11 fevereiro 2016

Música #6: Jake Bugg

Hoje, lhes mostro um pouco do trabalho desse menino tímido, mas que supera isso ao cantar. Conheçam um pouco mais sobre Jake Bugg.

Jake Edwin Kennedy (Nottingham, Inglaterra, 28 de fevereiro de 1994), mais conhecido pelo nome artístico Jake Bugg, é um cantor e compositor inglês. Após assinar contrato com a gravadora Mercury Records, lançou seu álbum de estreia intitulado Jake Bugg.

Bugg nasceu e cresceu em Clifton. Seu pai, de onde veio o nome "Bugg", era enfermeiro, e sua mãe trabalhava com vendas, mas ambos já haviam trabalhado com música e feito algumas gravações. Seus pais se separaram quando Jake ainda era jovem. Bugg começou a tocar guitarra aos 12 anos de idade, depois de ser apresentado ao instrumento por seu tio Mark. Com a mesma idade, ele escreveu sua primeira canção, após ter assistido ao episódio 'Scuse Me While I Miss the Sky, da série The Simpsons, onde Don McLean era o convidado especial cantando a música "Vicent", que lhe deu inspiração para a composição. Ele foi matriculado em um curso de tecnologia musical em Clifton, mas aos 16 anos resolveu sair. Após sair do colégio, continuou compondo e tocando suas próprias músicas, influenciadas por Eric Clapton, The Beatles, Layne Staley, Johnny Cash, Oasis, Donovan, The Everly Brothers e Jimi Hendrix.

Em 2011, Bugg foi escolhido pela BBC para se apresentar na fase de "novos talentos" no Festival de Glastonbury, com 17 anos. Após essa apresentação, ele ganhou um contrato com a gravadora Mercury Records.

As músicas de Bugg repercutiram após serem tocadas pela BBC Radio, sendo que "Country Song", o segundo single de seu futuro álbum de estreia, foi usada para um comercial de cerveja da Greene King IPA. Enquanto seu álbum não ficava pronto, Bugg lançou mais três singles, "Taste It", "Two Fingers" e "Lightning Bolt", sendo que esta última canção alcançou um bom desempenho em relação as outras faixas, se posicionando na 26.ª posição na tabela musical do Reino Unido, a UK Singles Charts. "Lightning Bolt" também foi tocada durante a cerimônia dos Jogos Olímpicos de Verão de 2012.

Em 15 de outubro de 2012, seu primeiro álbum de estúdio foi lançado, auto-intitulado Jake Bugg. O disco recebeu aclamação da crítica, que descreveram Bugg como o "novo Bob Dylan", destacando sua simplicidade e elogiando seu vocal maduro. Outros descreveram a faixa "Broken" como a melhor do álbum. Na semana seguinte de seu lançamento, o álbum já ocupava a primeira posição nas tabelas de álbuns do Reino Unido e da Escócia. Nos Estados Unidos, o álbum alcançou a 75.ª posição na Billboard 200 vendendo pouco mais de 6 mil cópias em sua primeira semana, de acordo com a Nielsen SoundScan. Em 2013, o álbum recebeu o certificado de platina dupla pela British Phonographic Industry (BPI), após ter vendido mais de 600 mil cópias no Reino Unido.

Em 17 de janeiro de 2013, Bugg interpretou "Two Fingers" no talk show Conan. Em 26 de janeiro, ele apresentou a mesma canção, e ainda deu uma pequena entrevista ao talk show Lindmo, na televisão norueguesa NRK. Bugg foi indicado ao Brit Awards de 2013, que ocorreu em 20 de fevereiro, na categoria "British Breakthrough Act", onde os ouvintes da BBC Radio 1 podem votar. Bugg concorria a categoria com Jessie Ware, Alt-J, Ben Howard e Rita Ora. Antes da cerimônia, ele disse: "Eu estou muito cansado dos shows, eu vou acordar quarta feira e decidir se devo ir a cerimônia, sinto que minhas chances de ganhar são muito poucas... suponho que Rita Ora ganhe, mas boa sorte a todos eles. É ótimo [ser indicado], mas eu realmente não preciso de um prêmio para me inspirar e continuar fazendo músicas. Eu toco música porque é o que eu amo fazer". Ben Howard venceu a categoria.

Em outra premiação, nos NME Awards, Bugg recebeu duas indicações, uma de "Best Solo Artist" e outra de "Best Album", mas não venceu nenhuma. Em abril, Bugg interpretou "Lightning Bolt" no programa The Tonight Show with Jay Leno. No mês seguinte, ele foi indicado a categoria de "Best Song Musically and Lyrically" por "Two Fingers" na cerimônia do Ivor Novello Awards, mas também não venceu. Em uma entrevista ao jornal britânico The Daily Telegraph, ele foi chamado de "Bob Dylan do East Midlands", Bugg respondeu dizendo: "Bob Dylan é legal, você sabe, ele é ótimo, mas não é uma grande influência". Em junho, Jake concedeu uma apresentação para a estação de rádio britânica BBC Radio 2, onde ele cantou "Lightning Bolt", "Taste It", "Two Fingers" e "Country Song". O cantor também conversou com Bob Harris sobre suas inspirações, como ele entrou no mundo da música e de como suas músicas fazem referências a ele mesmo. Em 28 de junho, Bugg participou do programa The Graham Norton Show, onde ele interpretou a faixa "Broken". Em 18 de novembro de 2013, Bugg lançou seu segundo álbum, Shangri La, tendo "What Doesn't Kill You" como o single de avanço para a promoção do disco. Desde então, o álbum vendeu mais de 100 mil cópias no Reino Unido, sendo certificado como disco de ouro no país.

Bugg incorpora estilos musicais de indie rock, indie folk, blues e country rock. Seu gênero tem sido apontado como "uma mistura de folk e britpop", de acordo com uma rádio alemã. Suas canções, acompanhadas por um violão, receberam críticas favoráveis dos críticos sobre músicas, além de terem elogiado sua voz anasalada. "Lightning Bolt", uma canção de indie rock, recebeu comparações a canções de Bob Dylan e ao seu estilo de cantar. De acordo com a partitura publicada pela EMI Music Publishing, a música é definida no tempo de assinatura moderadamente acelerado com um metrônomo de 113 batidas por minuto. "Broken", uma canção de folk rock, foi considerada a melhor faixa do disco por alguns críticos. Chris Roberts, da BBC, deu uma crítica positiva ao seu álbum, afirmando que a melhor parte do álbum é "quando Bugg amolece e apenas permite que sua voz e o violão afetem abertamente a obra".

Algumas de suas letras falam sobre a vida de jovens de uma cidade pequena. De acordo com Jess Phelps, "Trouble Town" fala do sentimento compartilhado apenas por aqueles que sabem qual é a sensação de se sentir claustrofóbico em um espaço tão grande quanto o de uma cidade. Em "Two Fingers", Bugg canta como uma despedida de sua vida anterior, e fala melancolicamente de tramar nas ruas de Clifton, onde viveu. Em seu segundo disco, Shangri La, Bugg descreveu as novas músicas como "mais maduras", mas afirmou que não eram "muito maduras, pois ainda tem 19 anos", porém seria um "avanço de seu trabalho anterior".

De acordo com o cantor, sua maior influência é a banda Rolling Stones. Em uma entrevista a Absolute Radio, Bugg afirmou: "Certamente [os Stones] foram uma influência. Eles são uma grande banda, com um amplo repertório e definitivamente há algo para tirar disso. Você percebe que eles foram muito influenciados por blues antigo; são uma banda incrível". Em uma entrevista ao jornal diário The New Zealand Herald, Bugg foi descrito como um "garoto à moda antiga" ao contar que suas principais influências são cantores dos anos 60 e 70. Na mesma entrevista, o cantor citou Elvis Presley, Eric Clapton, Don McLean e Jimmy Page como seus ídolos. Ele ainda diz que quando começou a tocar baixo na banda de seu primo, e, ao mesmo tempo, começou a compor suas próprias músicas, foi influenciado por The Beatles, Jimi Hendrix, Donovan, Johnny Cash e The Everly Brothers.

Descobri esse menino por um acaso quando escutava os acústicos da BBC Radio 1 e simplesmente me apaixonei. Até eu choro por ter perdido a oportunidade de ir ao show desta criatura (no outro dia, eu ia acordar super cedo e enfrentar 1000km de carro). Muitos reclamam que Jake é meio frio nas suas apresentações, que não é de interagir com o público. Realmente é assim mesmo, mas tem um motivo: ele é super tímido. Sério, gente. Eu vi uma entrevista dele e ele disse que supera a timidez porque ele adora cantar. Muito fofo não. Antes da listinha de música, só quero dizer que: já está na hora de lançar algo novo, menino Bugg. Pronto. Agora vai uma listinha pra vocês:
- Broken
- Lightining Bolt
- Simple As This
- Trouble Town
- Slumville Sunrise
- Me And You
- A Soung About Love
- Taste It

- Seen It All

Música preferida de todas – Broken (faixa 7 do álbum Jake Bugg)

Primeira música que ouvi – Lightining Bolt (faixa 1 do álbum Jake Bugg)

Último clipe lançado – Slumville Sunrise (faixa 2 do álbum Shangri La)

Álbuns

- Jake Bugg (2012)
- Shangri La (2013)

EPs
- Taste It (2012)
- Live at Silver Platters, Seattle (2014)
- Messed Up Kids (2014)

Singles
- Trouble Town
- Country Song
- Lightning Bolt
- Taste It
- Two Fingers
- Seen It All
- Broken
- What Doesn't Kill You
- Slumville Sunrise
- A Song About Love
- Me and You
- Messed Up Kids

Fonte: Jake Bugg

14 comentários:

  1. Oi, Luiza.
    Gostei muito do post, pois adoro Jack Bugg. Minha música favorita dele é "Seen it all", tu gosta?

    Beijos - Historiar

    ResponderExcluir
  2. oi, oi.

    o Jake não é mais desconhecido pra mim. conheci ele em 2014, quando ele ia tocar em Porto Alegre, depois do show do shout never shout. era pra eu ter ido ao show dos dois, mas acabei cancelando minha mudança. =/ de qualquer forma, ele é um lindo e as músicas deles perfeita. <3

    bjs!
    Não me venha com desculpas

    ResponderExcluir
  3. Oi, Luiza! Tudo bem? Ahhhhhh, adorei o post! <3 Jake Bugg é um cara que eu admiro demais. Me identifico com o jeito dele, amo as músicas dele e admiro demais a grande pessoa que ele é. As músicas dele que mais gosto são "Two Fingers" e "Seen It All"! :)

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi flor, tudo bem?
    Adorei o post, ficou bem completo. Não conhecia o cantor, mas já anotei a dica e logo que der vou conferir suas músicas.
    No momento estou no trabalho e aqui não tenho como ouvir.
    Beijos.
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
  5. Juro que não conhecia ele! Ele é bom demais. E sua postagem está muito fod@, sério. Super completa. Ai se todos os blogueiros se dedicassem assim <3

    Flor de Júpiter | www.flordejupiter.com

    ResponderExcluir
  6. Oi, Luiza!
    Eu não conhecia o Jake Bugg, pois não acompanho muito os músicos internacionais, curto mais música popular brasileira. Apesar disso, acho que irei gostar de algumas canções dele, pois gostei do seu estilo.

    Abraço!
    http://tudoonlinevirtual.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Helloo, Lu! Tudo numa nice?!
    Vamos nos abraçar ahahah. Eu amo a voz do Jake Bugg. É tão profunda e linda e desconcertante. Ele tem um grave tão arrasador e às vezes eu me pergunto como uma voz dessa sai de um carinha assim, com esse jeito tão tímido e essa carinha fofa. Eu o conheci por causa da trilha sonora de The Fault in Our Stars. Depois procurei mais sobre ele e a minha música preferida se tornou Broken. *-*
    Vou olhar mais outras músicas dele. Gosto de ouvir as músicas dele quando estou escrevendo meus livros tristes ahhaha
    Beijin...
    Pieces of Alana Gabriela

    ResponderExcluir
  8. Oi Luiza! Que legal esse post, não conhecia o cantor Jake, mas me pareceu muito talentoso, com uma vez linda e super fofo! Curti!

    Bjs, Michele

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  9. Oi Luiza! O Jack era um desconhecido pra mim, até esse post! Adoro suas indicações musicais, então lá vou eu me viciar e.e
    Beijinhos

    Borboletas de Papel
    | Dossiê Cultural
    Conheça o projeto literário #12HistóriasBrasileiras e participe!

    ResponderExcluir
  10. Oi Luiza,
    A voz dele não me é estranha mas não conhecia o cantor e das musicas que você sugeriu gostei bastante de Broken.
    Gosto desse tipo de musica e com certeza vou ouvir elas.
    Bjs
    Diário dos Livros

    ResponderExcluir
  11. Oi
    ele tem uma voz tão gostosa e diferente, não sou de escutar música dele, mais já ouvi algumas e curti, acho legal esse tipo de poste seu.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Oii, gosto de conhecer cantores novos <3 ele é um gatinho, sério que ele namora com aquela menina que fez a Margo em cidades de papel???

    Beijos,
    Natália

    www.doprefacioaoepilogo.blogspot.com

    Participe do sorteio do blog!

    ResponderExcluir
  13. Eu sou totalmente desligada desse lance de música ... kkkk ... mas atualmente veio ouvindo bastante uma banda de rock nacional, a Puerto Madero, e estou adorando.
    Vou anotar sua dica, pois além de ser bem recomendando esse cantor é lindinho de mais (hahahaha)

    xoxo
    http://www.amigadaleitora.com/

    ResponderExcluir
  14. “Escrevi esta carta para um amigo muito jovem falando sobre o Jake. Neste caso aqui, é para ser interpretada como um comentário. Espero não parecer estranho com isso. É só vontade de participar e principalmente falar deste grande artista chamado Jake Bugg”. Um grande abraço e parabéns pelo seu blog.

    Caro amigo.
    Já ouvisse falar de Country Rock? Trata-se de um subgênero da música popular formado a partir da fusão do rock com a música country. [ual]. Pois bem, eu descobri um cantor britânico chamado Jake Bugg de apenas 19 anos de idade, que grava esse estilo de música, fundindo ainda com outros estilos como Indie Rock, indie folk e Blues.
    Cara, as composições dele são d +. Já fazia muito tempo que eu não comprava CD, [não porque seja fácil de baixar, mas porque não tem nada de interessante para comprar mesmo], porém, depois que eu descobri o som dele na internet eu pirei e já fui logo comprar os dois CD dele de uma vez. É meio exagerado, mas eu tenho que te contar que eu chorei ouvindo algumas músicas dele, de tão bonitas que são. O que mais me surpreende é a pouca idade dele para compor um material tão adulto [vamos dizer assim]. A postura dele também é muito diferente dessas boys bands e cantores imberbes a lá Justin Bieber. Ele já parece um adulto de, sei lá, uns 30 anos. Inclusive, ele pegou fama de rabugento, por não tem papas na língua. Nos shows que ele faz, também não costuma sorrir muito [não rebola] e nem se importa em tietar a platéia, sua preocupação é a de apenas chegar ao palco, tocar o seu som e pronto, sem frescura.
    E onde é que você entra nisso? Então; é que eu queria compartilhar essa descoberta contigo. Porque por incrível que pareça eu não tenho ninguém aqui na minha cidade que eu possa contar sobre o Jake. Já pensou se eu chegasse para alguém aqui e falasse sobre Country rock? Country rock? Que country rock é esse? O que é isso é alguma coisa de comer?!!!!! Insano, não? E seria uma pena não indicá-lo para ninguém, porque um cantor como ele merece ser descoberto por pessoas que sabem apreciar uma boa música, assim como você.
    Então quem sabe, estou dizendo, quem sabe, você possa gostar também. Pelo o que eu sei sobre o seu gosto musical, eu acho que esse pode ser um tipo de som muito diferente do que você esta costumado a ouvir. A voz dele também é anasalada, o que na primeira audição pode te afugentar, mas se você prestar atenção no que ele está cantando eu tenho certeza que você vai gostar. E para tanto eu estou te enviando todas as letras traduzidas para você acompanhar enquanto está ouvindo, ok? [Algumas ele canta muito rápido e tem que prestar atenção para compreendê-las]. As letras que estão impressas com uma foto são as que eu mais gostei e me emocionei.
    Um grande abraço. Faço votos que você goste do Jake como eu e se emocione com ele como eu me emocionei. Até uma próxima.

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita e volte sempre!
Deixe seu comentário/opinião; estou muito interessada e ele será respondido assim que possível.
Deixe também seu blog, se tiver, que assim possível farei uma visita :)

Tecnologia do Blogger.