07 junho 2016

Resenha #61: Snow Like Ashes - Sara Raasch (Balzer + Bray)

Título: Snow Like Ashes
Título Original: ---
Autor: Sara Raasch
Série: Snow Like Ashes #1
Páginas: 432
Ano: 2014
Editora: Balzer + Bray
Sinopse*: Uma menina de coração partido. Uma guerreira feroz. Um herói em construção.
Dezesseis anos atrás, o Reino de Winter foi conquistado e seus cidadãos escravizados, deixando-os sem magia ou um monarca. Agora a única esperança dos Winterians pela liberdade são os oito sobreviventes que conseguiram escapar, e que estavam esperando pela oportunidade de roubar de volta a magia de Winter e reconstruir seu reino desde então.
Virando órfã desde criança, durante a derrota de Winter, Meira viveu toda a sua vida como um refugiada, criada pelo general dos Winterians, Sir. Secretamente treinando para ser um guerreira - e desesperadamente apaixonada por seu melhor amigo, futuro rei de Inverno, Mather -, ela faria qualquer coisa para ajudar Winter a recuperar a sua fonte de magia e subir ao poder novamente.
Então, quando batedores descobrem a localização do medalhão antigo que pode restaurar a magia de Winter, Meira decide ir atrás ela mesma. Finalmente, ela está escalando torres e lutando contra os soldados inimigos, assim como ela sempre sonhara. Mas a missão não sae como planejado, e Meira logo encontra-se empurrada para um mundo de magia negra e perigosa política - e, finalmente, começa a perceber que seu destino não é, e nunca foi, dela própria.


Sabe quando uma criança ganha um brinquedo e só quer brincar com ele? Assim fui eu quando ganhei meu Kobo. Sai adicionando tanto livro que alguns acabaram se perdendo dentro dele. Um deles foi Snow Like Ashes.

Meira é uma garota órfã que, juntamente com mais algumas poucas pessoas, conseguiram fugir de Winter quando Spring atacou. Dezesseis anos depois, Angra - rei de Spring - ainda os caça pois quer a magia da linhagem de Winter para si.

Meira faz de tudo para se sentir importante e participar da retomada de Winter. Mal sabe ela que o destino lhe reserva um jogo que envolve política e magia.

Mesmo as nevascas mais fortes começam com um único floco de neve*

Confesso que achei o começo bem confuso e demorei a pegar o tranco na história. Até eu entender todo o mundo, a leitura estava arrastada. Um resuminho básico sobre esse mundo então.

Previously in Snow Like Ashes...

Existem 8 reinos divididos entre Seasons e Rhythms. Os reinos Seasons - Winter, Spring, Autumn e Summer - tem esses nomes devido à estação que está sempre presente. Por exemplo, em Winter é sempre inverno e por aí vai. Isso acontece porque eles se localizam em cima de um tipo de camada geológica mágica. Essa fonte mágica podia ser acessada milhões de anos atrás, mas, hoje em dia, se encontra fechada e sua possível entrada se encontra em algum dos reinos Seasons. Os outros 4 reinos - Cordell, Ventralli, Yakim e Paisly - são os chamados de Rhythms porque são ditos “normais”, ou seja, não tem uma estação definitiva forevermente no seu reino.

Em cada reino, há uma linhagem herdeira da magia. Alguns reinos, a magia passa para as mulheres e em outros, passa para os homens. Essa magia fica “guardada” dentro de um objeto que eles chamam de conduit, que é uma espécie de condutor de magia. A partir desse conduit, eles podem “estender” a característica mais marcante da magia para os habitantes do seu reino. Quem leu/assistiu Amanhecer, lembram quando a Bella “estendia” sua espécie de campo de força naquela luta fubeca contra os Volturi? Então, é assim que funciona essa extensão da magia que o governante que possui o conduit faz.

Fissurado por esse babado de magia e tals, Angra - rei de Spring - teimou que a entrada da fonte mágica estava em Winter e por isso invadiu o reino. Quando ele invadiu, algumas pessoas, entre elas Meira e o futuro rei - Mather -, conseguiram fugir. E é nesse ponto que começa a história.

Um mapinha é sempre bom pra gente se situar
Dificilmente eu viro fã de mocinhas de YA porque ou se acham a louca das galáxias com desejo de morte (vide Tris) ou se acham fracas demais ou são bem arrogantes e mimizentas (vide Mare) ou só ficam reclamando da vida e não fazem nada e por aí vai. O que me fez gostar de Meira foi o fato dela se achar forte e fraca ao mesmo tempo. Ela sabe que pode ajudar a retomar seu reino, mas ao mesmo tempo, sabe que é fraca em alguns aspectos e que precisa da ajuda de algumas pessoas. Sim, ela tem a característica de ser geniosa, cabeça-dura, teimosa e se meter em burradas, mas também sabe ser leal e corajosa quando necessário. Ela não fica esperando as coisas acontecerem; ela vai lá e faz e fim de papo. No caso, ela é a montanha que vai a Maomé.

"Você não sabe de nada, Meira, e me desculpa se isso... é difícil para você aceitar, mas vai acontecer. Você não queria ser importante para Winter? É assim que Winter precisa de você"*

Quase no final do livro, eu já havia sacado qual o papel de Meira nessa história toda, mas ainda assim é um plot twist que te deixa de queixo caído, devido tudo que ocorreu até chegar ali.

Como todo YA, tem de haver um triângulo amoroso, mas, graças a God e a todos os seres que vivem nessa terra, nem chegou a fechar as pontas porque a terceira pessoa é quicada para fora no desenrolar da história. É PRA GLORIFICAR DE PÉ, ASSEMBLEIA! Maaaaas, não se enganem que esse “romancezinho” tira o foco de Meira.

O que gostei dela e que acho que falta em outras personagens de YA é pararem de se importar com o carinha durante o quebra-pau. O carinha pode ser o amor da tua vida, mas vamos ter foco no que importa: sair viva do quebra-pau e não ficar se preocupando se vão ter o felizes para sempre. Eu precisava fazer esse desabafo.

Voltando, teve alguns aspectos que me incomodaram, como o fato de baixar a Xena na Meira e ela sair jogando o seu chakram por aí e acertando TUDO (só faltou dar o gritinho). Até o começo da história, a guria não sabia se esquivar de uma espada de pau e agora tem a precisão de um sniper? Mas, são detalhes que, comparado com todo o livro, não prejudica o fato que a história é boa. Também houve alguns personagens que poderiam ter sido mais desenvolvidos e espero que isso aconteça no livro seguinte

Algum dia, seremos mais que palavras no escuro.*

Agora algo que praticamente encobre esse pequeno detalhe acima é a igualdade entre sexos estabelecida aqui. Geralmente, os que mandam nos reinos, países, whatever que seja nas histórias, são homens. Aqui temos homens E mulheres governando. Como falei lá no começo, em alguns dos reinos, como Winter e Autumn, a linhagem do governo que recebe a magia e o conduit é a mulher. Esses reinos tem uma rainha não porque casou com um rei, mas sim por direito e ter sido escolhida. Isso eu achei legal porque, apesar da maioria dos YAs serem escritos por mulheres, poucos eu encontrei onde uma mulher comanda o babado.

Logo ele saberá que a nevasca começou comigo*

Esse livro está com previsão de lançamento aqui no Brasil no dia 16 de junho pela HarperCollins e se chamará Neve e Cinzas. Eu curti que eles mantiveram a capa - que é bafônica btw - e o contexto do título. A única coisa que me incomodou foi a divulgação dizendo que os fãs de Game of Thrones deviam conhecer a história. Gente, não tem nada a ver com Game of Thrones. Eu creio que comentaram isso por conta dos reinos e tals. Então, se você está procurando algo no estilo GoT aqui, saiba que não vai encontrar.


O livro seguinte se chama Ice Like Fire e o terceiro - e último - se chamará Frost Like Night, com lançamento previsto para setembro desse ano.


Quem gostou de Trono de Vidro, The Kiss of Deception e A Rainha Vermelha, com certeza vai gostar desse livro. E quem não conhece os anteriores ou não gostaram, também.

PS: hoje é aniversário do meu pai, então... Parabéns, papis!!!


*Traduções feitas por mim

23 comentários:

  1. Oiiii Lu, tudo bem????
    Eu sou meio que a surtada dos YA :3 É YA eu quero ler hahahhahahha
    Talvez porque tive muitos amores eternos nesta idade, era meio surtada, achava que tudo era possível ahahhaha.
    Aí eu acabo entendendo as garotinhas dos livros e curto :)
    Em compensação não gosto dos NA porque não consigo me identificar :P
    E ultimamente ando de saco cheio dos romances adultos (não hots, mas com personagens mais velhos). Porque a menina ter 16 anos e dizer que não sabe porque o menino a olha de forma tão intensa, eu até entendo. Mas agora uma mulher barbada, que diz a mesma coisa.... afz, pra isso eu não tenho paciência :P
    Bem, mas o foco então....
    mesmo que o romance tivesse um grande foco, eu leria o livro :3 Fiquei bem interessada. E esse equilíbrio entre personagens femininos e masculinos é muito importante e difícil de ser encontrado.
    Ahhh e eu sei como é isso do Kobo. Tenho quase 2000 e-books no kindle. Você acha que sei todos que tenho? Que nada. As vezes vou comprar algo na Amazon e eles me avisam que eu já comprei faz um ano quase hhahhaha. Ainda bem que avisam :3
    Beijooos
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Lu.

    Não conhecia este livro e adorei sua resenha. Adicionei na minha lista.

    Bjos

    ResponderExcluir
  3. Oie,
    não conhecia o livro, mas começo arrastado é sempre um problema neh?
    Gostei da resenha, mas não sei se iria gostar da leitura

    bjos
    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  4. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK rindo muito em certas partes principalmente do triângulo amoroso que realmente faz a gente pirar. Já estava de olho nesse livro desde que a capa saiu na revista mundo estranho (uma edição especial de séries, filme e livros).
    Gostei de ver que eles não focam só no homem ou só na mulher, mas deixa claro que todos dois são preciosos ao enredo e isso é muito bom. Já quero esse livro e queria poder ler mais rápido em inglês. u.u To estilo tartaruga.
    Esse negócio de PDF eu não tinha costume não. Mas do começo do ano para cá resolvi mudar e olha que antes de pegar o gosto eu já tinha baixado tudo em quanto, mas só esse ano resolvi ler e equilibrar o físico e o pdf. Até pq dinheiro não nasce em arvore.kkkkkk
    Bjos, amei a resenha.

    www.primeiras-impressoes.com

    ResponderExcluir
  5. Primeiramente: parabéns papis da Luiza!!!
    Eu não tenho um kobo, mas se eu tivesse faria exatamente como você, ia adicionando tudo que ver pela frente hahaha

    A leitura parece ser bem interessante. Não li os outros livros que você comparou com esse, mas já li críticas bem positivas sobre eles.

    www.booksever.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oie Luiza =)

    Vi esse livro em algum lugar e não entendi o motivo de tanta euforia rs... agora está explicado.

    Me pareceu interessante, mas tenho que ver se vou ter coragem de começar outra série XD


    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
  7. Adoro livros/histórias que tem mapas, torna tudo uma aventura né? Não conhecia esse livro, mas adorei a capa, e achei bem enigmática, igual a história, que pelo que você contou é super interessante.
    Deve ser bem legal ler em inglês, antes de todo mundo kkk, eu não consigo :P

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  8. QUando vi no final a previsão do lançamento fiquei pensando: que bom, que bom, que bom, que bom!
    Aguardando ansiosamente

    ❥Blog: Gordices Literárias

    ResponderExcluir
  9. OIii Lu

    Esse livro também será publicado esse mês aqui na Argentina, e estou super empolgada para ler. Já vi várias indicações sobre esse livro e sua resenha absolutamente me convenceu. Adorei a personalidade da protagonista, pra mim tb é bem dificil empatizar com protagonistas de YA

    Beijos

    naprateleiradealice.blogspot.com.ar

    ResponderExcluir
  10. Não conhecia esses livros ainda mas eles me deixaram bem curiosa, vou colocar na minha listinha :)

    Beijos
    BlogCarolNM
    FanPage

    ResponderExcluir
  11. Amei a resenha Lu, chato quando um livro fica meio confuso no início, eu li um livro esses dias assim, foram tantos acontecimentos que fiquei um pouco perdida.
    Eu gostaria de ler este livro, mas não no momento!

    Beijos Mila
    Daily of Books

    ResponderExcluir
  12. Olá, Luiza.
    Agora quando lançar eu vou ter que comprar. Depois dessa resenha não tem como não querer o livro. Eu já quis lá em cima quando vi a divisão dos reinos por estações hehe. E depois por conta da protagonista. Parabéns pela resenha.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  13. Oi
    fiquei interessada na leitura, que bom que gostou dessa protagonista, parece ser uma história envolvente e ainda bem que não tem foque no romance, mesmo tendo um pouco. Legal que vão publicar no Brasil.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. O livro parece ótimo mesmo, porque a capa dele me encantou. *--*
    Amo ler as suas resenhas, são ótimas!
    Beijos. ♥

    Diário da Lady

    ResponderExcluir
  15. Oi Luiza,
    Eu não gostei de Rainha Vermelha e não li Trono de Vidro. Mas confesso que essa sinopse me agradou hein? Achei uma premissa bem interessante.
    Uma pena ser uma série, mas acho que pelo tipo de história parece algo bem feito e que precisa ser bem trabalhado.
    Vou anotar na minha lista, afinal não conhecia!
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/?m=1

    ResponderExcluir
  16. Tchê, tô louca para me sentir como você quando tiver um Kobo em mãos. Estou ensaiando a compra do meu e até o final do ano terei o meu com certeza.
    Este livro eu ainda não li, na verdade pouco sabia sobre ele... Que bom que você vem fazendo boas leituras.

    Beijo, van - Retrô Books
    http://balaiodelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Oi Lu!
    Eu também fiquei como você quando ganhei meu Kobo e sabe que mesmo agora ainda surto enchendo de livro rs
    Parece muito boa essa leitura e a nossa heroína Meira parece ser das minhas.Muito boa sua resenha! Li os dois primeiros livros da série Trono de Vidro e #amei
    Beijos

    ResponderExcluir
  18. Oi Lu! Eu detesto quando comparam com outros livros, só serve para atrapalhar. Cada um é cada um e vamos aproveitar a individualidade de cada história. Livros deste estilo tendem mesmo a ter começos confusos, precisamos nos acostumar ao novo universo para mergulhar na trama. Eu estava super afim de ler e agora ao saber sobre tão boa protagonista, fiquei desesperada.

    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  19. Oi Lu!
    Quero muito esse lançamento! Achei muito interessante toda a história, a criação do mundo e tal. E principalmente a igualdade de gênero, a autora arrasou nesse ponto.

    Beijos,
    Epílogos e Finais

    ResponderExcluir
  20. Oi Lu!!!

    O livro parece ser muito bom, mesmo com o começo confuso. E entendo perfeitamente sua relação com o Kobo, é igual a minha com Kindle, meu atual melhor amigo rsrsrsrsrs

    Parabéns para o papis

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  21. Olá, Lu.
    O que mais me chama a atenção nessa obra é a igualdade de poder para homens e mulheres. Isso é raro de se ver, mesmo em livros escritos por mulheres.
    O resto do enredo não me chamou tanto a atenção, mas talvez eu dê uma chance.
    Ótima dica!

    Desbravador de Mundos - Participe do top comentarista de junho. Serão quatro livros e dois vencedores!

    ResponderExcluir
  22. Oi Lu, sua linda, tudo bem?
    Estou acompanhando o face da Harper Collins e descobrir esse livro lá, que máximo, você é super antenada, acho que é a única que vi falando do livro. Que pena que o início é confuso, mas adorei o enredo dessa história e quero dar uma chance. Sua resenha ficou ótima e divertida.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  23. Olá, me interessou a história, vou procurar :D

    Te indiquei na TAG: Indicação Prêmio Dardos 2016

    Beijos

    http://cantaremverso.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita e volte sempre!
Deixe seu comentário/opinião; estou muito interessada e ele será respondido assim que possível.
Deixe também seu blog, se tiver, que assim possível farei uma visita :)

Tecnologia do Blogger.