10 abril 2016

Quem tem boca vai a... #8: São Paulo

Um destino, vários livros
Continuando com nossos destinos literários nacionais, vamos visitar a Terra da Garoa, São Paulo.

São Paulo é um município brasileiro, capital do estado de São Paulo e principal centro financeiro, corporativo e mercantil da América do Sul. É a cidade mais populosa do Brasil, do continente americano, da lusofonia e de todo o hemisfério sul. São Paulo é a cidade brasileira mais influente no cenário global, sendo considerada a 14ª cidade mais globalizada do planeta, recebendo a classificação de cidade global alfa, por parte do Globalization and World Cities Study Group & Network (GaWC). O lema da cidade, presente em seu brasão oficial, é "Non ducor, duco", frase latina que significa "Não sou conduzido, conduzo".

Fundada em 1554 por padres jesuítas, a cidade é mundialmente conhecida e exerce significativa influência nacional e internacional, seja do ponto de vista cultural, econômico ou político. Conta com importantes monumentos, parques e museus, como o Memorial da América Latina, o Museu da Língua Portuguesa, o Museu do Ipiranga, o MASP, o Parque Ibirapuera, o Jardim Botânico de São Paulo e a avenida Paulista, e eventos de grande repercussão, como a Bienal Internacional de Arte, o Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1, a São Paulo Fashion Week e a Parada do orgulho LGBT.

O município possui o 10º maior PIB do mundo, representando, isoladamente, 10,7% de todo o PIB brasileiro e 36% de toda a produção de bens e serviços do estado de São Paulo, sendo sede de 63% das multinacionais estabelecidas no Brasil, além de ter sido responsável por 28% de toda a produção científica nacional em 2005. A cidade também é a sede da Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros de São Paulo (BM&FBovespa), a segunda maior bolsa de valores do mundo em valor de mercado. São Paulo também concentra muitos dos edifícios mais altos do Brasil, como os edifícios Mirante do Vale, Itália, Altino Arantes, a Torre Norte, entre outros.

São Paulo é a sétima cidade mais populosa do planeta e sua região metropolitana, com cerca de 20 milhões de habitantes, é a oitava maior aglomeração urbana do mundo. Regiões ao redor da Grande São Paulo também são metrópoles, como Campinas, Baixada Santista e Vale do Paraíba; além de outras cidades próximas, que compreendem aglomerações urbanas em processo de conurbação, como Sorocaba e Jundiaí. Esse complexo de metrópoles — o chamado Complexo Metropolitano Expandido — ultrapassa 30 milhões de habitantes (cerca de 75% da população do estado) e forma a primeira megalópole do hemisfério sul.

São Paulo está localizada junto à bacia do rio Tietê, tendo as sub-bacias do rio Pinheiros e do rio Tamanduateí papéis importantes em sua configuração. São Paulo tem altitude média de 760 metros. O ponto culminante do município é o Pico do Jaraguá, com 1 135 metros de altitude acima do nível do mar, localizado Parque Estadual do Jaraguá, na serra da Cantareira, onde se encontra também a segunda maior floresta urbana do mundo, no Parque da Cantareira.

O clima de São Paulo é considerado subtropical úmido (do tipo Cfa na classificação climática de Köppen-Geiger), com diminuição de chuvas no inverno e temperatura média anual em torno dos 19,2 °C, tendo invernos brandos e verões com temperaturas moderadamente altas, aumentadas pelo efeito da poluição e da altíssima concentração de edifícios. O mês mais quente do ano é fevereiro (22,4 °C) e o mais frio é julho (15,8 °C). A precipitação média é de 1 441 milímetros (mm) anuais, concentrados principalmente no verão, sendo janeiro o mês de maior precipitação (237 mm). O tempo de insolação é de cerca de 2 000 horas/ano, e a umidade do ar é relativamente elevada, com médias mensais entre 75% e 80%, sendo a média anual de 78%. As estações do ano são relativamente bem definidas: o inverno é ameno e subseco, e o verão, moderadamente quente e chuvoso. Outono e primavera são estações de transição. Geadas ocorrem esporadicamente em regiões mais afastadas do centro, e em invernos rigorosos, em boa parte do município.

São Paulo é a cidade mais multicultural do Brasil e uma das mais diversas do mundo. Desde 1870, aproximadamente 2,3 milhões de imigrantes chegaram ao estado, vindos de todas as partes do mundo. Atualmente, é a cidade com as maiores populações de origens étnicas italiana, portuguesa, japonesa, espanhola, libanesa e árabe fora de seus países respectivos, e com o maior contigente de nordestinos fora do Nordeste. No censo de 2010, da população total, 6 823 004 eram brancos (60,63%), 3 447 290 pardos (30,63%), 717 215 pretos (6,37%), 250 146 amarelos (2,22%) e 12 959 indígenas (0,12%), além de 2 891 sem declaração (0,03%).

A comunidade italiana é uma das mais fortes, marcando presença em toda a cidade. Dos dez milhões de habitantes de São Paulo, 60% (seis milhões de pessoas) possuem alguma ascendência italiana. São Paulo tem mais descendentes de italianos que qualquer outra cidade italiana (a maior cidade da Itália é Roma, com 2,5 milhões de habitantes). Ainda hoje, os italianos agrupam-se em bairros como o Bixiga, Brás e Mooca para promover comemorações e festas. No início do século XX, o italiano e seus dialetos eram tão falados quanto o português na cidade, o que influenciou na formação do dialeto paulistano da atualidade. São Paulo é a segunda maior cidade consumidora de pizza do mundo. São seis mil pizzarias produzindo cerca de um milhão de pizzas por dia.

A comunidade portuguesa também é bastante numerosa, e estima-se que três milhões de paulistanos possuem alguma origem em Portugal. A colônia judaica representa mais de 60 mil pessoas em São Paulo e concentra-se principalmente em Higienópolis (presença maior) e no Bom Retiro (presença menor, atualmente). A partir do século XIX, e especialmente durante a primeira metade do século XX, São Paulo recebeu também imigrantes alemães (no atual bairro de Santo Amaro), espanhóis e lituanos (no bairro Vila Zelina). Podemos destacar também a importante comunidade armênia, com suas diversas instituições instaladas nas proximidades dos bairros Bom Retiro, próximo a Estação Armênia do Metrô, Imirim e Brás. Os armênios fizeram do comércio e da fabricação de calçados suas principais atividades.

Com a decadência da imigração europeia e asiática após a década de 1930, passou a predominar a vinda de migrantes, em sua maioria oriundos da região Nordeste do Brasil.

Uma das colônias mais marcantes da cidade é a de origem árabe. Os libaneses e sírios chegaram em grande número entre os anos de 1900 a 1930. Hoje seus descendentes estão totalmente integrados à população brasileira, embora aspectos culturais de origem árabe marcam até hoje a cultura da capital paulista. Restaurantes de comida árabe abundam por toda a cidade, vendendo pratos que já entraram definitivamente na culinária brasileira: quibe, esfiha, charutinho de repolho etc. A rua 25 de Março foi criada pelos árabes, que eram em sua maioria comerciantes.

A cidade de São Paulo possui o maior número de pessoas que se declaram de origem asiática (amarelos) do Brasil. Cerca de 456 mil pessoas são de origem oriental, dos quais 326 mil são japoneses. A comunidade japonesa da cidade é a maior fora do Japão. Imigrantes vindos do Japão começaram a chegar em 1908, e imigraram em grande número até a década de 1950. A maior concentração de orientais da cidade está no distrito da Liberdade. Este distrito de São Paulo possui inúmeros restaurantes japoneses, lojas com peças típicas do Japão, e nele veem-se letreiros escritos em japonês e ouve-se muito o idioma. A colônia coreana da cidade também é notável. São mais de 60 mil pessoas de origem sul-coreana, particularmente concentrados no Bom Retiro, Aclimação e Liberdade. No bairro da Aclimação é possível encontrar diversos restaurantes coreanos, além de locadoras de vídeo e mercearias coreanas. Os chineses são bastante numerosos nos distritos da zona central da cidade, como o Brás e a Liberdade

Pontos turísticos
- Avenida Paulista
- Ponte Octávio Frias de Oliveira
- Catedral da Sé
- Estação da Luz
- Largo do Arouche
- MASP
- Memorial da América Latina
- Memorial do Imigrante
- Museu Casa das Rosas
- Museu Casa de Portinari
- Museu da Aeronáutica
- Museu da Casa Brasileira
- Museu da Imagem e do Som de São Paulo - MIS
- Museu da Imigração Japonesa
- Museu da Língua Portuguesa
- Museu de Arqueologia e Etnologia - MAE
- Museu de Arte Contemporânea - MAC
- Museu de Arte de São Paulo - MASP
- Museu de Arte Moderna de São Paulo - MAM
- Museu de Arte Sacra de São Paulo
- Museu de Zoologia da USP
- Museu do Crime
- Museu do Dentista
- Museu do Folclore
- Museu do Futebol
- Museu do Instituto Butantan
- Museu do Ipiranga
- Museu do Relógio
- Museu do Transporte Público Gaetano Ferolla
- Museu Lasar Segall
- Museu Memória do Bixiga
- Museu Padre Anchieta
- Museu Paulista
- Aquário de São Paulo
- Jardim Botânico de São Paulo
- Parque Anhangüera
- Parque Alfredo Volpi
- Parque da Aclimação
- Parque Burle Marx
- Parque da Juventude
- Parque da Independência
- Parque da Luz
- Parque da Cantareira
- Parque do Carmo
- Parque do Estado
- Parque do Guarapiranga
- Parque do Ibirapuera
- Parque do Piqueri
- Parque do Povo
- Parque Ecológico do Tietê
- Parque Estadual do Jaraguá
- Parque Trianon
- Parque Villa-Lobos
- Parque Zoológico de São Paulo

Livros que se passam em São Paulo


29 comentários:

  1. Olá :)
    A cidade de São Paulo sem dúvida nenhuma é a mais completa brasileira, só visitei o município uma única vez e fiquei deslumbrada, adorei as dicas dos pontos turísticos e dos livros!

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Eu brinco que São Paulo é a cidade da minha cabeça, geminiana por vocação! Adoro, já fui duas vezes e conto os dias e junto dinheiro para a terceira vez.

    Pandora
    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  3. Olá, Luiza.
    Sou do interior de São Paulo e já fui algumas vezes para lá. Principalmente na @5 e no Brás para comprar coisas baratas hehe. Mas não dá para ir sozinha não, tem que ir com alguém que conhece se não se perde com certeza. É muito grande.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  4. Oi Luiza!
    Eu adoro ir passear em São Paulo, meu lugar preferido é a Liberdade... Aliás indico o livro "Para continuar" que se passa lá ^^
    Ainda preciso ir conhecer o Parque do Ibirapuera, parece ser lindo!

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  5. Olá, Luiza.
    Tenho muita vontade conhecer São Paulo da mesma maneira que quero conhecer outros lugares. Acredita que nunca saí do Maranhão? :/
    Muito bom conhecer mais um pouco dessa bela cidade.

    Abraço!
    http://tudoonlinevirtual.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Oi Luiza!
    Eu moro em SP, na capital mesmo... Minha casa da Av.Paulista é cerca de meia hora (pelo trânsito, não por ser longe, rs)
    Eu AMO morar aqui, não queria trocar de cidade não <3
    Beeeijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Ótimo post, Lu!
    Super informativo.
    Sou carioca, mas amo SP!

    Me chama de Bella

    ResponderExcluir
  8. Ai sou louca para conhecer SP capital, adorei seu post amiga, se eu tivesse $$$ iria agora com certeza!
    Ainda mais conhecer pontos turísticos, minha grande paixão.
    Beijos. ♥

    Diário da Lady

    ResponderExcluir
  9. Oie,
    adoro São Paulo. Sempre que penso em me mudar, fico pensando se vou ter um lugar como São Paulo, onde temos de tudo por perto e tanto ligares maravilhosos.

    bjos
    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  10. Olá, Lu, tudo bem?

    Menina já morei em são paulo por um curto período, apesar de ser uma cidade muito movimentada, eu gostei bastante! O interessante de lá e que existe muitos lugares para se distrair, não conheci muito pontos turísticos, mas a onde eu morava tinha muita coisa, parques, shopping, corrida de cavalos, boates, club era tudo de bom, conheci a avenida paulista quando fui em um show e gostei bastante. adorei post.

    Beijinhos

    http://resenhaatual.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Já visitei São Paulo duas vezes e me decepcionei um pouquinho. Há lugares bonito, interessantes... Mas em geral, é um lugar onde eu não moraria. Sem falar que aqueles engarrafamentos intermináveis matam. rs

    Desbravador de Mundos - Participe do top comentarista de abril. Serão três vencedores!

    ResponderExcluir
  12. Oi Lu, tudo bem?
    Essa coluna é muito legal!
    Certo que já devo ter lido algum livro que se passe em SP, mas não lembro de cabeça agora.
    Beijos,

    Priscilla
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  13. Oi Lu,

    amei o post! Conheço alguns dos pontos citados no post e, por mais que eu sempre fique um pouco nervosa em cidades imensas assim, eu adoro São Paulo! O MASP é um dos meus museus favoritos! Adorei o post viu, foi bacana conhecer mais da cidade e alguns livros que se passam lá!

    Beijos!
    Visite o Mademoiselle Loves Books
    http://www.mademoisellelovesbooks.com/

    ResponderExcluir
  14. Como uma boa paulistana fiquei bastante feliz em relembrar os lugares enquanto lia seu blog.
    Adorei esse layout perfeito.
    http://revelandosentimentos.blogspot.com.br - Participe do Top Comentarista. O vencedor ganhará DOIS livros.

    ResponderExcluir
  15. Olá :)
    Adorei esse post :D Com esse pude conhecer um pouco mais sobre São Paulo <3
    Abraço
    http://interessantedeler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Sou suspeita pra falar porque sou paulistana da cabeça ao pés, não troco minha amada terra da garoa por nadinha.
    Aqui tem o resumão do mundo e isso é maravilhoso.
    Amei o post Luiza ♥

    www.tecontopoesia.com

    ResponderExcluir
  17. Oi!
    Morar em São Paulo tem suas vantagens e desvantagens, mas eu gosto sim.
    Às vezes eu penso que talvez fosse melhor ir morar em uma cidade mais tranquila e que funcione melhor, mas acho que eu iria sentir muita falta daqui.
    E essas informações sobre o clima estão meio desatualizadas, ultimamente no verão tem feito de 30 a 40 graus, com certeza!

    Beeijos

    www.ooutroladodaraposa.com.br

    ResponderExcluir
  18. Muito legal essa sua postagem para sabermos mais sobre a cidade, você poderia acrescentar fotos de alguns lugares da cidade, ia ficar legal :D
    Vou ver se esse ano vou para lá na Bienal :D

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  19. OI
    você sempre trazendo postes diferentes, eu nunca visitei São Paulo tenho curiosidade de conhecer.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  20. Oi Lu! Eu sou de SP e amo esta cidade de paixão. São tantos lugares maravilhosos. Uma série de livros que se passa aqui é Batidas Perdidas e recomendo.

    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  21. Oie Luiza =)

    Moro no interior de São Paulo, pertinho na capital mas confesso que nem para passeio tenho animo de enfrentar São Paulo rs... só vou na Bienal e olhe já XDD

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
  22. POrque esse balaio não é só literatura é geografia também!
    Muito bom! Adorei essa coluna, Luiza.
    Minha mãe mora em São Paulo e sempre que posso viajo pra lá. É um cidade onde eu não moraria (já morei um tempo com minha mãe e não deu pra mim), mas adoro visitar a cidade e conhecer vários desses pontos que você citou aí.

    Bjão.
    Diego, Blog Vida & Letras
    www.blogvidaeletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  23. Oi Luiza!
    Preciso confessar que não vou muito com a cara de São Paulo... Apesar de nunca ter ido lá, a cidade n me chama muito a atenção para uma viagem, por exemplo. E ainda tem aqueles probleminhas chatos de enchentes, engarrafamentos e etc... hahaha
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
  24. Oi, Lu

    Essa coluna é tão interessante! Eu nunca visitei São Paulo, mas pretendo ir na Bienal desse ano. Se Deus quiser e o dinheiro der! Hahahaha
    Aí eu gostaria de visitar o Ibirapuera!

    Beijo
    - Tami
    http://www.meuepilogo.com

    ~ Participe do Concurso Cultural O Sorriso da Hiena!

    ResponderExcluir
  25. Nunca fui a São Paulo e confesso que não tenho vontade.
    Sou daquelas que amam viajar pro interior, sabe? Pra um lugar bem calminho pra relaxar, não também não tenho vontade de morar lá já que amo minha Goiânia kkk

    ❥Blog:Gordices Literárias

    ResponderExcluir
  26. Oiii Lu, tudo bem?
    Eu iria para São Paulo este ano (na Bienal), mas medrosa do jeito que sou, acabei desistindo :P
    Essa população toda me deixa enlouquecida :P
    Quando vou para POA (capital) já fico enlouquecida. Imagina em SP. Eu surto kkkkkk. Acho que eu também ia estranhar tudo muito grande, agitado, metrôs... vixe :P
    Gosto das coisas mais calminhas sabe? Das cidades com ar de interior :3
    Beijoooos
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita e volte sempre!
Deixe seu comentário/opinião; estou muito interessada e ele será respondido assim que possível.
Deixe também seu blog, se tiver, que assim possível farei uma visita :)

Tecnologia do Blogger.