21 janeiro 2016

Filme #5: Precisamos Falar Sobre o Kevin

Título Original: We Need To Talk About Kevin
Sinopse: Eva (Tilda Swinton) mora sozinha e teve sua casa e carro pintados de vermelho. Maltratada nas ruas, ela tenta recomeçar a vida com um novo emprego e vive temorosa, evitando as pessoas. O motivo desta situação vem de seu passado, da época em que era casada com Franklin (John C. Reilly), com quem teve dois filhos: Kevin (Jasper Newell/Ezra Miller) e Lucy (Ursula Parker). Seu relacionamento com o primogênito, Kevin, sempre foi complicado, desde quando ele era bebê. Com o tempo a situação foi se agravando mas, mesmo conhecendo o filho muito bem, Eva jamais imaginaria do que ele seria capaz de fazer.
Elenco: Tilda Swinton, John C. Reilly, Jasper Newell, Ezra Miller, Ursula Parker
Duração: 110min
Roteiro: Lynne Ramsay
Produção: Luc Roeg, Robert Whitehouse, Lynne Ramsay, Christopher Figg, Christine Langan, Steven Soderbergh, Tilda Swinton
Direção: Lynne Ramsay


Só porque você se acostuma com algo, não significa que você gosta

Eu ganhei o livro de amigo invisível do ex-namorado da minha prima alguns anos atrás. Pretendia ler antes de ver o filme, mas não rolou. E acho que foi bem melhor assim.

Precisamos Falar Sobre o Kevin temos Eva (Tilda Swinton), uma mulher que mora sozinha e é marginalizada na cidade. Motivo: seu filho, Kevin (Jasper Newell/Ezra Miller), foi responsável por um ataque na sua escola, matando vários alunos. Durante o filme, vemos seu relacionamento com Kevin e sua família.

De início, foi complicado pra eu pegar o rum do filme porque ele alternava de entre o passado e o presente. Depois de uns 10 minutos, a coisa começou a melhorar.

Desde o nascimento, o relacionamento de Kevin e Eva foi perturbado, por falta de outra palavra. Por ter sido uma gravidez mal planejada, Eva meio que ressente o seu filho e desde criança pode-se perceber que o relacionamento deles não iria ser dos melhores.

Eu confesso que sempre tenho medo de crianças “más” em filmes. Sejam elas algum espírito, possuídas ou, como nesse caso, psicopatas. Desde criança, Kevin demonstra um comportamento diferente de outras crianças para com sua mãe. Ele a trata como uma estranha, como alguém que só o geriu e seu trabalho acabou ali.

Tanto Jasper Newell (mini Kevin) quanto Ezra Miller esse lindo!!! (big Kevin) estão de parabéns no papel de Kevin. E o que falar da Tilda diva? Sem palavras sua atuação. Você chega a se sentir na pele dela.

Uma palavra define: tensão. Acredito que a maneira como os cortes das cenas foram feitos foi justamente para passar esse sentimento. O foco também em algumas partes também me fizeram sentir assim. Como sou uma fissurada em trilhas sonoras, a desse filme entrou para lista das minhas preferidas.

O motivo maior do filme é nos mostrar o que levou Kevin a realizar o massacre. Se ele contou, bem... deixo essa curiosidade aqui pra fazer vocês assistirem o filme. Não irão se arrepender.

PS: o filme está disponível no Netflix

31 comentários:

  1. oi, oi.

    eu já li o livro, mas até hoje não vi o filme. a tua resenha, na verdade, só me lembrou de que eu tenho que ver o filme pra saber se ele realmente é tão bom quanto o livro.

    bjs!
    Não me venha com desculpas

    ResponderExcluir
  2. Aquele momento que você não sabe se quer ler o livro primeiro ou assistir ao filme.
    Olha a plantinha da discórdia que a senhorita plantou aqui hahah.
    Beijo

    www.tecontopoesia.com

    ResponderExcluir
  3. Meoo Deeos, preciso assistir

    garotoliterariio.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Luiza!
    Não assisti o filme, nem li o livro, mas pretendo conferir um dos dois algum dia. Dizem que é uma história e tanto! Que bom que você gostou do filme.
    Beijos,
    alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Oi Luiza,
    confesso que de cara o filme não me chamou a atenção,
    mas conforme fui lendo o post, percebi que sim, preciso conhecer essa história... Não sabia que esse livro existia, fico me perguntando como nunca ouvi falar dele? Enfim, assim que tiver a oportunidade lerei/assistirei com certeza.

    http://soubibliofila.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Olá, Luiza! Primeiro, deixe-me dizer que eu amei o seu layout! Miniiiions! *-*
    Sou nadadora paralímpica e recentemente comprei um maiô com estampa dos Minions e Gru. Adorei! Sou apaixonada por esses amarelinhos loucos.
    Segundo, quero muito ler o livro antes de ver esse filme. O bom é que dizem que o filme é bem fiel ao livro, então acredito que você não foi prejudicada em assistir o filme primeiro. Só que eu sou meio cabeçuda, gosto de ler o livro primeiro. Mania mesmo.
    Deve ser muito tenso mesmo. Psicopatia é um assunto pesado e sombrio pelo qual me interesso. Crianças psicopatas são deveras assustadoras, porque foge da normalidade do que temos no nosso imaginário do que é uma criança. Tipo, a criança pode ser até danada, meio respondona, mas jamais pensamos que ela seja capaz de atos cruéis.
    É um soco no nosso estômago.
    Adorei o seu cantinho, menina.
    Um abraço!

    Blog || Fan Page

    ResponderExcluir
  7. Luuu, li o livro e AMEI. Gente, TENEBROSO! Aí fui assistir ao filme e meio que brochei :S não consegui chegar até o final, não gostei da forma "invertida" que eles fizeram, mas vou dar outra chance, mas só por causa do que você disse aqui, viu! ;)

    Bjs
    Mari
    http://s2ler.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Gostei bastante do filme! Tenho muito curiosidade em ler o livro. Realmente é um filme tenso.
    Bjs

    EntreLinhas Fantásticas | SORTEIOS NO BLOG! PARTICIPE :)

    ResponderExcluir
  9. Olá, tudo bem?
    A temática do filme é bem interessante e como tenho vontade de ler o livro futuramente, acredito que posso começar pela adaptação cinematográfica.
    Ótima dica.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do top comentarista de janeiro. Serão dois vencedores!

    ResponderExcluir
  10. Olá! Não conhecia o filme apesar de que já escutei o nome por aqui. Parece ser interessante, espero ter a oportunidade de ver em breve!

    Beijos,
    Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
  11. Oie...
    Não assisti o filme nem li o livro, mas, quero fazer isso o mais rápido possível para tirar a minha opinião.
    Beijos

    http://coisasdediane.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oi, Luh!

    Amiga, ainda não assisti o filme, mas já ouvi boas críticas como a sau que está ótima por sinal! Parabéns!
    Espero poder assistir em breve.

    Beijos!
    Danny
    http://www.irmaoslivreiros.com/

    ResponderExcluir
  13. Oi, Oi Luh! :D
    Eu geralmente não assisto esse tipo de filme tenso, eu nem sei por que, geralmente são ótimos! Vou anotar a dica aqui e procurar na netflix pra ver depois. Fiquei super curiosa com o enredo e sua review.
    Beijos!


    Borboletas de papel Ƹ̴Ӂ̴Ʒ

    Conheça o novo projeto literário #12HistóriasBrasileiras e participe!

    ResponderExcluir
  14. Sua resenha me deixou com muita vontade de ver esse filme, sério! E só tem bons atores! Só que o trailer já me deixou super apreensiva, hahahaha, como faz??? Mas espero assistir em breve pq fiquei muito curiosa!!! Beijoss

    http://apaixonadaporfinaisfelizes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Olá, Luiza.
    Eu não li nem assisti ainda. Tenho um amigo que conhece bem meus gostos para filmes e ele assistiu e disse que eu não iria gostar por isso eu desisti. mas quem sabe eu leia o livro porque a premissa é interessante.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  16. Cara, esse filme é muito bom! Adorei sua resenha sobre ele :D

    Beijo
    http://oblogplusone.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Oi, Luiza! Tudo bem? Filmes e livros que nos deixam tensos são os melhores! Super quero conferir "Precisamos falar sobre Kevin". Adorei o post! <3

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Bha, deve ser uma baita história mesmo. Sempre vejo o povo super elogiar o livro e até hoje não consegui comprá-lo. Mas sem dúvida é uma história que eu quero muito conhecer, por mais densa que ela seja e claro que depois irei assistir ao filme né.

    Beijão, Van - Retrô Books
    http://balaiodelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Bha, deve ser uma baita história mesmo. Sempre vejo o povo super elogiar o livro e até hoje não consegui comprá-lo. Mas sem dúvida é uma história que eu quero muito conhecer, por mais densa que ela seja e claro que depois irei assistir ao filme né.

    Beijão, Van - Retrô Books
    http://balaiodelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Eu já assisti esse filme! Foi como um soco no estômago, terminou e eu fiquei tipo "gente, o que foi isso?", achei pesado e tão maravilhoso. É como você disse tensão absoluta, mas eu curti muito.

    www.vestindoideias.com

    ResponderExcluir
  21. Oi Luiza!
    Morro de vontade de ver esse filme!! E também tenho medo dessas crianças.
    Vou ver se tem o filme no netflix.

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  22. Sem querer ser chata e sendo, apesar do filme ser realmente uma das melhores adaptações que já vi, eu ainda gosto mais do livro, talvez porque ele tenha sido escrito em primeira pessoa pela própria mãe do Kevin e nos permita um mergulho maior em seu drama e na história em si.

    Mas o filme é incrível a Tilda merecia um oscar pela atuação, ela foi impecável e o Kevin me deu medo em muitos momentos. Apesar da dureza da história tanto o filme quanto o livro entram na minha lista de preferidos.

    Pandora
    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  23. Achei esse filme incrível, e você definiu muito bem, é tensão do começo ao fim. Estou mega curiosa para ler o livro no qual o filme se baseio. Adorei a resenha.
    Beijos.
    Instante Efêmero

    ResponderExcluir
  24. Oi
    Legal que curtiu o filme, eu ainda não assisti ele já tive muito interesse que foi se perdendo, deve ser um filme bem tenso mesmo e eu também tenho medo de crianças psicopatas em filmes.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  25. Oi, Lu, tudo bem?

    Eu já ouvi várias pessoas falando que a experiência com o livro é muito melhor do que o filme. Mas muita gente elogia o filme também!
    Gosto muito de histórias densas assim, que colocam a gente para pensar, sabe? Mas quero ler o livro primeiro!
    E essa frase que você destacou no começo da resenha,que ele diz pra mãe, é de partir o coração!!

    Beijo
    - Tamires
    Blog Meu Epílogo | Instagram | Facebook

    ResponderExcluir
  26. Oie!
    Ainda não li o livro, mas vi o filme e senti exatamente isso que você disse: tensão. Claro que me envolvi muito com o tema e fui atrás de documentários e afins, que falavam de crianças como o Kevin, é apavorante.
    Adorei a sua resenha! Vou considerar ler o livro ;)
    Beijosss
    www.vidaemmarte.com.br

    ResponderExcluir
  27. Geeenteee mas que que é isso? ficou assustada quando vejo crianças más sério nos filmes me assusta mais do que adultos maus. Acho que o filme é arrasador e o trailler? deu medo ele parece ser um psicopata sabe e a mãe viver aquela situação da mesma que adota a órfã no filme a órfã ambas sabem que "o jovem" que abriga em casa colocam suas vidas m riscos mas ninguém acredita... vou super assistir!1
    Meu blog Palavra sem Par

    ResponderExcluir
  28. Oi Lu!
    Eu comecei a ler o livro há algum tempo, mas não estava no ritmo e acabei abandonando. Sabia do filme mas nunca tinha sentido vontade de ver, mas seu post me deixou super instigada. Deve ser muito fascinante tentar desvendar a mente do personagem, e assim de outras crianças psicopatas. Quero ver logo logo!
    beijos ♥
    nuclear--story.blogspot.com

    ResponderExcluir
  29. Olá!
    Ainda não li o livro e nem vi o filme, porque é desses que a gente sabe que tem que ver, mas que acaba deixando para depois por conta das coisas do dia a dia, né? Mas depois de te ver falar das atuações e deixar essa curiosidade no ar, fiquei empolgada outra vez. Já vo procurar aqui.
    Beijos!

    www.nemteconto.org

    ResponderExcluir
  30. Oi, Luiza!
    Sempre quis assistir esse filme, me falaram muito bem sobre ele. Espero que logo me sobre tempo, aí quem sabe também posso fazer um post com o meu ponto de vista, né? Beijossss

    ResponderExcluir
  31. Quem olha Tilda Swinton não imagina o talento que essa atriz tem, que performance. À medida que o filme vai passando você vai se convencendo que está diante de uma atriz fenomenal. A história – diferente de tudo que você já viu no cinema, é cativante, apesar do tom trágico em que desenrola. E foi muito bem montada pela diretora Lynne Ransay. Quem vê aquela cena inicial dela limpando o para-brisa sujo de “tinta vermelha” não imagina o que vem pela frente...

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita e volte sempre!
Deixe seu comentário/opinião; estou muito interessada e ele será respondido assim que possível.
Deixe também seu blog, se tiver, que assim possível farei uma visita :)

Tecnologia do Blogger.