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita e volte sempre!
Deixe seu comentário/opinião; estou muito interessada e ele será respondido assim que possível.
Deixe também seu blog, se tiver, que assim possível farei uma visita :)

Tecnologia do Blogger.