14 julho 2016

Música #11: The Killers


Vamos conhecer mais um pouco dessa banda que vem direito de Las Vegas, Nevada. Com vocês, The Killers.

The Killers é uma banda americana de rock, formada no ano de 2002 em Las Vegas. É composta por Brandon Flowers (vocais e sintetizador), Dave Keuning (guitarra e vocal de apoio), Ronnie Vannucci (bateria) e Mark Stoermer (baixo e vocal de apoio). Seu primeiro álbum, Hot Fuss, foi lançado em 15 de junho de 2004, obtendo ótimas críticas e grande reconhecimento junto ao público, em grande parte devido aos sucessos "Somebody Told Me", "Mr. Brightside" e à sonoridade dançante dos anos 80, oriunda dos sons sintéticos das canções. O segundo álbum do grupo, Sam's Town, foi lançado em 3 de outubro de 2006, e marcou uma considerável mudança no estilo da banda, tanto em relação à música, que apresentou influências mais roqueiras, como Bruce Springsteen, quanto ao estilo de se vestir, que tornou-se mais "agressivo", mais compatível com a sonoridade extremamente americana que caracteriza Sam's Town. Em 2008, eles lançaram o álbum Day & Age, que foi sucesso de crítica e pública.Em 2012, após um periodo parados, o The Killers lançou seu quarto álbum de estúdio intitulado Battle Born.

Em meados de 2012, a banda já havia vendido mais de 5 milhões de cópias apenas nos Estados Unidos, mais 4,5 milhões no Reino Unido, com mais de 15 milhões de cópias pelo mundo.

Os atuais integrantes do The Killers tiveram diversas ocupações antes de formarem a banda. Brandon Flowers, com os estudos recém-concluídos, trabalhou por um tempo no Gold Coast Hotel and Casino, em Las Vegas, como porteiro. Sua função era receber os hóspedes recém-chegados e guiá-los pelo hotel. Dave Keuning trabalhava em uma loja de roupas chamada Banana Republic, mas saiu de lá quando um novo chefe o proibiu de ouvir música no local de trabalho. Mark Stoermer entregava equipamentos médicos e estudava Filosofia na Universidade de Nevada, e Ronnie Vannucci estudava percussão clássica nesta mesma Universidade, enquanto trabalhava como fotógrafo de casamentos.

Algum tempo depois, Brandon Flowers tornou-se o tecladista de uma banda de synthpop chamada The Blush Response. Entretanto, quando seus integrantes decidiram se mudar para Los Angeles, Flowers se recusou a acompanhá-los, o que resultou na sua saída do grupo. Algum tempo após esse incidente, ele foi a um concerto do Oasis, em Las Vegas, o que lhe fez chegar à conclusão de que "sua vida precisava de mais guitarras". Com essa idéia na cabeça, Brandon chegou ao ponto de parar qualquer carro na rua com adesivos de bandas para convidar quem estivesse dentro para a sua banda. Enquanto isso, Dave Keuning procurava músicos "que amavam Oasis", através de um anúncio em um jornal, para formar uma banda. Flowers leu o anúncio e, fascinado pela música do Oasis, respondeu à Dave.

Com isso, os dois músicos passaram a se encontrar no local onde Dave morava, e escreveram a primeira canção do grupo, a única que eles tocam em todos os concertos até hoje, e que se tornou o principal sucesso do grupo: "Mr. Brightside". Sob o nome de The Killers (retirado de um videoclipe do New Order chamado "Crystal"), os primeiros concertos da banda contavam apenas com Flowers e Keuning, e uma representação eletrônica de bateria e baixo. Após fazerem testes com alguns baixistas e bateristas, eles encontraram Dell Stir para o baixo e Matt Noezoss para a bateria. Esta formação não durou muito tempo. A formação atual do grupo completou-se quando o próprio Ronnie Vannucci substituiu Matt Noezoss, e Mark Stoermer (que passou a acompanhar as apresentações da banda), se tornou amigo de Ronnie e se tornou o baixista oficial da banda.

Eles passaram a compor e ensaiar na garagem de Ronnie (o único que tinha uma residência fixa) e, quando não podiam utilizá-la, eles iam para o estúdio de aulas da universidade onde Ronnie estudava, no meio da noite. Alternando entre esses dois locais, a banda compôs, gravou e lançou seu primeiro demo, composto pelas canções "Replaceable", "Under The Gun", "Mr. Brightside" e "Desperate".

A primeira apresentação do grupo foi feita em um clube chamado Tremorz. Foi horrível desde o início, devido ao fato de o clube não possuir nenhum sistema de som e também por um efeito que Brandon usava em sua voz para que ela ficasse semelhante à de Julian Casablancas (vocalista dos Strokes), efeito que falhou horrivelmente. Brandon desafinou muitas vezes e não possuía nenhuma presença de palco, mas a apresentação foi o suficiente para que o grupo chamasse a atenção de quem estava no bar naquela noite. O Café Roma, em Las Vegas, também foi palco de algumas apresentações do grupo. Eles tocaram lá diversas vezes em troca de sanduíches e cafés de graça. O café citado na letra de "Glamorous Indie Rock & Roll", do primeiro álbum da banda, Hot Fuss, é o Café Roma.

As notícias sobre a banda e o demo dos rapazes chegaram aos ouvidos de um representante da Warner Music que, apesar de recusar enviar o demo a esta gravadora, enviou-o a uma gravadora independente de Londres, a Lizard King. O grupo assinou com a Lizard King e saiu em sua primeira turnê, pela Inglaterra. Eles passaram a dividir seu tempo entre os concertos e as gravações de seu primeiro álbum. As gravações demoraram cerca de três meses, e durante este tempo, a banda foi vítima de algumas catástrofes. Eles passaram por um terremoto durante as gravações de "Believe Me Natalie", por um incêndio para chegar ao estúdio e gravar "Change Your Mind" e, quando voltavam da turnê britânica, o motor do avião em que estavam parou e eles começaram a descer em queda livre.

Antes mesmo de seu primeiro álbum ser concluído, o grupo já dividia datas de concertos no Reino Unido com os grupos British Sea Power e stellastarr* no verão de 2004, o que deu à banda a chance de mostrar ao público britânico como seu álbum iria soar. Hot Fuss foi lançado em junho daquele ano, e "Somebody Told Me", "Mr. Brightside", Smile Like You Mean It" e "All These Things That I've Done" tornaram-se sucessos imeditados. O próprio álbum atingiu a sétima posição no Billboard Top 200. Devido à grande presença de sintetizadores neste álbum, houve uma forte associação entre Hot Fuss e grupos dos anos 80 como U2, The Cure, Duran Duran, Depeche Mode e New Order, o que levou os críticos a definirem o grupo como New Wave, synthpop, pop alternativo, dance rock dentre outros gêneros musicais.

Em 3 de outubro de 2006 foi lançado, então, o segundo álbum da banda, Sam's Town. É notável o contraste entre Hot Fuss e Sam's Town; a mudança na sonoridade do grupo fica evidente, já que há um certo abandono dos sintetizadores, marca registrada de Hot Fuss, e é dada uma importância maior às guitarras de Dave Keuning, mais cheias e distorcidas.

Dentre as influências do álbum, a mais evidente é a do cantor norte-americano Bruce Springsteen, o que concedeu à Sam's Town um espírito mais americano e, de certa forma, mais violento. Foram feitas inúmeras comparações entre Sam's Town e Born In The U.S.A., famoso álbum de Springsteen, e as críticas feitas à Sam's Town não possuíam meio-termo: ou o álbum estava péssimo, ou era a salvação do rock. Essa mesma heterogeneidade de críticas se fez presente na opinião dos fãs mais antigos que, acostumados com o som mais synth de Hot Fuss, não pouparam Sam's Town. Entretanto, essa agressividade do segundo álbum atraiu novos fãs ao grupo, em grande parte devido ao sucesso de singles como "Bones", "Read My Mind" e "When You Were Young". A exposição da banda aumentou ainda mais quando Tim Burton produziu o clipe de "Bones" e "When You Were Young" passou a integrar a lista de músicas dos jogos Guitar Hero III: Legends of Rock e Rock Band. Além disso, "Read My Mind" passou a ser música tema da série "ER" aparecendo em vários comercias do programa. Apesar de toda a controvérsia que Sam's Town gerou, foi um álbum que fez bastante sucesso (recebeu disco de platina duplo no Canadá)

O terceiro álbum do The Killers, Day & Age, foi lançado em 24 de novembro de 2008 no Reino Unido e em 25 de novembro de 2008 nos Estados Unidos. Eles trabalharam com Stuart Price que fez os remixes de Thin White Duke do "Mr Brightside" e produziu as canções "Leave the Bourbon on the Shelf" e "Sweet Talk". O primeiro single do álbum foi a canção "Human", lançada em 22 de setembro, e recebeu a certificação de platina pela RIAA. Day & Age se tornou o terceiro álbum da banda a chegar a primeira posição na Inglaterra e na Irlanda, e também chegou a 6ª posição na Billboard 200 americana. O álbum recebeu da BPI quatro certificações de platina, passando da casa dos 1,2 milhões de cópias vendidas na Grã-Bretanha. Nos Estados Unidos, superou a marca de 500 mil CDs vendidos.

Em 2012, enquanto a banda trabalhava num novo disco, o saxofonista e também produtor de alguns títulos do grupo, Thomas Marth, foi encontrado morto com um tiro. O saxofonista teria se suicidado, o que motivou uma nota de pesar por parte da banda.

A banda começou a trabalhar em maio de 2011 em Las Vegas no estúdio em seu próximo álbum. Em uma entrevista publicada na Q Magazine em Julho, Flowers afirmou que a banda escreveu seis novas músicas para o novo álbum, incluindo um 'épico de sete minutos' chamado "The Slot Tech". Em maio de 2012, foi confirmado o nome do quarto álbum de estúdio, Battle Born, lançado em setembro do mesmo ano. Em 7 de julho de2012, o The Killers lançou oficialmente o trailer do novo álbum.

O primeiro single de Battle Born foi a canção "Runaways", lançada nas rádios em 10 de julho de 2012. Em fevereiro de 2013, a banda ganhou o prêmio de "melhor artista internacional" no NME Awards.

Ao fim de 2013, ainda em turnê, o baterista da banda, Ronnie Vannucci, afirmou em entrevista ao The Daily Star que o grupo já estava trabalhando em um novo álbum. Em novembro, foi anunciado o lançamento de um álbum de grandes êxitos, intitulado Direct Hits.

Pense numa pessoinha que pirou horrores vendo o show deles no Lollapalooza 2013, direto do sofá da sala? Eles estão na listinha de shows que tenho de ir. Só acho que já está na hora de lançar algo novo, viu? Vamos à listinha de músicas pra quem não sabe por onde começar:
- Spaceman
- Jenny Was a Friend of Mine
- When You Were Young
- Shadowplay
- Runaways
- Don't Shoot Me, Santa Claus
- The Way It Was
- Read My Mind
- Human
- Miss Atomic Bomb
- Bling (Confession of a King)
- For Reasons Unknown
- Joy Ride
- I Can't Stay
- This Is Your Life
- Losing Touch
- From Here On Out

Música preferida de todas - Spaceman (faixa 3 do álbum Day & Age) (me identifico demais com essa música)


Primeira música que ouvi - Somebody Told Me (faixa 4 do álbum Hot Fuss)


Último clipe lançado - Just Another Girl (faixa 15 do ábum Direct Hits)



Álbuns
- Hot Fuss (2004)
- Sam's Town (2006)
- Day & Age (2008)
- Battle Born (2012)
- Direct Hits (2013)

EPs
- (RED) Christmas (2006-2011)

Singles
- Somebody Told Me
- Mr. Brightside
- All Theses Things I've Done
- Smile Like You Mean It
- When You Were Young
- Bones
- Read My Mind
- For Reasons Unknown
- Tranquilize
- Shadowplay
- Human
- Spaceman
- The World We Live In
- A Dustland Fairytale
- Runaways
- Miss Atomic Bomb
- Here With Me
- Shot At Night
- Just Another Girl

Fonte: The Killers

PS: Sorry pelo post grande

20 comentários:

  1. Olá!!
    Não conhecia! Tô apaixonada! A música "Spaceman" é demais mesmo <3

    Beijãooo
    Leitora Cretina

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa é a minha música favoritas de todas EVER! Me identifico demais.

      Excluir
  2. Just Another Girl é ótima, já conhecia e escuto bastante!!

    Bj, Van - Retrô Books
    http://balaiodelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Eu não conhecia a banda mas vou procurar ouvir outras músicas deles.

    http://chovendo-risos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi Lu, sua linda, tudo bem?
    Confesso que não me identifiquei com a música deles. Mas gostei demais da sua postagem, você deve ter tido muito trabalho para nos trazer as informações. Traga outras dicas de música eu adoro.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi Lu, eu adoro a Somebody told me!!
    Até coloquei no Spotify, apesar de não saber usar direito, hehe

    Beijos Mila
    Daily of Books

    ResponderExcluir
  6. Cara, amo os seus posts sobre música <3 Sério, é viciante as múcicas que você coloca aqui <3
    Beijo*
    http://umminutoumlivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi Luiza, tudo bem?
    Eu adoro suas postagens sobre música. Estou sempre descobrindo algo novo e interessante por aqui.
    Eu já conhecia a banda, mas confesso que não costumo ouvir as músicas. Foi bom conhecer um pouco mais sobre eles.
    Bjus
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
  8. Já tinha ouvido algumas musicas mas nunca tive um conhecimento grande sobre a banda, gosto muito deles!
    bjoss
    www.gizahcastro.com

    ResponderExcluir
  9. Oie Lu =)

    The Killers é uma banda de quem infelizmente não consigo gostar tanto. Até curto uma ou outra música deles, mas não chego a ser fã rs...

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
  10. Minha nossa senhora das músicas perfeitas! Como amo essa banda! Somebody Told Me,Mr. Brightside,All Theses Things I've Done,Smile Like You Mean It (minha favorita ever!!!), Shot At Night, Here With Me, Human e Tranquilize.... Como não amar? Bom demais!
    Adorei o post...
    Mil beijokas! entreumlivroe-outro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Oi Luh, sabe aquela pessoa que não sabe nada sobre músicas assim? Sou eu. Um peixe totalmente fora d'água kkk
    Beijos
    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir
  12. oi
    eles são bons, conheci eles pela mtv na época que assistia, pois sempre passavam clip delas, mais fazia tempo que não escutava nada.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Oi Lu. Não preciso dizer que o estilo de música não é o meu né? heheh. Mas gostei de conhecer um pouco da trajetória da banda.Nossa, o negócio é feito de muita sorte e muito azar né? E eles se ferraram um bocado, mas no fim deu tudo certo. Que bom! :)
    Beijão
    www.odiariodeumaescritorainiciante.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Ops, blog errado hahha: http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Oi Lú!

    Amo essa banda! A música prefira deles é When You Were Young. É para ouvir bem alto.

    Bjos

    ResponderExcluir
  16. Olá Lu ♥
    Que delícia de post. Sou apaixonada por The Killers e tenho algumas músicas salvas, acho o som deles mara.
    Adorei conhecer um pouco mais da banda, acho que isso é muito importante para fãs. Agora, vou ficar o dia todo ouvindo The Killers.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  17. Oi oi,

    que post bacana! Tenho uma amiga que ama essa banda e até escutei umas músicas deles uma vez, mas sei lá, não me cativaram muito...

    Beijos!
    Visite o Mademoiselle Loves Books
    http://www.mademoisellelovesbooks.com/

    ResponderExcluir
  18. Eu tive uma época em que ouvia muuuuuuuito The Killers <3
    Hoje em dia escuto uma ou outra, mas When you were young vai ficar pra sempre no meu coração haha
    Romeo and Juliet também é lindíssima, amo!

    Beijos,
    Kemmy - Duas Leitoras

    ResponderExcluir
  19. Oi Lu!
    Adoro The Killers! De vez em quando escuto uma música ou outra. Algumas músicas me lembram coisas muito legais. Spaceman mesmo me lembra o início do meu namoro, quando não era namoro ainda, sabe? hahah escutávamos muito The Killers.

    Beijos,
    Epílogos e Finais

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita e volte sempre!
Deixe seu comentário/opinião; estou muito interessada e ele será respondido assim que possível.
Deixe também seu blog, se tiver, que assim possível farei uma visita :)

Tecnologia do Blogger.